PEC 300 - Dia 28 de outubro, grande caminhada em Belo Horizonte

domingo, 11 de outubro de 2009

No dia 28 de outubro, às 13 horas, ocorrerá uma audiência pública na Câmara Municipal de Belo Horizonte sobre a PEC 300 e, em seguida, uma grande caminhada pelas ruas da capital. O Cabo Coelho, presidente do CSCS, está organizando caravanas das cidades de Governador Valadares, Montes Claros, Ipatinga, Juiz de Fora e Manhuaçu, a fim de fazer dessa caminhada a maior das que já aconteceu no Brasil em favor da aprovação da PEC 300.

Vale lembrar que, em Belém do Pará, a caminhada liderada pelos Deputados Major Fábio e Capitão Assumção reuniu mais de 15 mil pessoas. Na caminhada em Belo Horizonte, torço para que esse número seja superado. Eu vou estar lá, a menos que me escalem no horário. Companheiro, quero ver você entre nós nessa grande mobilização. Divulgue e participe! O que era um sonho está cada dia mais perto de se tornar realidade...

Saiba mais em:



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

3 comentário(s):

Anônimo disse...

trabalho de seg á sexta , espero que os policiais que não estiverem trabalhando , compareçam na caminhada. o ideal era todos os policiais comparecem.

Anônimo disse...

CHEGOU A HORA vamos nos unir para travar mais essa batalha e sairmos vitoriosos no final. A caminhada da PEC 300 aqui no PARÁ foi paidegua eu estava la e sai de la acreditando que juntos vamos fazer a diferença. CB PM/PA ELIZEU

Anônimo disse...

Os inativos bem que poderiam ser mais atuantes e participativos nas discussões dos interesses dos militares da ativa.
Pois bem, se estão tão preocupados com a paridade, deveriam também se preocupar e debater os efeitos danosos a nossa passagem para a inatividade, quando muitos que passam para a reserva voltam como reconvocados.
O pretexto da reconvocação, além de ser uma maneira de explorar a mão-obra barata, contribui ainda para a desvalorização de nossa profissão, na medida que sua remuneração é somente 1/3 dos vencimentos.
Sem contar ainda, que esta medida administrativa não colabora muito para reduzir os altos índices,de criminalidade, e acaba por se transformar em um laboratório para avaliar a capacidade de uns poucos, que certamente pouco trabalharam na Gloriosa, com reflexos em possíveis mudanças em nosso tempo de serviço, já que a regra geral é da aposentadoria aos 35 anos de serviço.
Este um dos motivos mais fundamentais para que as mulheres policiais e bombeiros militares possam conquistar o direito a aposentadoria aos 25 anos de serviço.
Pensem e tomem partido, companheiros da reserva e reformados.

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo