Sobre as ações terroristas no Rio de Janeiro

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Não se fala em outra coisa na mídia senão na "crise" de violência no Rio de Janeiro. Um helicóptero ser abatido é verdadeiramente algo que se vê somente numa guerra. A que ponto chegou. Que vergonha para o nosso país! Absurdo! E maior absurdo não seria o salário pago aos PMs do Rio? Dá vontade de despejar neste texto tudo o que me revolta, mas ainda existem muitas amarras...

Hoje, mais um tripulante da aeronave morreu. Teve 80% do corpo queimado. Deu a vida para salvar os companheiros que estavam em dificuldade na favela, e estes (os companheiros) combatiam o tráfico de drogas. Por que combater o tráfico? Eu já refleti muito sobre isso. Pensava se valia a pena dar a vida para tentar ao menos controlar a epidemia das drogas?

Além de pensar, também já lutei muito contra essa praga. Era toda noite incomodando os traficantes. Na verdade, fiz poucas prisões e apreensões relevantes. Sem informações de qualidade, é difícil. Na lei da física, tem-se que, "mais trabalho, menos força". Na serviço policial, tem-se que, "mais inteligência, menos força e menos trabalho". Sem inteligência, despendi muita força e muita energia que geraram poucos resultados. No fim, fiz das palavras do ex-Capitão do BOPE Rodrigo Pimentel as minhas:

Você aperta este morro aqui, eles espirra pro do lado.Você aperta o do lado, eles espirra pro do outro. Então, é uma guerra sem fim! Por mais que toda noite você vá lá... Durante duas semanas o BOPE matava um traficante ali (morro); apreendia uma pistola, matava um traficante, apreendia um fuzil, matava um traficante... Resolvia alguma coisa? Não resolvia nada... Não resolvia NA-DA!

Acabo de ouvir no Jornal Nacional o pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Presidente da República. Ele disse que vai fazer de tudo para reverter esse quadro. Bom, o primeiro passo seria aprovar a PEC 300 ou ao menos elevar os salários dos policiais. Sua Excelência também disse que os traficantes são "meia dúzia". Só quem está lá ponta da linha sabe o número real de traficantes. Põe "meia dúzia" nisso...

Não quero mais falar sobre essas ações terroristas no Rio de Janeiro, esse verdadeiro caos. Veja as cenas de guerra. As imagens falam por si só.



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

7 comentário(s):

leonardo cordeiro disse...

O que mais falta nesse barril de pólvora ja explodido? Seria cômico se não fosse trágico,mais quantos irmãos precisarão morrer para que alguém olhe por nós!!!

Ferreira disse...

Bom dia. O que está acontecendo nas cidades do Rio de Janeiro, Salvador, Belo horizonte, Recife, é o reflexo do descaso das autoridades públicas com a segurança. É muito bla bla bla, ôba ôba, mais ação das autoridades políticas, é uma negação. No dia que esses traficantes começarem a matar políticos, juízes, promotores, eles irão tomar providências. Acorda, Presidente! Meia dúzia é uma brincadeira, somente quem está no terreno é que sabe o tamanho do câncer...

Jovani disse...

Olá, Ricardo! Te desejo um ótimo fim de dia e o resto da semana de proteção e paz. O que está ocorendo no Rio de Janeiro é a inicial de uma guerra civil, pois foi justamente assim que outras no passado começaram. Quero me solidarizar contigo, uma vez se fala que o governo federal irá doar um outro helicóptero para a PM, mas subestima-se quando dizem que são meia dúzia de traficantes, o que não é verdade. No entanto o mais importante não se escuta, que seria um plano de cargo e salário e carreira para vocês, promovendo assim os baixos salários, a falta de estrutura e de valorização profissional como um todo. A PEC 300 seria uma oportunidade de corrigir todas essas deficiências tão maléficas ao desempenho dos policiais do Rio de Janeiro, podendo ser copiada para todas as categorias de policiais militares e civis. As polícias estaduais são consideradas despesas, quando na verdade são investimento de alto valor e necessário. No Brasil, falta patriotismo, mas sobra... Você sabe o que é. Grande abraço. Até a proxima.

PM do RN disse...

Caros companheiros, aqui no RN não está diferente do RJ. Neste final de semana um traficante matou um guarda patrimonial na porta do colégio aqui em Natal. O guarda era um PM da reserva, que depois de 30 anos de serviço o policial, para não passar por dificuldade finaceira, foi para esta guarda, sem equipamento joga nas escolas do governo. Seria bom que agora o presidente, que diz que governa para a classe pobre, se empenhasse na aprovação da pec 300, já que ele comparou os policiais brasileiro a Deus. Meus parabéns pelo mais completo blog policial do brasil.

Anônimo disse...

Argemiro Lopes - Cap PM QOR de MG
O Governo Federal vem tratando a Segurança Pública como um problema local onde cada Estado se vire como pode. O Brasil é um Pais e todos são responsáveis pela Segurança Pública, conforme preve a Constituição Brasileira. "Dever do Estado e Direito de Todos". Mas ai esta a definição do Estado A NAÇÃO e não o Estado membro como o Rio de Janeiro e outros. o pior de tudo que os policiais do Rio de Janeiro estão entre os piores salários que recebem no Pais.

Anônimo disse...

Meu Deus!!! aonde chegamos? por que as autoridades que só ficam falando besteiras, utilizando o momento de dor das famílias dos nossos irmãos de farda que se foram de forma covarde, cruel e desumana para se auto promoverem com promessas vazias de mais homens, mais helicópteros, mais armamentos, bla bla, bla bla...... não levem a sério a situação de uma verdadeira guerra civil, começando a investir no material humano, melhorando os salários e as condições de vida para os familiares desses verdadeiros guerreiros, que travam diariamente uma luta com o intuito de aniquilar o mal que assombra o cidadão de bem. Até agora não presenciei nenhum representante dos direitos humanos prestar condolências às famílias das vítimas, que com certeza já foram nas delegacias verificar se os bandidos foram maltratados, ou pelo menos olhado de forma diferente por nossos policiais, uma verdadeira inversão de valores. UM forte abraço nas famílias dos nossos heróis que cumpriram o juramento "defender o cidadão mesmo com o sacrifício da própria vida" mas podemos ter uma certeza que nem mesmo nos desenhos animados o mau vence o bem, pois certamente nossos companheiros estarão do lado do nosso pai celestial, descansando um pouco desse nosso serviço estressante e sem o mínimo reconhecimento das autoridades competentes; bem como da maioria da nossa sociedade, que nos dão valor na hora de pedir socorro, depois que é salvo, voltam a jogar pedras... força companheiros....

Anônimo disse...

Olá! Quero parabenizar a atuação desse blog diante das constantes ocorrências policiais expostas com o objetivo de simplificar e nortear o profissional de segurança pública, quando no atendimento de ocorrências rotineiras ou dos sinistros que por hora venha a acontecer.Em particular, adoto os principios legais mediante a necessidade do serviço.

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo