A dor de uma mãe de policial

domingo, 10 de maio de 2009

Abaixo, uma carta magnífica de uma mãe de policial que perdeu o filho, o soldado Paes, quando este, cumprindo seu dever profissional, tentou evitar um assalto a uma padaria em Sobradinho-DF. Paes era um policial dedicado, exemplar e que amava a corporação. Uma semana antes de morrer, foi homenageado por participar do quadro de ocorrências de destaque. Esta é a emocionante carta que a MÃE dele escreveu para o Comandante Geral da PMDF:

Senhor Comandante,

Sou alguém que certamente não fará parte de seu convívio, pois o liame que nos conectava foi partido de maneira abrupta. Mas a vida é feita de pequenos momentos e pequenos gestos, e mesmo atravessando o mais triste tempo do meu viver, não poderia deixar passar despercebido o seu gesto, que a princípio pode parecer pequeno, mas que para nós da família que estamos vivendo um pesadelo, é muito significativo.

É importante saber que meu filho não foi só um número e um nome de guerra, e que numa instituição hierarquicamente tão severa existe espaço para sentimentos humanitários e fraternais. Que o respeito ao ser humano vem antes das convenções. Perdi, perdi muito, como mulher, como mãe, fiquei mais triste, perdi um filho, vocês também, perderam, perderam um soldado, um guerreiro, que amava esta instituição com todas as fibras de seu ser, pois ser policial não foi um emprego, não foi falta de opções, porque ofereci ao meu filho muitas. Sua meta de vida estava traçada e nada nem ninguém poderia dissuadi-lo.

É gratificante saber que onde ele estiver continuará se sentido orgulhoso de ter feito parte desta corporação. Como ele, ela é feita de homens que respeitam os direitos alheios e mais que isto, são humanos, pois a dureza do dia a dia não corroeu o sentimento de solidariedade e fraternidade que habita em todos vocês.

Simbolicamente ele foi seu filho, porque além de nós, seus pais, nesta vida, ele se submeteu com prazer e devoção apenas a vocês. Meu filho foi muito bem criado, muito bem amado e sempre o ensinei a andar de cabeça erguida, a não se curvar diante de ninguém e que um homem só pode conquistar isto, se for honesto e justo. Estes meus ensinamentos se agigantavam quando ele vestia a farda e saía nas ruas representando esta instituição, porque se somava a ele o fato de não se curvar diante de indignidade, da iniquidade, da injustiça, da babárie. Tenho consciência que eles não mataram o meu filho por ser meu filho, não se mata a quem não tem desafeto e que não dê motivos para tal. Eles mataram aquele que se pronunciou e reagiu, independente das circunstâncias; ele poderia ter se omitido, mas jamais o faria, neste momento ele foi mais seu do que meu.

Eles não mataram meu filho que era policial, eles mataram o policial que era meu filho. Perdi eu, perderam vocês, perdeu o mundo, pois além de tudo que já externei, ele era todo alegria, vivia sorrindo e espalhando amor e simpatia.

Em suma, não poderia deixar de agradecer e render minhas homenagens ao apoio, ao carinho, ao respeito que tiveram e estão tendo pelo meu filho, pelo seu filhinho, sua esposa, pela nossa família, isto não o traz de volta, mas gratifica, conforta e reforça que apesar do que aconteceu ele fez sua escolha de maneira correta, pois fazia parte de um escol de homens de bem.

Talvez este seja o nosso primeiro e último contato, mas ao Senhor e a todos, todos indiscriminadamente, que fazem parte da família do 14º BPM, nosso respeito e nossa gratidão, em meu nome e de toda a minha família.

Milbene da Cunha Paes - mãe de policial militar



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

19 comentário(s):

Anônimo disse...

A família do soldado Paes agradece a publicação e atenção!!
Gostaria também de aproveitar a oportunidade e disser q hoje 10/05 era o aniversário dele...

Obrigada!!
Família Paes

Priscila Lima disse...

Fiquei muito emocionada após ler esta carta tão linda e ao mesmo tempo triste.Mas tbm fico feliz em saber, que em meio a tanta injustiça e até mesmo falta de fidelidade a sua profissão, por parte dos próprios policiais, haja pessoas como o soldado Paes, que honrou sua farda com tal devoção.Isso me faz ver que nem tudo está perdido, que ainda há pessoas boas e dignas.Desejo a esta mãe,muita paz no coração,que neste momento de dor, possa sentir o conforto de Deus na sua alma.E tbm aos policiais honestos, o encorajamento de seguir em frente nesta batalha árdua contra a criminalidade, com certeza vcs receberam uma recompensa digna de seus esforços e fidelidade, talvez não aqui...mas na eternidade.

Leandro disse...

Semana Passada também perdemos um irmão em uma ocorrência.
Ele não era simplesmente um colega de turma, era como um irmão. Um guerreiro que também amava a profissão. Rodrigo era seu nome, tenho certeza que será um anjo de Deus.

Sgt J. Silva PM/RN disse...

Parabéns ao Soldado Paes aonde estiver nas dimenções espirituais que Deus os acompanhe. À sua família, Paz, Amor e Prospreridade para suportar essa perda. Como policial que sou posso compreender mas não entender como pessoas tão boas partem tão depressa deixando saudades no coração de quem as amam, enquanto outras vivem pervessamente praticando o mal ceifando vidas como a do Soldao Paes, mas lembrem-se que Deus é maior, e nada se move se não for com Sua permição.
Um forte abraço a Família enlutada.
Sgt J. Silva PM/RN

Idervaldo Barbosa disse...

Quero deixar os meus sentimento para a família do nobre companheiro de farda que nos deixou, e que a família tenha certeza de que ele está nos braços de Deus e que um dia nos veremos.

José Ricardo disse...

Família Paes, sou eu que agradeço. O filho de vocês foi um herói, um mártir. Sua vida e sua ação jamais devem ser esquecidas. Minhas saudações e meus pêsames.

Hoje muitos choram, mas não desistem de viver.

Anônimo disse...

Fico feliz em saber q ele teve o reconhecimento de seus companheiros e de seu comandante, pois é difícil sermos reconhecidos e valorizados, aprendi q para q não sintamos frustações é necessário q aprendamos a desempenharmos nossas funções sem esperarmos o reconhecimento não só da sociedade como também de nossos comandantes que quando deveriam agir como líderes se tornam nossos chefes. Parabéns mãe pelo filho q deu sua vida tentando manter a ordem e a segurança.

Anônimo disse...

Sou PM de Pernambuco, e fiquei muito comovido com as declarações feitas por esta mãe, como muitas que perdem seus filhos para a banalidade, que hoje se encontra a segurança publica em nosso país, a sociedade deveria exigir mais de seus governantes sobre leis mas severas para criminosos que vivem ceifando vidas de boas pessoas, e o Sd PM Paes foi mais uma vitima desta banalização, porque hoje ainda existem homens de bem, dedicando sua vida para defender a do proximo, que Deus dê conforto a esta família e que abenções mas este heroi, que lutou, inclusive com o sacrificio de sua propria vida, pensando no dia amanhã melhor.

Anônimo disse...

sd. pm LUIZ- PMPB, à família de um héroi.

Estou muito comovido com este caso, posso até sentir a dor da família do nosso conpanheiro, me sinto orgulho em saber que o conpanheiro PAES era um exemplo a ser seguido. MÃE, seu filho é verdadeiramente um héroi e vai conserteza ficar na história como um exemplo de profissional. Muitos perguntan , porque só pessoas boas é que vão? Por favor não se faça esta pergunta, mas procure entender tudo com aquele que sabe todas as coisas JESUS CRISTO.
Estou muito emocionado neste momento, e o meu mais sincero desejo é que a senhora e toda a sua família procure fé e conforto em DEUS nosso criador. Fico muito feliz pelo reconhecimento de PAES na corporação, pois são poucos o que conseguen tal feito e isto é conserteza um legado que fica para todos nós militares do nosso Brasil.

Anônimo disse...

Nem sei nem como expressar minhas palavras com lágrimas no rosto,mas pode ter certeza que se ele pudesse retornar para esse mundo de dores e injustiça, ele seria policial novamente, assim como quero ser. Porquê não há nada mais prazeroso do que trabalhar no que se gosta.Pois o Amor de um verdadeiro policial a profissão fala mais alto que qualquer tristeza que a vida possa oferecer, e assim com isso contribuir para um mundo mais humano. SD PAES Seu ato de bravura e amor a policia falou tão alto que não consegui escutar suas palavras! ninguém morre quando se faz o que ama,mas apenas descansa ao lado do pai... Ass:Phellype Andrade

Wladimir disse...

Os heróis são anjos, alguma vez levantam espadas, outras flores, mas sempre, no coração carregam Deus e o Amor.

Anônimo disse...

Soldado ROCHA, PM/MA, família Paes, lhes desejo conforto, pois, a perda é incalculável mas o senhor irá fazer sua parte, que é confortá-los, mãe vc foi uma heroina e seu filho um magnífico, tenho toda certeza que os companheiros que trabalharam ao lado de seu filho são orgulhosos ter tido ele como amigo, colega de turno e especialmente como homem reto e digno de vertir nossa briosa farda, sei também que vc sempre ensinou trilhar pelos caminhos da lei, mas saiba que tudo tem seu tempo, sei que nenhuma mãe gotaria de passar pela dor qeestais sentindo, mas sei que deus reservou um lugar especial para seu filho ao lado dele. mãe lhe desejo muitas graças e que o senhor das sabedorias e d razão lhe conforte.

SD Alexandre disse...

À Família de mais um HEROI meus mais profundos e sinceros pêsames.
ORGULHOSO SOLDADO DA PMMG

Robson Teixeira de Oliveira disse...

Fico consternado com o sentimento dessa mãe e também com a certeza da pureza do amor pelo seu filho. Que Deus possa lhe confortar em todos os momentos de sua vida. A nossa família sem dúvida é o que nos faz continuar acreditando num futuro melhor para a nossa sociedade.Sou Sd da Polícia Militar do RJ. Robson Teixeira de oliveira Deus abençoe a todos!

Anônimo disse...

O que dizer de uma pessoa como o Sd Paes? Sua conduta serve de exemplo para qualquer policial, seja ele miliar ou não. Sua morte não foi em vão meu amigo. Deus deve amar demais pessoas decentes e corajosas pois Ele fez várias delas. O Sd Paes é um exemplo dessas pessoas. Sacrificou sua vida em prol de algo muito maior. Seu legado é que não devemos recuar nunca, mesmo sob perigo iminente. Somente homens muito especiais são capazes de entender essa máxima. O Sd Paes entende perfeitamente. Digo entende porque para mim ele continua vivo em nossos corações e viverá para sempre. Jamais será esquecido. À sua, família meus respeitos e sintam-se orgulhosos do ente querido que é e sempre será um herói para todos nós.

Anônimo disse...

sem palavras para expressar a dor dessa mae mais uma coisa tenho certeza ser policial nao e opcao ja nasce com esse dom sou vigilante e acredito que trabalhamos em prol da mesma causa infelismente mais um companheiro se foi mais com certeza esta nos olhando junto com o pai celestial tenho 2 filhas que as amo mais que tudo para mim seria uma honra se elas escolhecem serem policiais mae fique com deus e tenha certeza que nosso irmao paes ja esta com ele rogo todo dia pela vida daqueles que se dedicam a segurança tanto publica como a segurança privada que deus nos guie lembro como se voce hoje nos ataque daquela facçao estava saindo para o trabalho a noite e minha filha me disse pai nao vai trabalhar hoje nao aquilo me tocou muito mais nao podemos nos curvar sobre a criminalidade paes meu irmao que nao conheci muito obrigado por mostrar que nemtudo esta perdido tenha certeza que vai estar sempre nos coraçoes daqueles que lutam e combate as injustiças

Anônimo disse...

Querida mãe... que Deus lhe dê o conforto e a paciência para superar este momento tão dificil, mas tenha certeza que o seu filho não morreu em vão, o Sd Paes certamente estará do lado do todo poderoso, pois é lá que os verdadeiro herós descansam, ou seja, auxiliando o nosso DEUS nas decisões que darão rumo aos seres vivos que neste planeta estão desnorteados. com certeza o Sd Paes será uma estrela guia que nos levará a um futuro de paz e prosperidade. Força, pois nem nos desenhos animados o mau vence o bem. Abraços de um companheiro de farda.

Anônimo disse...

Quero deixar os meus sentimento para a família do nobre companheiro de farda que nos deixou, e que a família tenha certeza de que ele está nos braços do Senhor Deus e que um dia nos veremos.

Anônimo disse...

Eu Edivaldo Nem sei nem como expressar minhas palavras com lágrimas no rosto,mas pode ter certeza que se ele pudesse retornar para esse mundo de dores e injustiça, ele seria policial novamente assim como sou um policial tambem. Porquê não há nada mais prazeroso do que trabalhar no que se gosta.Pois o Amor de um verdadeiro policial a profissão fala mais alto que qualquer tristeza que a vida possa oferecer, e assim com isso contribuir para um mundo mais humano. SD PAES Seu ato de bravura e amor a policia falou tão alto que não consegui escutar suas palavras! ninguém morre quando se faz o que ama,mas apenas descansa ao lado do Senhor Deus Pai...

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo