PM defende regulamentação do bico

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

* Pâmela Reis

O coronel André Vianna da reserva da Polícia Militar de São Paulo defende a controvertida prática do bico – atividade fora do horário de serviço – entre policiais militares da ativa. Segundo Vianna, o problema não está no serviço em si, mas na falta de regulamentação da atividade.

“O bico prejudicial é aquele que está ligado à área de segurança e coloca em risco a vida do policial e das pessoas que ele está protegendo”, afirma o coronel. “Por exemplo: aquele policial que trabalha sozinho, armado, sem colete e sem rádio na porta de um estabelecimento comercial que pode ser assaltado. Muitos policiais morrem justamente no bico”. Ele sugere que a prática seja regulamentada, controlada e exercida “dentro de determinados parâmetros”.

Vianna cita o exemplo de Miami Beach, cidade americana onde a própria corporação administra os bicos: a polícia recebe pedidos de serviço extra da comunidade e os distribui entre os profissionais que se candidatam. Do valor pago, 70% vai para o bolso do policial e 30% ficam com a instituição e são investidos em policiamento, munições etc. “O interessante é que isso aumenta o espectro policial. O contrato [do serviço extra] estabelece que diante de um delito que atinja a comunidade, aquele policial pode ser acionado”, comenta Vianna.

O coronel conta que a prefeitura de São Paulo firmou acordo recente com o governo do Estado para que policiais militares trabalhem fora do turno regular, fazendo policiamento, custeados pela própria prefeitura. “Isso não deixa de ser um bico pago por outro patrão, que é a prefeitura”, comenta.

Para André Vianna, é preciso dar atenção especial também às jornadas de trabalho desses profissionais. “O policial precisa procurar descansar, e isso não impede que ele venha a fazer qualquer outra atividade”, observa. Atualmente o policial tem o dever de estar 24 horas à disposição da comunidade, mesmo fora de seu turno. Na prática, cada polícia estabelece seu regime de trabalho. O coronel acredita que, respeitados os períodos de descanso mínimos, não há empecilhos à prestação de serviços extras.

* Pâmela Reis é estudante de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero. Concluiu recentemente um curso sobre jornalismo em situações de conflito armado ou outras situações de violência. Maiores informações sobre o curso podem ser obtidas no link abaixo:



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

16 comentário(s):

Anônimo disse...

Em relação ao famoso bico, acho que o deveria ter um serviço dentro da própria corporação que na folga dos policiais pagassem um valor extra e que cobrisse o que eles recebem nos bicos, seria uma forma de bico legalizado e dentro da própria instituição, o policial teria mais segurança e trabalharia de forma voluntária nos extras, seria em estabelecimentos e outros.

dextermilian SD disse...

para mim o bico é errado! o bico só existe porque o nosso salário é uma miséria! nunca precisei de bico , por graças a minha situação finaceira não estou tão desesperado por dinheiro! mais o militar que tem filhos e ainda paga aluguel , sem chances esse tem que ralar muito mais , só com o salário dele não dá para pagar os gastos do mês.

Adilson disse...

Aqui em Ssanta Catarina já tiveram essa famigerada idéia,ainda bem que não foi avante.Ao invés do estado remunerar melhor e melhorar o equipamento inclusive contratando mais pessoal,está querendo que mais uma vez o povo pague por incompetência dos governantes,senão vejamos:Somente os mais afortunados terão seu comercio bem guardado com o uso da maquina pública.

Anônimo disse...

ASSISTI TROPA DE ELITE 2, E DIGO-LHES QUE QUEM FAZ BICO REALMENTE SAO OS OFICIAIS, OS PRAÇAS, QUE FAZEM POLICIAMENTO EM PONTOS COMERCIAIS E DEIXAM OS BAIRROS A MERCÊ DOS BANDIDOS, SÃO COLOCADOS EM SERVIÇO ATRAVES DAS ESCALAS DE SERVIÇO FEITAS PELOS OFICIAIS, E QUANDO UM CIDADÃO RECLAMA DE NÃO VER NENHUMA VIATURA PASSANDO EM SEU BAIRRO, OU DEMORA PARA CHEGAR EM UMA OCORRÊNCIA, ELES SE DEFENDEM DIZENDO QUE NÃO HÁ EFETIVO SUFICIENTE. ASSIM NÃO TEM CEL. NASCIMENTO QUE DÊ JEITO.

Anônimo disse...

É uma forma de você melhorar o seu orçamento do mês,eu particularmente não tenho nada contra desde que, o policil tenha o devido amparo.

Anônimo disse...

alguém já viu alguém que recebe bem fazer bico?
ele vai é passar o tempo com sua família , descansar , aproveitar o tempo para juntar forças! a nossa profissão já é cheia de stress! vc vai sair do seu turno de serviço e vai pular em outro ! para ! vamos gente somos policiais , devemos ser exemplos na sociedade ! devemos ser respeitados ! quem faz bico é porque precisa!

Anônimo disse...

Queria ver policia fazer bico aqui em Caratinga, escala 12x24 e na folga chamada extra

Anônimo disse...

CHEGO A NÃO ACREDITAR QUE ESTÃO PROPONDO ISSO. DEVE HAVER É AUMENTO SALARIAL, MELHORIA DE CONDIÇÔES, POLICIAL JA TEM UMA CARGA HORARIA INCONSTITUCIONAL, UM SALARIO BAIXO. É UMA VERGONHA FALAR EM BICO... QUE VERGONHA....

Anônimo disse...

Sem sombra de dúvidas, a proposta deveria ser por melhor salario e não legalizaçao de bico.O policial já tem encargos demais para se submeter a esse tipo de serviço extra.Salario digno é disso que os policiais estão precisando!

Anônimo disse...

reajute salaria juto ja e o que prcisamos. um dia espero que apareça alguem para valorizar o homem

Anônimo disse...

aqui em minas as coisas são estranhas. proibem e condenam o bico e mandam-nos nas nossa folgas apurar as tais malditas sindicancias ou porcarias do tipo. certamente uma incoerencia. além disso juiz e promotor faz bico dando aula, na area dele. logo não há dano nenhum se nós prestássemos serviço fazendo o que sabemos, para conforto nosso e de nossos dependentes.
anonimo.

elias m barbosa disse...

O bico so interessa aos Oficiais e Delegados, que são os donos das seguranças.Que ao se pagar mal ao policial, o mesmo tende a se sacrificar para dar uma melhor condição a sua familia.Que considerando que um policial armado e com uma carteira oficial,permite ao dono da segurança, deixar de contribuir para o inss,dar o 13 salario e permite tambem auferir lucro ludibriando o fisco.Considerando que um policial mal remunerado,cansado e estressado não tem equilibrio fisico e mental para tomar decisões acertadas.Considerando estes motivos toda a sociedade deveria condenar o Bico;obrigando a administração a promover um programa de melhoria salarial,quando então a população poderia cobrar uma atitude humana e responsavel do cidadão policial militar e civil

Anônimo disse...

REALMENTE OS POLICIAIS FAZEM BICO PARA OS COMANDANTES QUE POEM A VIATURA ONDE BEM ENTENDE ,VIATURA ESTACIONADA EM UM SO LUGAR ALGUEM TA RECEBENDO ALGUMA COISA NAO E POSSIVEL

Anônimo disse...

SOU 1ªSGTPM DO ESTADO DE SÃO PAULO:AQUI EM SÃO PAULO, O GOVERNADOR GERALDO ALCKIMIN,COM O AVAL DO CEL CAMILO, QUE JA ESTA COM A SUA CAMA FEITA PARA PASSAR PARA A INATIVIDADE, ELE JA TEM UM CARGO POLÍTICO PRONTO PARA QUANTO PASSAR PARA A INATIVIDADE. NOS POLICIAL MILITAR NÃO QUEREMOS OFICIALIZAR O BICO QUEREMOS UM SALARIO DIGNO

Anônimo disse...

NÃO SENHOR CEL ANDRE VIANNA DA PM DE SÃO PAULO O SENHOR DEVERIA DER VERGONHA DE DEFENDER A PRATICA DO BICO,NOS QUEREMOS UM SALÁRIO DIGNO,PARA PODER DAR UMA VIDA MELHOR AOS NOSSOS FAMILIARES,PODER ESTUDAR OS NOSSOS FILHOS.QUANDO PASSARMOS PARA A INATIVIDADE APOS 30 ANOS DE TRABALHO PODERMOS REALMENTE DESFRUTAR DE UMA VIDA DIGNO.
SENHOR CEL, MEU NOME E WALDEMI DOS SANTOS,SOU 1ªSGTPM DE SÃO PAULO,MORO NA CIDADE DE TAUBATÉ NO ESTADO DE SÃO PAULO, NO VALE DO PARAÍBA,PESO AO SENHOR QUE PENSE MELHOR NESTA ARMADILHA, QUE O CEL CAMILO, E GOVERNADOR ESTA APRONTANTO PARA NOS. OS MEUS RESPEITO SENHOR CEL.

Tropa da Elite Paulista disse...

Agência Estado
SÃO PAULO - Pesquisa Datafolha publicada hoje coloca o pré-candidato do PRB, Celso Russomanno, na liderança da disputa pela Prefeitura de São Paulo em quatro dos cinco cenários consultados. Russomanno só não venceria a eleição, se ela ocorresse hoje, em caso de disputa contra o ex-governador José Serra (PSDB), que tem dito ao seu partido que não concorrerá à sucessão do prefeito Gilberto Kassab (PSD).
O maior porcentual de intenção de voto conseguido por Russomanno ocorre quando o deputado federal Ricardo Tripoli é colocado como o candidato tucano na corrida eleitoral (21%), e o menor (17%) é quando Serra aparece como o nome do PSDB. Nesse cenário, o ex-governador recebeu 21% das intenções de voto. Exceto Serra, os demais nomes do PSDB variam entre 2% e 6%.
Nos cinco cenários pesquisados - cada um com um nome diferente do PSDB - o pré-candidato do PT, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad, vai de 4% a 5%. Gabriel Chalita (PMDB) recebeu entre 6% e 9% das intenções de voto e Netinho de Paula, do PCdoB, aparece com porcentual que vai de 11% a 13%, sendo que em todos os cenários ele apresentou queda em relação à sondagem anterior (ainda que dentro da margem de erro).
José Serra tem, de acordo com o Datafolha, rejeição de 33% dos eleitores consultados, atrás apenas de Netinho de Paula, com 35%. O deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (PDT), tem rejeição de 20% dos pesquisados, enquanto Russomanno aparece com 12% e Chalita com 11%, o mesmo porcentual verificado para Haddad (11%).
A pesquisa DataFolha foi realizada nos dias 26 e 27 de janeiro com 1.090 eleitores da capital paulista. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. A sondagem está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número 00001/2012. Observação os eleitores de SP vão dar uma resposta nas urnas, nas eleições p/ Prefeito, reprovando as ações desastrosas de Gilberto Kassab e Geraldo Alckmin, o emprego do choque da PMESP é para reprimirem criminosos e não ações violentas contra a denominada classe diferenciada e excluída pela burguesia. A PMESP foi privatizada (para a Prefeitura) onde deixou de ser Força Pública – ao alcance de todas as classes sociais, a PM polícia dos milionários, deve cumprir o seu papel sempre respeitando o ser humano conforme reza o artigo 5º dos direitos e garantias da Constituição Federal, o bico delegada exige que policiais sejam truculentos (modelo da ditadura militar) A operação Pinheirinho, foi um ato desastroso sabemos que a PMESP, deve urgentemente voltar para suas atribuições sem a necessidade do bico ofertado pelo atual prefeito com aprovação da PEC 300. Por outro lado, (após o relato de Cacco Barcellos – no livro ROTA 66 - A História da Polícia que Mata) a sociedade não aceita ações que não condiz com a realidade – onde são sempre vitimados negros nordestinos e demais excluídos da alta sociedade paulista, com agressões exageradas contra estudantes da USP, Cracolândia e a reintegração de posse no (Pinheirinho - são cidadãos pacatos que ali residem há 10 anos e Geraldo Alckmin, não preparou moradias após o despejo) Enquanto Bombeiros são agraciados com medalhas por ter salvo vidas,a tropa do choque é agraciada por ter matado e agredido o cidadão comum (desarmado) é um contraste - enquanto um salva, o outro preoculpa-se em matar.A instrução das academias da PMESP são ultrapassadas não respeitam os direitos humanos por ter Fórum privilegiados (TJM Tribunal de Justiça Militar) Crimes contra o cidadão devem ser julgados pela justiça comum,com apoio da Polícia Cientifica,em busca da verdade (tiroteios forjados não é mais possível na era da tecnologia.A PEC 300 sem dúvida é necessária aos bravos Bombeiros e Policiais que honram a sua tarefa apoiando a sociedade,todos pagam impostos e não apenas a Elite Paulista.Efeitos colaterais do bico delegada,mostram sintomas desastrosos é lamentável.

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo