Até quando?

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Até quando?
·        José Ricardo

Os militares haviam agido com inteligência. Desmantelaram a quadrilha que dominava o comércio ilegal de entorpecentes da Rua San Sebastian e que impunha terror aos moradores. Cumprindo um mandado de busca e apreensão, os milicianos mandaram para trás das grades o traficante-mor e seus asseclas. Teria sido um final feliz, se fosse num outro país, é claro. Mas aqui, onde tudo parece estar de cabeça para baixo, a história é outra...

Os facínoras não ficaram nem uma semana presos. Usando do artifício legal de presunção de inocência (ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória) os doutos advogados conseguiram alvarás de soltura para todos os narcotraficantes. E os criminosos, digo, indiciados, voltaram novamente à labuta, reassumindo as bocas-de-fumo e impondo aos moradores a tirania do tráfico. E o ciclo vicioso novamente é chamado a agir: abordagens constantes, detenção dos usuários, traficantes usando de estratagemas para escaparem da ação policial... E os dias e dias vão se passar, e o tráfico vai ficar cada vez mais forte, e vai querer cooptar os moradores, e aí, sem o apoio da comunidade,  vai ficar muito pior.
Fica a sensação de impunidade. Para os policiais, também fica a sensação de uma luta em vão. Até quando eles vão ter que arriscar a vida para nada? Para nada! Vale a pena morrer na luta contra o tráfico de drogas?

Nota: Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com fatos reais é mera coincidência.

"É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença” - Inciso IX do artigo 5º da Constituição Federal.



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

0 comentário(s):

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo