Caso de polícia?

domingo, 14 de dezembro de 2008

Caso de Polícia?
  • José Ricardo
Final de um cansativo turno de serviço. Sargento Mike estava saindo do Departamento de Polícia, momento em que um indivíduo, nervoso e agitado, irrompe quartel adentro e lhe diz, quase gritando:
- Policial, eu preciso de vocês.
- O que que foi?
- É minha mulher, vocês têm que ir lá em casa.

- O que sua esposa fez?
- Policial, minha esposa não quer mais dormir comigo.
- Há quanto tempo?
- Já faz uns dois meses.
- E o que você quer que a gente faça?
- Vocês têm que ir lá em casa.
- Pra quê?
- Pra conversar com ela.
- Me desculpe, mas isso é problema conjugal entre vocês dois.
- Mas não pode ficar assim, não. Tá errado. Ela é minha esposa. Ela tem que dormir comigo!
- E você quer que a Polícia obrigue sua esposa a dormir com você?
- Ela é minha esposa, não é?
- Se você está falando que é, quem sou eu para duvidar...
- Mas vocês não fazer nada? Nada!
- Fazer o quê? Isso não é caso de polícia, não. Se você não está vivendo bem com ela, vocês dois que têm que resolver entre si. Se o casamento não estiver dando certo mesmo, separa. Vocês tem filhos?
- Temos dois. Ela disse que, se a gente separar, ela vai ficar com a casa e com os meninos.
- Divisão de bens e guarda dos filhos é resolvido no Fórum. É só pra isso que você veio aqui?
- Foi.
- Então, faz o seguinte. Vai ali no supermercado, compra uma caixa de bombons e leva pra sua esposa. Quando você chegar na sua casa, dá um beijo nela e fala que a ama.
- O senhor quer que eu faça isso?!
- Acho que pode lhe ajudar. E, agora, me dá licença que eu tenho que ir embora.
- Tá bom. Obrigado.

Nota: Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com fatos reais é mera coincidência.

"É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença” - Inciso IX do artigo 5º da Constituição Federal.
 



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

3 comentário(s):

Anônimo disse...

muito bom HUFASHSAFHUSAHSUFA


Marcelo.

Anônimo disse...

Legal
auhsuahsuahsa

Cláudio Meireles disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Sensacional. A vida imita a arte, a arte imita a vida.

Já ouvi casos semelhantes.

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo