Melhore seu Português sem fazer curso - Técnicas de memorização e os estágios da aprendizagem

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Melhore seu Português sem fazer curso - Técnicas de memorização e os estágios da aprendizagem

Sim, é possível melhorar seu Português sem fazer curso. Claro que, sem esforço e dedicação, não. Impossível! É preciso ter força de vontade.
E eu vou lhe mostrar como fazer isso através do meu próprio exemplo.
Até há uns quatro anos, eu não sabia acentuar, virgular, não sabia nada de morfossintaxe, nem de colocação pronominal, nem de regência verbal, nem... Eu escrevia, mas não entendia o Português. Ia mais pelo “chutômetro”. Como melhorei meu Português? Agora vamos ao que interessa.
Primeiro, atribuo a minha melhoria à necessidade, algo que sempre fez a humanidade evoluir. Na profissão que eu abracei, saber escrever é imprescindível. Os documentos por nós produzidos vão parar nas mãos de pessoas importantes (se é que alguém é mais importante do que alguém) e são cruciais no momento da decisão final. Além do que, um documento mal redigido, cheio de imperfeições, com erros gritantes de Português, demonstra desleixo e falta de profissionalismo. Não era essa imagem que eu queria passar. Eu aprendi a escrever escrevendo, e escrevendo muito, porque, via de regra, produzimos diariamente muitos documentos.
Se você não escreve todos os dias, a solução é passar a escrever. Escreva! Escreva contos, crônicas, redações, etc. E me atrevo a fazer uma afirmação: Ler é ler, escrever é escrever! Ler e escrever não são a mesma coisa. É somente quando você escreve que surgem dúvidas do tipo: É certo escrever “o mesmo” no lugar de “ele”? Eu devo colocar vírgula aqui? Essa palavra tem acento?... E as dúvidas são o primeiro passo no processo de aprendizagem, porque é a partir delas que você percebe a necessidade em melhorar seu Português. Afinal, qual imagem você quer passar?
Meu primeiro passo foi, dentro das possibilidades, sanar as dúvidas no momento em que elas surgiam. Carregava e carrego sempre comigo um dicionário, porque é impossível memorizar a grafia correta de todas as palavras, assim como é impossível memorizar a regência verbal de todos os verbos e muitas outras sutilezas do Português. Impossível. Contudo, o uso constante dos mesmos verbetes e a prática faz você os memorizar. Não sendo possível sanar as dúvidas no momento, eu as anotava num papel e, quando chegava a casa, pesquisava nas minhas gramáticas ou na internet. E gostava e gosto de pesquisar em várias fontes, até para ver se existe alguma contradição entre os gramáticos. A pesquisa em várias fontes também é a solução para aquelas dúvidas persistentes, cujas respostas você pensa que só obterá num curso de Português ou de Redação. Tenho certeza de que, analisando a explicação de vários sites/gramáticas, tendo atenção em seus pontos comuns e nas contradições que possam existir entre eles, você compreenderá e poderá se tornar um “expert” no assunto. Falando em contradição, se você está se preparando para concursos ou vestibulares, estude pela gramática indicada no edital, uma vez que podem existir divergências entre ela e outras. Falo isso com propriedade, porque já perdi pontos preciosos numa redação de concurso por esse motivo.
Talvez, a chave para você melhorar seu Português seja a memorização. Afirmo isso porque a gramática muitas vezes não tem uma lógica, ou está repleta de exceções. Para vencer esse obstáculo, o segredo é memorizar. Mas não confunda memorizar com decorar.
Vou citar um exemplo. Não existe outra forma, pelo menos eu desconheço, de aprender a acentuar ou virgular corretamente sem memorizar as regrinhas. Impossível. Então, talvez você me pergunte: Como memorizar? Minha técnica consiste em primeiro ler todas as regras e refletir sobre elas. No dia seguinte, leio as regras novamente. No outro dia, leio novamente. No outro dia... E assim sucessivamente, até que aquelas informações fiquem retidas em minha memória. A repetição é algo vital ao processo de memorização. Algo que desejamos reter na memória deve ser revisto várias vezes. E, atenção, as informações devem ser guardadas na sua memória de longo prazo. Para isso, é importante conhecer as três FASES DA MEMÓRIA:
1 - Atenção e recepção da informação - Para melhorar essa primeira fase, você deve praticar a “atenção concentrada”, ou seja, prestar atenção e manter seu cérebro em estado de alerta. Concentração!
2 - Armazenamento da informação - O truque, para aprimorar essa fase, é associar a nova informação com algo que já sabemos ou recordamos bem. Outra dica é a repetição. Algo que desejamos reter na memória deve ser revisto várias vezes: uma hora mais tarde, horas depois, no dia seguinte...
3 - Recuperação e resgate - É preciso saber acessar a informação armazenada na memória e, para isso, as dicas são: buscar por detalhes diferenciais, retornar mentalmente às condições de aprendizagem e/ou refazer cada passo.
Outro processo que você precisa saber e que pode lhe ajudar muito é o processo de aprendizagem.
Segundo alguns livros que eu já li, inclusive do ilustre Dr. Lair Ribeiro e de James C. Hunter (O Monge e o Executivo), o aprendizado se divide em quatro estágios:
1 - Inconsciente e sem habilidade - É quando você está inconsciente ou desinteressado em aprender. Você não sabe nada, ou quase nada, e nem se importa com isso. Exemplo: Você não sabe andar de bicicleta e nem se interessa em aprender.
2 - Consciente e sem habilidade - Você sabe que não sabe, mas ainda não sabe o tanto que não sabe. Mas, se você continuar a lidar com isso, irá para o terceiro estágio. Exemplo: Você tentou andar de bicicleta e caiu; pensou: Opa, eu tenho que aprender a andar nesse “negócio”. Começam as primeiras tentativas, os primeiros tombos, mas você não desiste.
3 -  Consciente e habilidoso - Você sabe que não sabe tudo, mas já sabe o que sabe. Você já sabe como fazer, mas ainda não está automático. Exemplo: Você aprendeu a andar de bicicleta, mas ainda não tem pleno domínio sobre ela. Em terrenos irregulares ou em situações mais complexas, você ainda cai ou fica receoso.
4 - Inconsciente e habilidoso - Você não sabe o tanto que sabe. Você nem pensa mais em como fazer. Tudo é muito natural. É o estágio a ser alcançado. Exemplo: Você anda de bicicleta e nem sabe mais como faz aquilo. Outro exemplo são os pianista e datilógrafos altamente eficientes, que não pensam em seus dedos batendo no teclado. Tornou-se natural para eles.
Trazendo isso para o tema da postagem, há quatro anos eu não sabia o tanto que não sabia e não me preocupava nem me interessava em saber. Hoje, creio estar na fase 3 em alguns assuntos do Português. Em outros, creio estar na fase 4, porque já não tenho mais dúvidas sobre eles.
Resumindo toda a postagem, o primeiro passo é o esforço e a força de vontade em melhorar seu Português. O segundo, escrever para aprender a escrever, e até para que surjam as dúvidas (das dúvidas nasce a necessidade). O terceiro passo é a memorização das regras. O quarto, escrever, estudar, escrever, estudar, escrever... Até que você não saiba o tanto que sabe e que escrever corretamente se torne automático, como andar de bicicleta.
Pensa que acabou? Não! Talvez, depois de melhorar seu Português, você se enverede pelo caminho da literatura, mas aí são outras histórias...
Recomendamos os seguintes sites:


Sites sobre Língua Portuguesa e Gramática:
  1. Gramática On-line
  2. Língua Brasil
  3. Nossa Língua Pátria
  4. Por trás das letras
  5. Juris Way - Aulas de Português
  6. Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
  7. Alô Escola - Professor Pasquale
  8. Noutras Palavras
  9. Dúvidas e erros de linguagem de redação
  10. Fovest - Dicas de Português


Dicionários online:
  1. Michaelis
  2. Dicionário Digital Aulete - Nota: Excelente dicionário, mas é preciso fazer download dele.
  3. Priberam - Português de portugal
  4. Dicionário de informática
  5. Dicionário de termos jurídicos



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

29 comentário(s):

Rick Sardella disse...

Olá José Ricardo! Muito boa a postagem! Parabéns! São conselhos valiosos, não só para concurseiros, mas também para pessoas que se preocupam sempre em se aprimorar. Gostaria de publicar esta postagem com um link para seu blog e com a devida citação, por isso, estou pedindo sua permissão. Aguardo resposta. Forte abraço!

José Ricardo disse...

Olá, Rick. Fico feliz em saber que você tenha gostado do teor da postagem. Quanto a permissão para publicá-la no seu blog, permissão concedidada, rsrsrs. Considerando que a postagem pode ajudar nossos companheiros a se aprimorarem profissionalmente, é bom que seja mais divulgada. Peço somente que você indique o autor do texto (eu, José Ricardo) e que faça um link para a postagem.
Cordiais saudações!

sheila disse...

Oi José Ricardo, muuuuuito boas essas dicas; quisera todos os companheiros de profissão, pudessem ler e assimilar a mensagem passada por você. Ainda vemos com muita frequencia erros gravíssimos no falar e no escrever dos nossos colegas; quem sabe agora na era da informática onde todos têm que se comunicar com o resto do mundo, a necessidade de aprimoramento fale mais alto.

Anônimo disse...

amigo gostei muito da sua tecnica, muito bacana, vou praticar!

Túlio Cunha disse...

amigo parabens!!! este é um blog pra quem procurar aprender cada dia mais!!!!
todo o site é mto interressante! à organização do blog, meus parabens e obrigado pela ajuda(pois será mto util, as dicas para concursos, modelos de peças, processos administrativos e ainda a legislação interna)!

Anônimo disse...

CARO COLEGA,É MUITO SATISFATÓRIO SABER QUE EXISTEM PROFISSIONAIS COM SEU PERFIL:DEDICADO,COMPROMETIDO,VERSÁTIL E, PRINCIPALMENTE,COM TAMANHO ESPÍRITO SOLIDÁRIO.CONCORDO PLENAMENTE COM SUA PREOCUPAÇÃO NA BUSCA PELO DOMÍNIO DE NOSSA LÍNGUA,TANTO NA FORMA FALADA,QUANTO NA ESCRITA.ESTOU CONTIGO NESTE COMPRIMISSO.LAMENTO QUE HAJA COLEGAS NOSSOS QUE NÃO SE IMPORTAM COM ESSA PRECIOSIDADE!

Anônimo disse...

OBRIGADO DEU UM ÂNIMO

My Secret disse...

Olá!! Gostei muito da postagem, de grande valor para nós concurseiros que lidamos constantemente com o desafio do Português e da gramática, seja na prova objetiva ou principalmente na redação.
Por vezes encontro muita dificuldade em transpor minhas idéias para o papel, fico temerosa, mas sei que para vencer esse desafio só realmente praticando.
Parabéns pela matéria.

;)
Chris

dennis disse...

Parabéns pela postagem.Será de grande valia para mim.

A paz

Anônimo disse...

Muito interessante a postagem e como ja foi descrito em outros comentarios, a grande importância do português.
Preciso de um site que corrige redação, você sabe algum?

didi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
didi disse...

Muito obrigada pelas informaçoes!
Foram bastante uteis.

Militar do 9 bpm disse...

Ao, ,meu amigo do blog universo policial, venho lhe agredecer, por esse esselente blog, alem de otimo, ele oferece muitas informações e duvidas que temos em nossa carreira policial como duvidas em modelos de historicos de ocorrências policiais, modelos de recursos disciplinares, modelos de defesas de abertura de vistas, e varios outros modelos como o mappad e outros documentos usados na pmmg. Em outros blogs, não temos acesso a tanta informação de modelos de peças de documentos que encontramos no seu blog, so tenho que lhe agradecer por esse trabalho que vc faz, para nos auxiliar em nossa carreira policial.Muito obrigado por essa dedicação que vc tem com a familia policial militar!

hugo disse...

Amigo gostei muito do texto, vou tentar praticar.

Anônimo disse...

Ótimo, adorei, vou indicar

Anônimo disse...

Adorei... Parabéns. E irei praticar.

telis disse...

boa noite, estava buscando através de palavras, como as suas,algo que me motivasse. Pois,sou estudande\concurseiro e andava meio pra baixo sem motivação. Valeu

Anônimo disse...

muito importante estudar

jefferson bonatto dos santos disse...

Cara muito bom seu blog, e muito obg por me mostrar o caminho para eu melhorar o meu português!

Mariberto Pereira de Farias Filho disse...

Bom dia, Sr. José Ricardo!
Obrigado pela sua preocupação com a nossa língua pátria, pois são pessoas como você que enriquece a nossa cultura. Parabéns pela sua dedicação em aprender e compartilhar o seu aprendizado conosco. Me sinto motivado pela sua história de vida, muito bom! Hoje mesmo começarei a colocar o seu ensinamento em prática. Um abraço de um colega militar (MARINHA DO BRASIL). Deus te abençoe!

Respeitosamente,
Mariberto pereira

Ana Carolina Magnani disse...

muito obrigada ...me ajudou muito!!

Anônimo disse...

Gostei das Postagens! Parabéns.

Anônimo disse...

Gostei, já estou colocando em prática.

Claudionor driver disse...

Gostei!

Anônimo disse...

Ola' quero dizer q sou muito grato pela sua ajuda, vou ser cinsero nao sei quase nada de portugues, passo vergonha as vezes com a minha namorada, colegas, mas acredito que vou dar a volta por sima, obrigado pelas dicas.

Yuri misaki disse...

Legal sou muito ruim na gramatica, mais gostei post me ajudou ter Força Vontade... Ate Mais

Caio Alves disse...

Muito obrigado, e um ótimo conselho

Melissa Gaiva disse...

Eu melhorei muito meu Português básico de casa, melhor aulas online que eu já fiz. Pra quem estiver interessado: https://preply.com/pt/skype/professores-portugues-para-iniciantes

Anônimo disse...

Depois de ler esse texto eu fiquei pensando, qual a sua idade, onde vc ja estudou e o tanto q vc aprendeu, eu notei em vc um grande talento, uma pessoa muito convincente, decido e 'nobre' com suas palavras, e c alguem como vc estivesse em um cargo grande, no nosso pais? vendo em vc e nos outros uma coisa q dificilmente alguem poderia compreender? mesmo por n saber quem vc é eu gostei de vc, sinceramente deveria haver mais como vc.
E gostaria que vc tentasse ganhar mais poder em suas palavras e nao apenas c contentar com um salario a cada mês até sua aposentadoria... vc pode ser algo grande simplesmente por tentar ajudar a pessoas q vc n tem nem ideia d quem sao, as palavras sao oquilo q mais importam para fazer de um mundo, um mundo que vc queira fazer.
(para quem ler eu aviso, eu uso muitas girias e abreviaçoes alem disso tenho menos de 15 anos , mais penso muito mais longe do que um adulto que ja tem 30).
POR TRAS DE ALGO CONVINCENTE, EXISTE OUTRA COISA QUE, AQUILO CONVINCENTE O DESVIA DE SER VISTO...

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo