Canção ardor do infante

sábado, 9 de agosto de 2008

Composição: Olavo Bilac

Onde vais tu,esbelto infante
com teu fuzil lesto a marchar?
Cadência certa, o peito arfante,
Onde vais tu a pelejar?
Pra longe eu vou a pátria ordena
sigo contente o meu tambor,
Cheio de ardor,Cheio de ardor
Pois quando a pátria nos ascena
se vive só da própria dor.

É no combate que o infante é forte
vence o perigo;despreza a morte. (2x)

Fenecera tua alegria,
ante o pavor dos matagais
Ao perpassar da ventania
quebrando tijos vegetais.
Vê meu irmão,soa a matralha,
Sibilam balas a cantar;
Hei de exultar!Hei de exultar!
quem na bandeira se agasalha
sente o prazer no sue penar.

É no combate que o infante é forte
vence o perigo;despreza a morte. (2x)

TU que ai vai,
de risos lábios.
não reverás o céu natal:
recebe os seus conselhos sábios,
Seja a bravura o teu fanal
Posso morrer ,nada me aterra,
mas hei de honrar ,o meu fuzil!
Glória ao Brasil!Glória ao Brasil!
Pois, se eu voltar, à minha terra,
Serei imune de ação vil.

É no combate que o infante é forte
vence o perigo;despreza a morte. (2x)



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

2 comentário(s):

Anônimo disse...

Excelente esse espaço, mas seria mais útil se tivesse as canções, além das letras...

Anônimo disse...

Eu tenho algumas cançoes em mp3, quem se interessar é só me pedir através do email sgtalexander@hotmail.com

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo