Questão salarial - Mobilização já!

sábado, 25 de julho de 2009

Não há mais tempo para esperar de braços cruzados alguma iniciativa do governo com relação a política salarial. Estamos a cerca de um ano das próximas eleições e já passou da hora de nos mobilizarmos. Se ficarmos parados, nada vai acontecer. Se acomode na sua cadeira, respire fundo, que a nossa conversa será longa.

A maior dificuldade numa luta por melhoria salarial é convencer o profissional de que ele não está recebendo o salário que merece. É tirá-lo da apatia, da passividade. Só conseguiremos um aumento expressivo se estivermos unidos, em massa, em coro, num objetivo comum. Meia dúzia de gatos pingados não convencem nem o governo nem a opinião pública de que merecemos ser mais valorizados, tanto na questão salarial quanto nas condições de trabalho. É preciso união, perseverança e luta. Não há vitória sem esforço. Como disse Ruy Barbosa, “só é digno de seus direitos quem luta por eles”.

Se não fizermos nada, a oportunidade vai passar e nós vamos perdê-la. A partir de março é proibido reajuste salarial. Portanto, o prazo para lutarmos por nossos direitos está acabando. Não podemos ficar esperando até setembro, mês da última parcela do reajuste de 30%, senão o tempo será ainda mais curto. É preciso nos mobilizarmos já, agora, neste instante. Os “peixes podres” de iniciativa de aumento salarial por parte do governo estão cheirando muito mal. Quem sabe não espera, “quem sabe faz a hora não espera acontecer”.

Temos que lutar, seja pela aprovação da PEC 300 ou por um aumento em âmbito estadual. A PEC 300, com toda certeza, é a opção mais justa e favorável. É nada mais do que trazer justiça e isonomia salarial entre os militares dos estados da federação, haja vista que todos desempenham a mesma função. Se for para marcharmos até Brasília pela aprovação da PEC, temos que nos unir, concitar nossas famílias, e caminharmos juntos até a sede do governo federal. Falando em PEC 300, você já ligou para a Câmara dos Deputados pedindo sua aprovação. Não!? Então ligue agora, gratuitamente, para 0800 619 619, converse com o atendente e demonstre o quanto é importante a aprovação da PEC. Peça ao atendente que envie a sua mensagem para o maior número de deputados da Câmara. Ligue agora, ligue todos os dias! Peça para que amigos e parentes liguem! Repasse a todos os amigos, parentes, policiais militares e bombeiros militares. Pense em sua família. Pense na sua aposentadoria. E na hora de marchar rumo à Brasília, quero ver você entre nós.

Primeiramente, temos que nos valorizar, temos que valorizar nossa profissão. Um promotor só é bem remunerado porque ele tem consciência da importância e da complexidade do seu ofício. Conosco, tem que ser da mesma forma. Somos nós que “pegamos o boi pelo chifre”, somos nós que arriscamos, que cumprimos a missão mesmo que com o sacrifício da própria vida. Somos nós que estamos nos locais de ocorrência nos momentos mais tensos, em que decisões têm que ser tomadas em milésimos de segundo. Nós somos, verdadeiramente, os homens da lei, porque somos nós que a fazemos cumprir, a um breve aceno de mão ou por um chamado do 190. Quando um cidadão está em dificuldade, ele liga não é para o promotor ou para o juiz, ele liga é para o 190, e somos nós que vamos ao local e resolvemos o problema, restabelecemos a ordem; repetindo o que disse, mesmo que com o sacrifício da própria vida. Somos nós que nos expomos e que somos frequentemente criticados pela mídia por supostos excessos ou arbitrariedades, que não passam do uso legal e proporcional da força.

Nossa atividade exige grande conhecimento teórico e prático. Somos nós que decidimos, em situações extremamente adversas, o direito do cidadão. Somos nós que damos o primeiro embate. Somos a “ponta da lança”, os primeiros a tombar em combate. Na função de sargento e de oficial, ainda elaboramos sindicâncias, inquéritos e uma séria de outros procedimentos que demandam grande conhecimento do ramo do Direito.

Por essas e muitas outras razões, temos que nos mobilizar sim, e agora. Temos que nos unir, convocar nossas famílias e de modo pacífico e ordeiro reivindicar melhorias salariais, porque é nosso direito, é direito de todo trabalhador receber um salário à altura da complexidade e responsabilidade do cargo. Quando falo de salário, eu sempre fundamento a necessidade de sermos melhores remunerados baseando no artigo 39 da Constituição, que dispõe que os padrões de vencimentos devem observar a natureza, o grau de responsabilidade, a complexidade dos cargos componentes de cada carreira, os requisitos para a investidura e as peculiaridades da função. Ora, quer mais responsabilidade do que ter que decidir entre a vida e a morte de uma pessoa em milésimos de segundos? Quer mais responsabilidade do que ser constantemente questionado sobre o uso da força? Quer mais complexidade do que dominar uma gama de conhecimentos e atuar em situações complexas, violentas e sob forte pressão? Para ser investido na carreira, o candidato a policial tem que passar num concurso cada vez mais concorrido, composto de várias etapas, como prova de conhecimentos, exames médicos completos, teste físico e psicotécnico. São pouquíssimas carreiras que exigem tanto de um candidato. E a função policial contém peculiaridades únicas. Não temos horário para trabalhar, não temos finais de semana, feriados... Somos ameaçados de morte em razão da profissão. Nos próprios editais dos concursos quase sempre vem escrito algo assim: O desempenho das atividades policiais submetem o profissional a forte pressão externa e emocional, risco de morte, de invalidez, de contágio por doenças, de degeneração do estado de saúde mental, de lesão corporal, de responsabilidade civil, penal e administrativa. Prestou atenção? O policial está sujeito a morrer, a ficar inválido, a sofrer de doenças psicológicas, a ser preso ou ter que responder por algo que seja entendido como um erro. Não é fácil ser policial. O sistema é bruto!

Embora não possamos nos sindicalizar, temos nossas associações. Temos também nossos representantes políticos. Estão aí nossos líderes. E os líderes têm que conduzir os liderados, estar à frente deles. Urge que nos movimentemos, que demos o primeiro passo, que nos reunamos de modo ordeiro e pacífico para discutir melhorias salariais e de condições de trabalho.

Lembro que não temos FGTS, auxílio desemprego, adicional noturno, vale-refeição, auxílio transporte, auxílio periculosidade nem uma série de outros direitos garantidos ao trabalhador. Ah, também não temos o subsídio previsto pela Constituição.

Algumas polícias já estão se mobilizando. Os policiais militares do Sergipe, mediante mobilização, lograram aumento salarial de cerca de 80%. Um soldado sergipano irá receber R$ 3.012,75. Os policiais militares da Bahia iniciaram um movimento histórico, sem precedentes, chamado de “Movimento Polícia Legal”. Em resumo, os policiais baianos lutam pelo respeito e valorização profissional, pelos direitos dos policiais, por uma polícia que a sociedade deseja e merece, por melhores condições de trabalho, por um plano de carreira justo e, o mais importante, pela implantação do subsídio salarial, como determina a Carta Magna, sendo o salário base de um soldado de R$ 4.000,00.

E aqui no nosso Estado? Não vejo movimentação. Estamos calados, nossos representantes políticos estão calados, nossas associações estão caladas.

Senhores e senhoras, vamos nos levantar, vamos gritar, vamos lutar pelos nossos direitos, vamos lutar pela dignidade de nossas famílias, por isonomia salarial, pela PEC 300, por um aumento... Vamos lutar, temos que lutar...

Não há mais tempo. A hora é agora. Mobilização já!



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

27 comentário(s):

Anônimo disse...

Gostaria de sugerir a publicação das tabelas salariais de tod os Estados da Federação, acredito que isto pode incentivar os Militares Mineiros a se mobilizarem-se, mostrar o quão está defazada a remuneração da Polícia Melhor do Brasil. Sem luta não há conquista!!!

José Ricardo disse...

Para acessar a tabela salarial das Polícias Militares clique no link abaixo:

http://www.salariospm.xpg.com.br/index2.htm

Anônimo disse...

Precisamos de união, porém ninguém toma iniciativa para um movimento que lute por melhores salários.
Eu trabalho no interior. Acho que deveriam iniciar tal movimento na capital. Sendo mais fácil assim nossa adesão. Estou pronto para lutar por qualquer movimento cujo objetivo seja a busca de melhores salários e acho que todos os companheiros também. Basta alguém “dá o pontapé inicial”.

Anônimo disse...

Temos que mandar e-mail para nosso representante no legislativo estadual, temos que cobrar do sargento rodrigues, pois este tem o poder de levar nosso descontentamento ao nosso Governador.
http://www.sargentorodrigues.com.br/fale_deputado.php?tipo=fale_deputado

Bruno disse...

Olá. sr. editor. Sou policial e leio seu blog frequentemente e gosto muito de seus posts, queria saber como nós policiais de Minas nos podemos mobilizar ante a PEC 300, pois como a Constituição nos fala somos proibidos de fazer greve com pena de até perdemos nossos empregos; é uma injustiça isso, pois a PC sempre faz e veja sempre consegue o que quer. Agora se a PM fizer 1 dia de greve quero ver o CAOS que iria se instalar no Estado, só 1 dia .... Sempre repasso suas postagens através de e-mail para meus amigos. Agradeco sua boa vontade, um grande abraco!

José Ricardo disse...

Embora não possamos fazer greve, existem outras formas de sermos ouvidos. A respeito da PEC 300, podemos ligar para o telefone da Câmra dos Deputados solicitando a aprovação da PEC. Também podemos entrar em contato com nossos representantes políticos através de seus sites e cobrarmos que eles se empenhem pela aprovação da PEC. Se percebemos que eles não estamos nos ouvindo nem se movimentando, mande um e-mail para ele falando que, na próxima eleição, ele não tem seu voto nem de sua família. Também temos que mobilizar nossos companheiros, divulgar a PEC 300, e os persudiar a lutar por melhoria salarial. Temos que lutar!

Júnio disse...

Agora sim senti firmeza! Meus irmãos, vamos em frente com a luta pela melhoria salarial. Este é o melhor e único momento em que poderemos conseguir uma valorização dos PM's de Minas e de todo brasil. Telefonem para o 0800 619 619 pedindo que aprovem a pec 300 e enviem mensagens para os nossos representantes políticos estaduais. Só gritando é que saberão que estamos sentindo dor, e dói muito não ser valorizado. Vamos em frente!

Anônimo disse...

´Vamod cobrar do nosson Deputado Estadual Sr. Sgt Rodrigues, que se manifeste a respeito o SITE dele é www.sargentorodrigues.com.br.

Anônimo disse...

Pena que o Cb Júlio não está na assembléia legislativa de minas gerais, pois ele é um verdadeiro brigador, mas mesmo assim vamo contactar com o mesmo através da câmara de vereadores de Belo Horizonte, pois tenho certeza que ele irá a público se manifestar. Força para todos nós e que consigamos acordar o gigante adormecido.

Anônimo disse...

José Ricardo, tenho uma ideia para que a mobilização se torne mais forte, e cause um espanto nas lideranças politicas mineiras. Os Batalhões de minas se mobilizem em juntar homens dispostos a serem um Cabo eleitoral contra os politicos que não querem nos valorizar, sendo utilizado um site que mostre numeros reais de pessoas de cada municipio mineiro. Imagine só, cada municipio mineiro tem um Policial Militar, imagine cada um conquistando no minimo 10 simpatizantes a nossa causa, quantos seriam ao todo, isso fora os parentes e amigos.

Anônimo disse...

Companheiros fico feliz em saber que nossos irmãos de farda dos estados do Sergipe e Bahia estão sendo valorizados,tendo um aumento significativo em seus salários,mas agora é a nossa vez ,não podemos ficar apenas festejando vitórias de outras forças policiais,enquanto a nossa ,uma das melhores policias desse país sofre com o descasso dos governantes.Temos que nos mobilizar sim,pois merecemos,e precissamos de um vencimento compativel com nossa função que diga-se de passagem é uma das mais complexas ,para poder dar o minimo de dignidade para nossas familias.Mobilização Jà,força PM de minas.PEC300 JÀ!!!!!!E contamos com o apoio das forças policiais de outros estados.

Ednaldo Ferreira disse...

Quero externar meus desejos, no que diz respeito ao nosso serviço, nossa policia militar baiana. O sistema por aqui também é bruto. Como bem disse, temos que nos unir e lutar pelos nossos direitos. Nossas reivindicações só surtirão efeito com a união de todos, indistintamente, quer seja soldado, cabo sargento ou oficial. Um dia os senhores representantes do povão ainda vai se sensibilizar com a atual situação em que vivem os policiais brasileiros, inclusive os baianos. Há sempre esperança que um dia algo vai mudar, e que mude para melhor, não podemos é ficar do jeito que está. Obrigado a vocês que são iluminados por Deus, cada mensagem que me enviam me estimula a caminhar, a palmilhar este caminho íngreme...

Anônimo disse...

Olá, a luta salarial não é apenas uma questão de valorização do profissional, é muito importante também para a valorização da pessoa, pois os riscos e as situações pelas quais passa aquela pessoa que veste a farda merecem o devido reconhecimento e valor da sociedade. A união é essencial para que consigamos atingir esse ideal. Venho dialogando na minha unidade e ambiente social em busca de mais adeptos a favor dessa luta. Ainda tenho receio em algumas situações. Uma dúvida que tenho é se a panfletagem seria ilegal da nossa parte. Vejo que esse artifício é muito interessante para a luta e pode ser distribuido pelas ruas para que a população tome conhecimento sobre esse assunto. Uma coisa já farei desde já, ligarei e divulgarei o telefone do congresso para todas aquelas pessoas que puder. Um grande abraço e...Vamos a luta pelos nossos companheiros e nossas famílias.

Anônimo disse...

o aecio pode dar 100% de aumento que eu voto contra. eu quero que ele saia candidato pra eu ver ele se ferrar pelo menos uma vez.

Anônimo disse...

NOS ENFRENTAMOS TODOS OS PROBLEMAS DA SOCIEDADE E NÃO SOMOS VALORIZADOS TA NA HORA DE MUDAR.
NOSSAS FAMILIAS TEM Q VIVER COM MAIS DIGNIDADE, NOS MILITARES MERECEMOS ISSO, LUTAMOS CONTRA BANDIDOS, DOENÇAS, IMPRENSA,
TUDO REMA CONTRA NOS, ENTÃO É MAIS Q JUSTO Q O NOSSO SALARIO SEJA PELO MENOS DIGNO.
VAMOS LUTAR, ABRAÇO A TODOS COMPANHEIROS MILITARES.

Anônimo disse...

VIVA A POLICIA MILITAR DE ENGº CALDAS,
NOS MERECEMOS RESPEITO.

Anônimo disse...

O mais interessante da nossa PMMG e acho que na maioria das policias militares do Brasil! Tem muito praça que não está nem aí para melhoria salarial! "Dizem que o estado não tem condições, que nunca veremos melhorias e tal!!" Mas tambem não fazem merda nenhuma, nada pela luta de melhoria salarial e acima de tudo dignidade para trabalhar! E ficam enchendo o saco dos mais novos: "Na minha época eu comi bosta de cavalo etc e tal.. vcs estão querendo demais..." Então fica difícil! Quanto mais tempo fico na PMMG eu penso que nos merecemos mesmo é ganhar nem salário minimo! Desculpem minha raiva, mas tem colega que é muito covarde e imbecil! Que não tem honra! Mas gente ainda acredito na PEC 300! Vamos lutar!!

Anônimo disse...

A PMRN está de braços dados com Sergipe e Bahia!!
Dia 1 de agosto está ai, esperem para ver!!!

Antônio disse...

INFELIZMENTE NÓS, FUNCIONÁRIOS PUBLICOS, PRINCIPALMENTE POLICIAIS MILITARES, SOMOS TRATADOS POR NOSSOS GOVERNANTES, COM TODO DESCASO. GERALMENTE EQUIPARAM NOSSOS SALÁRIOS, COM CATADORES DE LATINHA, DE PAPELÃO (SEM MENOSPREZAR TAIS FUNÇÕES), NOS NIVELANDO POR BAIXO. JAMAIS OUVI QUALQUER POLÍTICO DIZER QUE DEVERÍAMOS TER SALÁRIOS A NÍVEL DE JUIZES, PROMOTORES, POLICIAIS FEDERAIS, ALÉM DE OUTRAS TANTAS FUNÇÕES BEM REMUNERADAS. PARTICULARMENTE NÃO ACREDITO EM PEC 300, APESAR DE JÁ TER FEITO MINHAS LIGAÇÕES PARA O CONGRESSO. NÃO ACREDITO EM BOA VONTADE DE GOVERNADOR, DE INTERESSE DE DEPUTADO NENHUM, EM PROL DE NOSSA FUNÇAO MILITAR, DE NOSSO PAPEL JUNTO A SOCIEDADE. AFINAL, JÁ NÃO ACREDITO EM NADA MAIS. VIVO UM DIA APÓS O OUTRO. SOU CONTRA TUDO E A FAVOR DO NADA. O MUNDO É MEDÍOCRE, O PAÍS É RIDICULO.

Anônimo disse...

Boa tarde a todos sou da pmpb, e quero dizer que as coisas por aqui andan bem com relação a pec 300, por exemplo, em visita ao Estado o presidente da República esteve na cidade de Campina Grande-pb, e que ouve aqui uma mobilização em prol da pec 300, uma caravana composta de policiais e familiares aconpanharan de perto toda a locomoãço do presidente pedindo a este o andamento e aprovação da pec 300. É assim cada um fazendo sua parte sem desistir. Que este exemplo seja seguido em todo o Brasil. As oportunidades são poucas e as vezes únicas, devemos aproveita-las. Viva a pec 300.

Anônimo disse...

neste país os governantes são homens amantes de si mesmo,sem honestidade,avarentos,corruptos e não possuem temor a Deus nem a seus semelhantes e muito menos por nós pm´s que arriscamos a vida e recebemos tão pouco.não consigo mais acreditar em nada neste país.apenas na justiça de Deus.

Anônimo disse...

Nosso efetivo no estado e muito grande temos nossos familiares e amigos, é so usarmos um pouco a nossa inteligencia e na proxima eleição nos dividirmos territorialmente, e escolher um representante em cada area e este blog pode trazer o mapa, e assim nos unirmos e lutarmos, pela nossa dignidade. Mais temos que nos unir. e assim seremos mais fortes.
D...

Anônimo disse...

Tenho pensado bastante e cheguei a conclusão que realmente em Minas Gerais,os militares são mal remunerados.Como não somos regidos pela CLT,(coisa que não é o foco da discussão),mas cabe ressaltar que nao ganhamos nada refrente a adicional noturno,periculosidade ,insalubridade,horas extras,etc.Comparando a economia do Estado De Minas Gerias,com a economia de estados menos desenvolvidos como Sergipe e Alagoas,ainda estamos em desvantegem salarial.Fora a PEC 300,que causa alvoroço e especulações no nooso meio de trabalho,incitando-nos a sede por aumento e a ilusão de um reajuste tão alto.Vamos nos mobilizar e lutar por um reajuste digno e justo,nao vamos esperar a aprovação de um Emenda Constitucional só para encher nossos olhos de esperança.Nosso tempo está acabando,se nada for feito até março,teremos que esperar até o ano de 2011.Cabe relembrar também que o Estado do Rio de Janeiro teve um aumento monstruoso para os militares.Nada mais justo,pois exercem uma função que merecem dignidade.Mas exercemos função semelhante,e creio que também devemos lutar por um soldo justo e satisfatório.Um abraço a todo e vamos a luta.

Blogdan disse...

E os Aposentados... como ficam as Aposentadorias e as Pensões? Nós APOSENTADOS estamos à beira de um colapso. A situação está PRETA!!! . Alguma voz precisa se elevar em favor dos Aposentados. Sr. Deputado dos Aposentados, quando o senhor vai começar a agir....
Daniel Gomes

Anônimo disse...

É por receber tão pouco que muitos policiais se subornam,chegam a virar bandidos fardados e nós população não temos confiança na policia,isso não sustifica,mais infelizmente é por essas e muitas outras coisas que nós queremos que esse pec 300 seja logo aprovado e posto em pratica,não adianta ser aprovada e não sair do papel.

Anônimo disse...

Os policiais são tudo cagão,tem medo do governador eos oficiais também ,porque não fazem uma paralização e poem o exercito nas ruas, será que eles tem condição de por ordem na cidade do rj, só assim darão valor a essa classe tão mal paga

Zilda disse...

"TODA A SOCIEDADE ESTÁ CONVIDADA A PARTICIPAR !
Vamos informar aos nossos contatos , ESSA É A HORA de mostrar nossa força NACIONAL , é só divulgar e comparecer civicamente , terás orgulho de bater no peito e dizer : " EU SOU UM CIDADÃO ATIVO DEMOCRATICAMENTE , FIZ A MINHA PARTE " .
MARCHA CÍVICA PEC 300 NA AV. RIO BRANCO
DIA 25/01/10 ( SEGUNDA-FEIRA ) ÁS 16:00 HORAS
DA CANDELÁRIA AO ATO PÚBLICO NA CINELÂNDIA
TRAGA A FAMÍLIA , AMIGOS E OS SIMPATIZANTES
VENHA DESARMADO FÍSICA E ESPIRITUALMENTE
LEMBRE-SE : " SEM LUTA NÃO HÁ VITÓRIA "
PEC 300 - EU ACREDITO - DIGNIDADE JÁ !
QUE DEUS NOS ABENÇOE "
PEC 300 APROVADA OU GREVE:
http://capitaoassumcao.blogspot.com/

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo