PM: preocupação com a imagem da corporação

quinta-feira, 9 de outubro de 2008


Tema: “Na década de 1970 a Polícia Militar, tendo por missão constitucional a preservação da ordem pública por meio do policiamento fardado, tinha no seu policial militar a postura auto contida, inflexível e com foco na repressão. A comunidade via nesse policial a representação de um Estado forte, autoritário, porém distante e pouco aberto ao diálogo. Diante desse contexto, produza um texto dissertativo demonstrando de que maneira a Comunicação Organizacional contribui para mudança desse modelo para resolução dos problema da sociedade e promoção da paz social.”
 
Polícia Militar: preocupação com a imagem da corporação
 
É impossível estabelecer a integração entre uma instituição e a sociedade sem haver diálogo. Assim como a integração, a imagem de uma instituição é fundamental para proporcionar ao público a credibilidade. A Polícia Militar de Minas Gerais potencializa suas ações cujo objetivo é a aproximar a corporação da população buscando garantir a preservação da sua imagem na busca da paz social no Estado.
 
Com a criação da Constituição Federal de 1988, a missão da Polícia Militar continuou ser a preservação da ordem pública, mas com ênfase preventiva. Para nivelar suas ações preventivas, a Instituição prioriza os projetos que tem a força de manutenção de sua imagem, ou seja, uma figura forte e disciplinada, proporcionando assim a credibilidade ao público alvo.
 
Algumas maneiras de ter um canal de relacionamento saudável com a sociedade são os projetos sociais adotados pela Polícia Mineira. Os exemplos, que já estão sendo adotados por outras polícias em vários países, não são raros: o projeto Artistas da Paz, o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à violência e a Filosofia da Polícia Comunitária. Outros projetos que , através do intercâmbio de informações, mostram que estes facilitam a eficácia das ações policiais e conseqüentemente a promoção da paz social.
 
As atividades de comunicação organizacional devem ser priorizadas pela polícia. Ao garantir a preservação da imagem da Instituição, as atividades usadas para integrar a Polícia Militar e a sociedade servem de apoio ao desenvolvimento da atividade fim policial e proporcionam ao público alvo a credibilidade.
 
Autor: Marcelo



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

3 comentário(s):

Anônimo disse...

Interesante, a polícia militar de Minas concorda: Enquanto para uns a súmula só foi criada para apoiar os infratores, a Polícia Militar de Minas Gerais acredita que ela veio como uma forma de garantir os diretos fundamentais. E quanto o PM que tem sua liberdade privada por até 21 dias por um mero atrazo por circustancias alheias a sua vontade, um cochilo emquanto outro esta atento depois de quase um mês de labuta numa escala apertada e mesmo com seus argumentos mais que justos o seu comandadante iguinora elegando não ser o suficiente e pune da pior forma privando-o da sua liberdade, das horas de fougas no seio da sua familia, sendo que a uma infinidade de maneiras que o codigo de dissiplina garante como forma de punir como prestação de serviço extra, desconto em folha de pagamento e outras tantas, mais justas e menos humilhante. f2

Anônimo disse...

Bom dia gostaria de saber o que o comandante responsável pela corporação tem a dizer sobre a policial Anamara participante do BBB 10?
Sou brasileiro, fiel contribuinte, e sou completamente contra a participação de um policial em um pargrama deste tipo! Até que ponto podemos confiar nos policiais?
Tal exposição da corporação merece uma punição a altura!
O Sr. comandante acha que uma pessoa que se expõe desta maneira tem moral de prender alguem?
francamente, isso foi uma insulta para nós fiéis contribuintes, depois dessa vou sempre questionar a conduta da policia militar!
VERGONHOSO!!!!!!!!!!!!
O Brasil espera providências.
Att
Fiel contribuinte

Anônimo disse...

Muitos interessante abaixo segue a eu fiz

Polícia Militar: representante da paz social

No passado não tão distante as corporações policiais, eram vista pela sociedade apenas como orgãos repressores , onde predominva o autoritarismo sem ter o minimo de diálogo entre os representantes da instituição e nós menbros da sociedade
Ao examinarnos ainda mais este fato, verificamos que na década de 1970 a Policia Milita usava da força para manter a ordem pública e não respeitava as vezes os direitos humanos. Podemos mencionar como exemplo batalhões como o da Rota no estado de São Paulo que tinha como obejtivo sempre o uso da força para manter a ordem pública a qualquer preço
Em consequência vimos uma sociedade acuada e traumantisada com tanta violência policial. E além disso muitos menbros da sociedade começou a agir de forma incompatível com os padrões sociais para conseguir adiquir seus direitos que tinha sido reprimido neste perído de 1970.
Mas felizmente com o passar do tempo e nova Constituição federal 1988, que tem como objetivo a preservação da diginidade humana.A Polícia Militar passou a trabalhar de forma social tendo sempre como missão a preservação dos direitos garantido em lei ao cidadão. E no mais a Polícia Militar continua com o mesmo objetivo manter a ordem pública atraz de policiamento fardado, só que de forma integrada com a sociedade visando sempre promoção da paz social.
Concluimos que a Polícia Militar sempre tem como obejtos a preservação da ordem pública e que no passado a instituição era um orgão do governo sem diálogo onde predominava o autoritarismo e que atualmento a instituição é provedora da paz social e que cada policial fardado age de forma compátivivel com a constituição federal promovendo assim a paz social.

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo