Caso Eloá: o show não pode parar

sábado, 25 de outubro de 2008

A execução da menina Eloá: o show não pode parar

  •  Valacir Marques Gonçalves - policial federal aposentado

Na semana passada, os brasileiros assistiram a um tipo de novela que virou líder de audiência nos veículos de comunicação; ela retratou, sem retoques, um drama dos nossos dias - a violência sem limites. Uma menina de quinze anos de idade foi executada, sem dó nem piedade, com transmissão ao vivo e em horário nobre. O seu martírio foi acompanhado em capítulos, bem ao gosto de uma platéia acostumada a novelas fictícias, mas que, aos poucos, está habituando-se a outro tipo de “atração”: histórias reais, dramáticas, que apresentam como protagonistas, de um lado, gente desequilibrada e, do outro, vítimas indefesas. Os “enredos” imitam outro programa famoso - o Big Brother -, mas com uma diferença, nesse tipo de “programa” não existe autor, muito menos diretor - tudo é feito de improviso, principalmente, por quem deveria trazer o script de casa, revisado e decorado >> continue lendo



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo