Novos tempos, novos chefes

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Num outro dia, trabalhei com meu chefe, sob comando. Uma situação diferente para mim, porque, de certa forma, quase sempre trabalho comandando. Mas foi bom, porque pude conhecer suas opiniões e sua firmeza de propósitos.

Bom, para falar o que eu quero falar vou trabalhar com situações hipotéticas. Suponhamos que um prefeito eleito, para comemorar a posse, resolveu fazer uma festa na praça da cidade com distribuição gratuita de bebida alcoólica. Pensa na *** que ia dar. Meu chefe, hipoteticamente, foi o comandante do policiamento desse, digamos, evento. Cerca de 50 profissionais de segurança pública trabalharam no policiamento, todos sob supervisão do chefe. Eu e um outro profissional, durante todo o evento, ficamos junto com o chefe, o acompanhando.

Hipoteticamente, vendo o resultado deletério da bebida alcoólica – brigas para dar e vender -, o chefe mandou suspender a distribuição da substância etílica. Demonstrou discernimento e pulso firme. O resultado dessa ação foi o fim das brigas.

Hipoteticamente, sabendo que os profissionais de segurança pública estavam escalados até determinado horário, naquele determinado horário ele mandou encerrar o evento, até porque já tinha um acordo prevendo que aquela seria a hora do encerramento. Firmeza e respeito à escala dos profissionais. E o chefe foi para a guerra; abordou, prendeu, ficou de pé o tempo todo... Labutou até mais que os demais colaboradores, porque pesava sobre ele a responsabilidade da segurança do evento. Era o chefe quem tomava as decisões. Decisões, hipoteticamente, muitas vezes com ingerências políticas.

Mas não foi só isso. Também presenciei, hipoteticamente, o chefe dando suas opiniões, as quais não são muito diferentes das nossas. Prefiro não falar sobre elas. Digo apenas que a cobrança vem muito de cima, e que o chefe nem sempre tem muita escolha.

Mas não é só meu chefe que tem uma nova mentalidade. Não. Muitos outros chefes, principalmente os mais novos, também pensam como ele. Eu percebo isso claramente. Os novos chefes não criam mais aquele abismo com os colaboradores. A relação profissional é mais próxima, como tem quer ser. Estamos vivendo tempos de mudanças, novos tempos. Daqui a alguns anos, esses chefes serão os chefões. Todos vão ganhar, até os colaboradores.



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

11 comentário(s):

DextermilianSD disse...

é o que nós esperamos...afinal todos querem que o serviço seja bem feito.

2 SGT PM FILIPINO disse...

É...JA TEM ALGUM TEMPO QUE TENHO PERCEBIDO ESSA INTERAGEM, TENHO NOTADO QUE A MENTALIDADE DOS NOVOS COMANDANTES ESTA MAS FLEXIVEL, PORÉM, NÃO DEIXAM DE SER COMANDANTES, E AS VEZES DEMONSTRAM ESSE PERFIL, NO INTUITO DE ANGARIAR INFORMAÇÕES PARA PODER LIDAR COM SEU GRUPO, CONHECENDO AS ATITUDES DE CADA UM ...SABER EM QUEM PODE CONFIAR, E EM QUEM NÃO PODE....ISSO DE CERTO MODO É IMPORTANTE, TORNA AS COISAS MAIS FACEIS E DEMOCRATICAS, APESAR DE QUE SÃO POUCOS QUE ADOTAM AS IDÉIAS PROPOSTAS...MESMO QUE SEJA O MELHOR CAMINHO A SER TOMADO, APENAS PRA NÃO DAR O BRAÇO A TORCER...ENFIM MESMO AOS POUCOS, ESSE ESTREITAMENTO FAVORECE E MUITO O BOM ANDAMENTO DO TRABALHO, TORN MAIS PRAZEROSO.

2 SGT PM FILIPINO disse...

QUERO AGRADECER MUITO PELAS SUAS VISITAS E PELOS COMENTARIOS QUE SÃO EXTREMAMENTE IMPORTANTES...
FORTE ABRAÇO
FILIPINO

Wladimir disse...

Nem sempre é assim... em agumas grotas mineiras, onde a ignorância predomina, existem alguns chefes que são chefes mesmos. Não são companheiros e muito menos partilhadores de idéias e opiniões. A única verdade suprema é a dele e pronto. Têm alguns que ainda dizem que se não gosta assim, pede baixa. O cúmulo da ignorância, de despraro profissional e humano.

José Ricardo disse...

Dextermilian, nós esperamos e assim será.
- - - - - -
Sgt Filipino, quando comento em seu blog, comento com sinceridade. Fazemos parte dessa massa de anônimos que arrisca a vida para combater o crime. União é o nosso lema.
- - - - - -
Wladimir, essa situação que você falou é ruim até para a própria instituição.

Anônimo disse...

SOU PM NA CIDADE DE ARCOS MG, E A POUCO MAIS DE 1 MES ESTAMOS COM UM NOVO COMANDANTE O TEN BITTENCUR E ESTAMOS NOTANDO NELE UMA CARACTERISTICA DIFERENTE DOS DEMAIS COMANDADANTES ELE SE PREOCUPA COM O BEM ESTAR DOS SEUS COMANDADOS, ELE TEM UMA RELAÇAO DE AMIZADE COM NOS DE FATO ELE É O CHEFE/COMANDANTE MAS PRINCIPALMENTE ELE É AMIGO E LIDER. PARABENS TENENTE. CONTINUI ASSIM...

Anônimo disse...

OLÁ AMIGOS
DESCOBRI O BLOG ONTEM INDICADO POR UM AMIGO DE VALADARES, TAMBÉM TRABALHO NO INTERIORZÃO DE MINAS E HÁ NOVE ANOS ESTAMOS COM UM CHEFE/LIDER, QUE INFELISMENTE ESTA NOS DEIXANDO. MAS ELE FOI TODO O EXEMPLO DE UM LIDER PREOCUPADO COM O BEM ESTAR DOS SEUS COMANDADOS E COM O SERVIÇO POLICIAL...E OLHA QUE ELE É DE CLASSE MAIS ANTIGAS DOS CHEFES. TUDO QUE TENHO A DIZER É: OBRIGADO TENENTE KLEBER...VÁ COM DEUS E MUITO SUCESSO.

Anônimo disse...

Tropa no meu parco entendimento é como minha família.Eu tento ser como o irmão mais velho que tem o compromisso de proteger a todos e devolvê-los ao final da jornada vivos, ilesos e sem complicações com a justiça. Se é que vcs me entendem.

cabo disse...

Cabo
Um dos grandes problemas da humanidade e não só das forças policias é a vaidade pessoal de alguns profissionais. O que deveria diferenciar um Sd de um Cel deveria ser só a função. Grande parte das pessoas julgam e respeitam os policiais pela sua graduação ou posto e não pela competência que possuem. Infelizmente essa cultura está presente no seio da tropa. Toda praça é leiga ou "burra", SOMENTE os oficias detem o conhecimento,tem fé de ofício. O QUE MAIS ME ENTRISTECE É SABER QUE MUITAS VEZES AS PRAÇAS PENSAM ASSIM.Quando houver um entendimento de que todos lutamos pelo mesmo objetivo que é a prestação de segurança para a sociedade o ambiente de serviço certamente melhorará. Não interesa se sou um soldado ou um oficial,a sabedoria e o conhecimento não obedece ao regulamento. Pode até parecer utópico, mas acredito em mudanças, acredito que um dia não vai mais existir tantas policiais dentro de uma só polícia. Para que isso aconteça, penso que devemos nos informar,nos unir cada vez mais e acima de tudo lutarmos e conhecermos nossos direitos.

Anônimo disse...

É claro que policiais tanto militares com civis merecem.um salário digno, mas quanto a PEC 300, isso é utopia, matéria de campanha política de algum deputado militar candidato a reeleição, querendo o apoio dos policias do país, o que com certeza vai fazer dele o Deputado Federal mais bem votado de todos os tempos, sargento da polícia ganhando mais que sargento do exército, esqueçam.....rsrsrsrsrsrsrsrskkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Necessário é que se faça distinção entre chefe e líder!
Infelizmente o que temos visto no universo militar são chefes que usam de coação - diferente de liderança - para conseguirem o que querem.
Recentemente fui "punido" por ter baixado 3 dias, como se eu tivesse pedido para ficar doente. Alguns "chefes" e não líderes estão usando deste poderio para forçar a tropa a vir trabalhar ainda que doente sob pena de ter sua escala alterada como forma de punição. O que fazer diante desta conduta ilegal, ilegítima e arbitrária a que me foi submetida?

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo