Profissão ou escravidão?

domingo, 12 de dezembro de 2010

Às vezes, eu recebo alguns e-mails de policiais militares relatando absurdos, faltas de respeito, tratamentos desumanos para com o profissional. Alguns e-mails me fazem pensar que os militares vivem num regime de escravidão, num estado de exceção. Vejam só o teor da última mensagem que recebi (Obs.: troquei o nome da instituição por “?”):

Boa noite!
Caro companheiro, sou Sd da ? e gostaria de saber sobre a carga horaria especifica para a area operacional, pois o que acontece ultimamente no Dst ? onde trabalho, é sem condição, um desrespeito com a pessoa humana. Tem tres concorrendo a escala operacional trabalhando um plantão de 24 hs tendo 24 hs de descanso, mais um sobre aviso das 08:00 as 18:00hs fardando e trabalhando ate as 00:00hs e 08:00hs quando assume o plantão de 24hs, não sei como recorrer tendo em vista q a legislação da ? só fala sobre carga horaria mínima. Peço encarecidamente um caminho que posso seguir!

Leitores do blog, quando falo sobre a desmilitarização, vem sempre alguns dizendo que iríamos perder muito com isso. Certo, mas me diga se situações como a descrita acima não acontecem, no serviço público, somente em instituições militares, cujos profissionais sequer podem ter um sindicato para reivindicar direitos míninos, como uma carga horária. E, falando com toda sinceridade, isso que o companheiro relatou é uma extrema falta de respeito para com o ser humano!!!!! Os vários pontos de exclamação são para tentar expressar, de forma escrita, meu grito de indignação.

Estamos nos tornando escravos conformados. Ninguém reclama; e também reclamar para quem, já que o direito trabalhista não existe para nós, quanto mais uma Justiça do Trabalho...

Refiro-me a escravidão, pois não é só em destacamento que o militar sente que estão tirando sua vida. Eu sou sargento e uma grande indignação que tenho é quanto aos encargos, ou melhor, sobrecargos. Nós subtenentes e sargentos estamos nos tornando escravos conformados, passivos. Ora, temos que nos unir para acabar também com esse absurdo.

Não pensem, senhores e superiores, que é somente eu que estou reclamando. Não, negativo. Essa é uma reclamação que ouço frequentemente de muitos sargentos, mas essas queixas não têm para quem ser direcionadas. Vamos reclamar para quem? Para o senhor comandante? Será que Sua Senhoria vai atender nossos apelos, ou será que vai rir de nossa cara...?

Eu já sugeri, em outras postagens, que fosse criada uma equipe em cada Unidade para cuidar desses encargos referentes a procedimentos administrativos. Não vou ficar repetindo o que já disse. Clique aqui e aqui para saber minha opinião sobre o assunto.

Ontem, um sargento me disse, durante uma conversa, uma coisa muito interessante. Ele falou que tinha vontade de dizer o seguinte para o superior: "Superior, se o senhor quer tirar a sua vida, ok. Mas, por favor, não tire a minha". Ao termo vida, ele se referia às outras vidas além da profissional, como e principalmente à vida familiar.

Existem superiores que se dedicam 24 horas à polícia e querem que seus subordinados façam o mesmo e, ainda por cima, consideram isso totalmente normal. Então, eu faço minhas as palavras do companheiro. Superior, se o senhor quer tirar a sua vida, ok. Mas, por favor, não tire a minha. Não tire a minha, pois minha filhinha está para nascer e eu quero curti-la muito. Superior, após sair do serviço, eu não quero nem me lembrar da farda, então, por favor, não me incomode. Superior, quando eu estiver na minha casa, não quero nem pensar em prazos de sindicâncias, não quero ler procedimentos administrativos nos quais vou ter que dar parecer no CEDMU, não quero usar meu computador pessoal para fazer o relatório final do RIP, muito menos usar meu telefone particular para tentar contactar testemunhas que devam ser ouvidas em procedimentos sumários. Superior, quando eu não estiver no quartel ou numa viatura, eu quero estudar, ler meus volumosos livros de programação, ou meus agradáveis livros literários, ou simplesmente ficar em paz com minha família, conversando com minha esposa ou brincando com minha filhinha que está por vir. Superior, eu só quero viver.

Voltando a questão dos destacamentos, saibam que eu sei muito bem como é a vida dos profissionais que trabalham nessas frações, visto que também já trabalhei em um. Naquela época, há cerca de cinco anos, diziam que existia um memorando que determinava que, para o policial sair do destacamento, inclusive nos dias em que estivesse de folga, ele tinha que pedir AUTORIZAÇÃO para o superior. Prestem atenção no termo, eu disse “AUTORIZAÇÃO”, ou seja, toda vez que você estivesse de folga você deveria solicitar ao superior para poder se ausentar do município, e o superior poderia negar, a seu critério, e aí o militar teria que ficar literalmente preso no município.

Nunca procurei saber sobre a veracidade da existência desse memorando, pois eu não iria respeitá-lo mesmo se de fato existisse, uma vez que a Constituição Federal, em seu artigo 5ª, inciso XV, garante a QUALQUER PESSOA locomover-se pelo território nacional em tempo de paz. E se me prendessem ou me punissem, eu iria recorrer até a última instância administrativa ou criminal possível, iria entrar em contato com jornais e televisões para denunciar isso que para mim é um absurdo. Ora, ninguém pode me prender, seja num espaço de uma cela ou num espaço territorial de um município, sem que eu tenha cometido algum crime. Sou um profissional livre ou sou um escravo que não pode ir além dos limites territoriais de seu dono?

Não sei se vocês estão percebendo o tamanho do absurdo, mas como dito, estou falando em ficar preso numa cidade nos dias de folga, não estou falando no horário de serviço, não, não é isso. É nos dias de folga mesmo, por isso é que eu não respeitava, pois não sou ESCRAVO. Sou um profissional, um trabalhador. Ou o policial não é um trabalhador? Será que o policial militar vive num regime de exceção?

O e-mail que recebi apenas me reafirmou a total falta de respeito à qual estamos sujeitos, pois como bem disse o remetente da mensagem, o regulamento só dispôs sobre a carga horária mínima. Isso mesmo, em nossas normas administrativas não se fala nada em pagamento de hora extra ou, o mínimo que fosse, de um banco de horas, claro que o trabalho extra não poderia ser computado como carga horária normal, isto é, o que quero dizer é que essas horas extras deveriam ir para o banco de horas com um acréscimo de 50% ou mais, visto o desgaste que causa no profissional esse trabalho além da jornada prevista.

Companheiros, não sei se vocês já perceberam, mas não existe na instituição militar, pelo menos não que eu conheça, nenhum profissional da área de segurança do trabalho, o que eu acho que seria imprescindível. É fundamental que tenhamos um estudo sobre os riscos a que estamos sujeitos. Um estudo, por exemplo, sobre a ergonomia das viaturas ou sobre a utilização dos coletes balísticos, inclusive sobre o prazo de validade deles e quanto ao uso de um mesmo colete por vários policiais, o que, em minha opinião, pode ser causador de doenças contagiosas, uma vez que o policial transpira, e o colete absorve essa transpiração, e esse colete saturado de material biológico é usado por outro profissional. O colete é apenas um exemplo para ilustrar a falta de legislação para nos proteger, da falta que nos faz um sindicato, da falta que nos faz os direitos do trabalhador e de tudo quanto estamos sujeitos por estarmos regidos por um regime de exceção, talvez de escravidão.

Leitores do Universo Policial, o que me deixa triste é a nossa falta de mobilização para tentar mudar essa realidade. O fato é que não nos mobilizamos, não fazemos nada para mudar. Somente reclamamos de forma recíproca, entre nós mesmos. Não cobramos de nossos representantes políticos que eles nos vejam como profissionais. A minha percepção é de que lutamos de forma organizada apenas por salários e promoções. As reivindicações, ano após ano, só ficam nisso, salário e promoção, salário e promoção...

Não podemos aceitar que sejamos tratados como escravos. Se o superior quer se autoescravizar, que tirar sua própria vida, isso é com ele, o que não podemos aceitar é que ele nos escravize.

Para finalizar essa postagem, gostaria de solicitar ao representante político de nossa classe no Estado de Minas Gerais, eleito com nossos votos e de nossos familiares, o Deputado Sargento Rodrigues, que resolva a situação do remetente do e-mail, porquanto, infelizmente, foge da capacidade de um blog criar alguma lei que possa estipular uma jornada máxima nas instituições militares estaduais. Enquanto não existir esse contrapeso legal aos absurdos institucionais, só tenho a dizer a ele que se adapte ao regime de escravidão, pois, realmente, na legislação em vigor, só existe uma carga horária mínima. Faço também um pedido em nome dos subtenentes e sargentos, que seja criado um dispositivo legal, talvez incluído num novo Código de Ética, prevendo a criação de uma equipe em cada Unidade responsável exclusivamente pela confecção de procedimentos administrativos, equipe que, logicamente, trabalharia em sua jornada normal de serviço, dispondo de materiais e equipamentos adequados. Será que é pedir demais?



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

72 comentário(s):

Anônimo disse...

Pois bem, aqui no GPM onde estou lotado o SGT acha que sou empregado dele pois ele some nos finais de semana e vive mudando escala para que ele não venha para a cidade trabalhar ou até mesmo nos dar apoio até mesmo pq aqui somos poucos pms pra uma população grande e qd o bicho pega nós nos viramos e apoio que é bom, qd aparece se não formos safos estamos fú...., sempre chega ordens para que não deixemos a cidade nas folgas enquanto nossos CMTs nem sabem o que se passa conosco, em uma cidade sem condições de lazer ou até mesmo praticar uma atividade fisica, seja com a familia ou até mesmo sozinhos. Abraços.

SCHNEIDER ESTRATÉGIAS disse...

Eu não trabalho em regime militar, mas mesmo que trabalhasse, jamais obedeceria essas ordens.
E se algum 'superior' resolvesse me perseguir por esse motivo, faria com que ele sentisse na pele o que a caça sente quando um predador decide pega-la.
Basta de superiores que pensam que são imperadores...
Policial militar não é escravo de ninguém.

Anônimo disse...

A polícia civil sofre de problemas parecidos. E naõ é militar.

Anônimo disse...

Aliás, os colegas da pc tem problemas piores que o nosso.
No fritar dos ovos ficamso no lucro.

Anônimo disse...

sabemos que quando se fala em mudar alguma coisa, sempre colocamos os coronéis como sendo os nque mudam e desmudam, as legislações, mas e só nós nos mobilizarmos e conseguimos. deveríamos exigir dos deputados que nos represente e exija dos coronéis as mudanças, sewja no quadro de promoções seja na jornada degradante de serviço.

Anônimo disse...

somos escravos, e só nós não percebemos, se reclamamos esplicitamente somos mandados para longe, por nescessidade do serviço. isso não um modo legal de decretar a escravatura, colocar nas mãos de homens o poder de decisão, sobre outros homens. será que não percebemos que eles promovem e nós nem sabemos as notas de pessoas que nem nos conhecem e tiram notas. qual a transparencia que eles nos passam, como posso confiar nos seu julgamento se não há tranparencia. olhe isso para nós estamos cançados de sermos enganados.

Anônimo disse...

Onde vai achar um salário compatível com o q recebe atualmente para fazer o q faz atualmente?
Arruma outro emprego e para de reclamar.

Anônimo disse...

ESSAS PALAVRAS SAO TIPICAS DE OFICIAIS, " ARRUMA OUTRO EMPREGO", PENSO QUE AO INVES DE CRITICAR OS COLEGAS DE TRABALHO TEMOS QUE NOS UNIR E DENUNCIAR AS IRREGULARIDADES QUE EXISTEM NO NOSSO MEIO DE TRABALHO.COMO OS ASSEDIOS MORAIS. ABUSO DE AUTORIDADE, PERSEGUISSAO,....

Anônimo disse...

Serra fala : Desmilitarização Já
Fonte: Blog do Cb Júlio
Vejam que absurdo:
Após viajarem para participar das discussões sobre a PEC, sem a autorização do comando, os gestores da Absmse conseguiram na Justiça habeas corpus para evitar prisão
Por Kátia Susanna13/12/2010 - 10:15
Após terem o pedido de viagem negado pelo comando da Polícia Militar de Sergipe, policiais entram na Justiça para evitar prisão e conseguem habeas corpus. A decisão foi comemorada pelos gestores da Associação Beneficente de Servidores Militares de Sergipe (Absmse), os sargentos Jorge Vieira e Edgar Menezes que foram ao Rio de Janeiro participar das discussões sobre a PEC 300/446. O fato foi noticiado pelo Portal Infonet na semana passada e segundo o advogado da associação, o mesmo pedido foi concedido a um representante da Associação de Subtenentes e Sargentos.
Segundo o advogado Márlio Damasceno, logo após a viagem dos gestores foi determinado que o sargento Jorge Vieira se apresentasse ao Quartel Central Geral (QCG) no dia 9 devidamente fardado. Para evitar que os gestores fossem presos por conta do descumprimento o assessor jurídico conseguiu no final de semana um habeas corpus preventivo, solicitando salvo conduto para os representantes da Absmse.
A liminar foi concedida pelo Juiz substituto Horácio Gomes Carneiro Leão, que com cedeu salvo conduto para que os militares não possam ser presos pelo motivo de terem ido ao Rio de Janeiro no período de 09 a 11 deste mês.
Na decisão, o magistrado coloca que a não autorização da viagem precisa ser melhor esclarecida e que a prisão é uma exceção.
Comando
De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar, o pedido de autorização para viagens é facultativo, ou seja, o comandante pode negar ou autorizar. A informação é que as viagens para tratar de assuntos de interesse devem ser feitas durante as férias.
O tenente coronel Luiz Fernando disse ter ficado surpreso com a viagem dos gestores, ressaltou ainda que desconhece o habeas corpus e que nenhum documento chegou ao comando, mas deixou claro que decisão judicial deve ser acatada.
Fonte: Infonet
Leia também no Plenário A Notícia Agora
SARGENTOS VIEIRA E EDGARD CONSEGUEM HC

Anônimo disse...

meus amigos. nao culpem de forma generalizada os oficiais pois eles tambem padecem desse mal do SOBREGARGO; pricipalmente os subalternos. E ainda tem que prestar contas à galera da SEDS a respeito do aumento da criminalidade como se deles fosse a culpa e nao da falta de politicas publicas.

Anônimo disse...

E SOU TOTALMENE A FAVOR DA DESMILITARIZAÇÃO POR CAUSA DE UMA PALHAÇADA COMO ESTA. A MINHA FOLGA EU VOU PARA ONDE EU QUISER E COM QUEM QU ISER PARA QUALQUER LUGAR QUEM E ESTE CMT PARA ME PUNIR SE ELE QUE VIVER PARA A PMMG QUE VIVE SOZINHO. EU TENHO FILHOS E OS AMOS EU SÓ PEÇO PERMISSÃO A DEUS PODEROSO , REIS DOS REIS . EU NÃO TENHO QUE FICAR ONDE EU NÃO QUERO , E NA MINHA FORGA EU FAÇO O QUE EU QUERO. ESTA PESSOA QUE BAIXOU ESTA PALHAÇADA NÃO TEM CONVÍVIO FAMILIAR, NÃO TEM NADA , E UM POBRE COITADO, E UMA PESSOA MAL AMADA, É UMA PESSOA DIGNA DE DÓ.QUEM É ESTE CMT PARA AUTORIZAR UMA PESSOA DE FOLGA IR OU NÃO PARA QUALQUER LUGAR.

Anônimo disse...

PROMOÇÃO:INSTRUMENTO DE CONVENCIMENTO À ESCRAVIDÃO?

Por falar em escravidão, devemos também abordar o tema dos escravos domésticos (mais elevados), dos escravos da lavoura, e outros, inclusive aqueles que pertenciam aos povos dominados.

Devemos retornar à era prisca de Caligula, o deus vivo da Grécia que, nomeou senador romano seu cavalo, Incitatus, para quem construiu um palácio de mármore. Antes disso, havia nomeado o cavalo como sacerdote e designado uma guarda pretoriana (força militar romana criada para guardar o imperador e seus familiares) para tomar conta de seu sono. Sua idéia era humilhar o Senado romano e mostrar que se podia nomear um cavalo sacerdote e senador, podia fazer qualquer coisa com a vida de qualquer pessoa.

Não acredito, mas há quem diga que existem Incitatus por aí, mas, de fato, quanto a Caligulas não tenho tanta dúvida.

O fim do Império legislado por cavalos é, mesmo nos dias atuais, totalmente previsível. QUE DEUS TENHA PIEDADE DOS MILITARES E DA SOCIEDADE.

Não duvide, qualquer dia desses mais um cavalo (o próprio quadrúpede) será promovido e assumirá um comando desses daí.

Postado por uma esposa de Oficial que não possui os atributos do Incitatus, mas talvez de um "escravo".

Anônimo disse...

QUEM SABE O INCITATUS FAÇA UM MELHOR COMANDO? PENSEM NISTO.

Gonçalves disse...

Parabéns...pelo menos é uma fumacinha...que pode originar um incendio....

Oliveira disse...

Parbens ao relator quando se refere a carga horaria chamada encargo, essa danifica a vida social de oficiais e praças. É precsiso preservar a vida social e a saude do militar so assim ele podera ser gurdião da sociedade e cumprir com a sua missão de preservar a ordem e levar a paz paz social a socidade, esses são nossos clientes. A criação do cartorio é viavel e os seus componentes precisam ser qualficados e temos muitos militares formados em direito que gostariam dessa função.

Abraço aos leitores do Blog Universo Policial

Anônimo disse...

Eu sempre achei estranho que a maioria dos policiais só interessam por uma valorização relacionada ao dinheiro, mas e os direitos básicos como equipamentos de segurança e principalmente sobre horas extras que são tão comuns. Se coloca no relatório e solicita a folga parece que é um favor, eu não entendo isso, muitos deixam para lá. é muito triste...

PFEM

Anônimo disse...

ACREDITO QUE TODOS SABEM. NAS ELEIÇÕES OS JUÍZES E PROMOTORES SÃO REMUNERADOS, ALÉM DE SEUS VENCIMENTOS NORMAIS, PELO ACÚMULO DAS ATRIBUIÇÕES ELEITORAIS.

OS SERVENTUÁRIOS DA JUSTIÇA QUE ACUMULAM IDÊNTICAS FUNÇÕES ELEITORAIS TAMBÉM TÊM COMPESAÇÕES PECUNIÁRIAS.

OS MESÁRIOS SÃO RECOMPENSADOS COM DIAS DE FOLGA QUANDO TRABALHAM NAS ELEIÇÕES (INCLUSIVE ALIMENTAÇÃO E LANCHE.

OS PM E OS BM, QUE TRANSPORTAM AS URNAS, FAZEM SEGURANÇA DOS LOCAIS DE VOTAÇÃO E DAS AUTORIDADES, GERALMENTE EM DIAS DE FOLGA, NÃO RECEBEM QUALQUER TIPO DE INDENIZAÇÃO.

O TRE TEM REPASSADO VERBAS PARA A PM PARA FINS DE CUSTOS COM AS ELEIÇÕES E A INSTITUIÇÃO TEM ADQUIRIDO PNEUS PARA AS VIATURAS.

AS ELEIÇÕES SÃO NOS DOMINGOS. O PM SAI DE CASA NO DIA DE SUA FOLGA, GERALMENTE SE METE NUM FIM DE MUNDO ONDE NÃO TEM UM "BOTECO" PARA LANCHAR, MAS TEM UM ESCOLINHA COM MEIA DÚZIA DE URNAS. O PM, INFELIZMENTE, NÃO TEM O DIA DE SERVIÇO ELEITORAL REPOSTO, NÃO RECEBE QUALQUER TIPO DE AJUDA PARA SE ALIMENTAR, GERALMENTE É O PRIMEIRO A CHEGAR NA SEÇÃO ELEITORAL E O ÚLTIMA A SAIR (SAI COM A URNA OU DEPOIS DELA), PASSA DA HORA DE SE ALIMENTAR (ISTO QUANTO EM ALGUM COMÉRCIO POR PERTO), TEM QUE SE COMUNICAR COM O SEU PRÓPRIO TELEFONE CELULAR PARA OS FINS DE TRABALH (DEPENDENDO DO LUGAR).

E SABE O QUE ACONTECE NO FINAL. A POLÍCIA MILITAR RECEBE UM ELOGIO DO TRE E COMPRA PNEUS PARA AS VIATURAS. E O PM? TADINHO.

Anônimo disse...

COINCIDÊNCIAS (...)

Após a inauguração do Shopping Boulevard Arruda, na Avenida dos Andradas, uma das Torres Gêmeas (no bairro Santa Tereza) teve um incêndio, e evacuado os moradores (sem tetos.

Os PM (BPE) - um micro-ônibus cheio- estão escalados diuturnamente no local para impedir a reocupação da torre que foi evacuada (repita-se, localizada em frente ao Shopping).

Apenas para lembrar, durante anos a fio, arrastou-se pela Justiça uma ação de imissão na posse dos referidos imóveis aos verdadeiros proprietários, o que, não obteve êxito.

Agora, as torres tem policiamento especializado 24 horas por dia, graças ao incêndio? Será que é para manter a segurança dos invasores? Certamente que não é por causa do Shopping.

Hoje, o Shopping novamente contribuiu com a segurança, desta vez, preocupado com o trânsito das proximidades, disponibilizando 06 (seis) câmeras para a BHTRANS, em contrapartida à comunidade pela instalação do Shopping Boulevard, na Avenida dos Andradas, 3000, Santa Efigênia.


A partir desta segunda-feira, 13/12, mais seis cruzamentos da Área Central de Belo Horizonte passam a ser monitorados por novas Câmeras de Circuito Fechado de Televisão (CFT). A implantação dos equipamentos é um dos itens estabelecidos pela BHTRANS como contrapartida à comunidade pela instalação do Shopping Boulevard, na Avenida dos Andradas, 3000, Santa Efigênia.

QUANTA COISA BOA TEM ACONTECIDO EM RAZÃO DA INSTALAÇÃO DO SHOPPING BOULEVARD ARRUDA. SEGURANÇA DAS TORRES GÊMEAS, INSTALAÇÃO DE CÂMARAS EM VIAS PÚBLICAS...

Ah, será que a polícia vai continuar acompanhando outros locais menos favorecidos? Será que a BHTRANS vai instalar câmeras em locais onde não exista investimento que possa pagar por elas ( sem contrapartida)?

Tudo isso e outras coisas são coincidências?

O empreendimento Boulevar Arruda, há pouco tempo, foi acusado de irregularidades juntos a Vereadores para a sua aprovação.

Companheiros, vamos ficar de olho. Às vezes não somos só escravos, mas, pior, inocentes úteis.

Feliz Natal! e HO...HO...HOU.

Anônimo disse...

Aos Senhores representante das classe, eu quero deixar postado aqui neste blog, minha insastifação com o nosso Cmt Geral, em não observar, que os sgt QPE, são prejudicados em tudo, nós especialistas, somos prejudicados nas promoções que são pocas vagas e nos cursos como o CHO,principalmente os especialistas da saude, os que mais são descriminados. Eu fiquei mais de 11 anos como 3º Sgt sem nenhuma punição, com conceito A-50 e garrado na mesma graduação por muito tempo só porque o nosso Cmt não se preocupa com os seus comandados. E nesse ano muito de nós especialistas não vamos ser promovidos por causa do numero de vagas que são pouquissimas pra atender muitos dos Sgts que estão prejudicados há anos, e com esse descontentamento de muitos colegas, está ocorrendo um grande numero de reformas por falta de atenção por parte dos oficiais do escalão superior em melhorar o numero de vagas para os Subten e Sgt da PMMG.

Anônimo disse...

Sou Cabo da PMMG e estamos sendo vitima da falta de comunicação uma vez que a imprensa não divulga nossa situação então companheiros se não acharmos um meio mais eficaz de planejarmos nossas ações e reivindicações estaremos fadados ao sofrimento para sempre as coisas não mudaram tudo que queremos só vira atraves de REVOLUÇÃO ARMADA temos as armas vamos nos unir mais vamos acabar com essa escravidão nem que custe nossas vidas mais a policia futura sera liberta seremos lembrados por nossos sucessores ou "CALEM-SE IPÓCRITAS MEDROSOS E POIS FALAM EM BRASILIA QUE NÓS SOMOS PERDIDOS EM NOSSAS PROPRIAS AÇÕES DESUNIDOS E FACEIS DE LUDIBRIAR!!!!!!!!" "MORTOS DE FOMES" É O TRATAMENTO PARLAMENTAR" AS POLICIAS CIVIS E MILITARES "VAMOS LOGO A GUERRA E SE PERDERMOS DESCANSAREMOS A SOMBRA DE NOSSA INUTILIDADE. MILITAR DUAS CONDIÇÕES "DEFENSOR DO POVO OU MENDIGO"

Anônimo disse...

Quero deixar aqui algumas considerações quanto a:
-Procurar outro serviço: qualquer um é melhor que o dá PM: oficial de justiça, bancário, entre outros. O problema é que nos prendem tanto que não temos tempo pra estudar.
-Promoções: porque seguram tanto e criam esse número de vagas de 3º para 2º e assim por diante? Poucas são as vantagens além da financeira. Antiguidade sempre existirá mesmo que por classificação.
-Jornada de trabalho: absurdo. Nos acham realmente escravos. Acham que a instituição nos adotou, como se fossemos coitados, e cuida de nós com salários e devemos dar tudo em troca. O escambau meu irmão!!! Estudei e passei em um concurso público de 93 candidatos por vaga e presto um ótimo serviço. Devem me pagar muito bem por isso e dar todo apoio.
-Revolução: devemos aceitar que essa m#r#d# de militarismo está no fim e acabar com isso logo. Ficam alguns chorôes e medrosos chorando o IPSM e tal. Vê no seu contracheque quanto vc paga por mês e compara com algum plano de saúde equivalente. Acorda!!!
Cansado dessa palhaçada que é a instituição, investi em conhecimento e passei em outro concurso público. Se nessa merda não reconhecem meu trabalho fiz o que quiseram, arrumei outro serviço.

Anônimo disse...

Carissímos! companheiros. Meu desejo é que um dia o espirito de união empreguine toda as policias do Brasil. Pois só assim, construiremos uma policia forte e com seus direitos respeitados. Tenho como um dos exemplo, o martire Martin Luther King que em 1960, ele conseguiu liberar aos negros acesso aos lugares públicos. Em Washinton dirigiu uma macha com 250 mil pessoas e pruferiu um discurso contando seu sonho de ver brancos e negros juntos. Desta macha resulto a Lei dos Direitos Civis ( 1964 ) e a Lei dos direitos de voto ( 1965 ). Em 1968 ganhou o Prêmio Nobel da Paz. Temos muita dificuldade em nos organizar e perdemos muito com isso, pois só com a união de todos, seremos fortes. Desde já espero que este sonho se torne real.

Anônimo disse...

o que eu acho engraçado é que sempre que um reclama sobre determinada situação, aparece outro para dizer: "vc ta pegando o boi que ta assim, antigamente era pior", ou,"c não tem que reclamar, essa policia de hoje e boa demais", ou até mesmo comentários como acima comparando com os pc's. o pior é que sao sempre praças que tecem esses tipos de comentarios...lamentavel.

Anônimo disse...

A UNIÃO QUE MUITOS FALAM NÃO ACONTECERÁ ENQUANTO NÃO RECONHECERMOS QUE SOMOS ESCRAVOS DA POLICIA MILITAR? ESCRAVOS DO REGULAMENTO, ESCRAVOS SEM PODER PARA EXPRESSAR SUA OPINIÃO. REALMENTE ESSE MILITARISMO TEM QUE ACABAR. MILITARISMO É SINONIMO DE NÃO TER DEMOCRACIA, NÃO PODER SE EXPRESSAR SEM SER PUNIDO OU TRANSFERIDO. SOMOS ESCRAVOS SIM POIS O REGULAMENTO QUE NÃO TE LIBERTA O ESCRAVISA.

Anônimo disse...

A CARGA HORÁRIA É REALMENTE UM SÉRIO PROBLEMA DA POLÍCIA. SÓ SE FALA EM JORNADA MÍNIMA E O QUE PASSA A MAIS AINDA TEM ALGUNS ESCRAVOS E IDIOTAS QUE DIZEM QUE VC PODE CONTAR PARA A RESERVA, NÃO SEI SE OUVIU ISSO DA BOCA DE ALGUÉM E ACHOU BONITO E AINDA NÃO PAROU PARA PENSAR O QUANTO O TORNA ESSAS PALAVRAS UM IGNORANTE. CONHEÇO MUITOS ASSIM PRINCIPALMENTE COMANDANTES DE DESTACAMENTOS E SUB DESTACAMENTOS. ACHAM QUE O PM É UM RELÓGIO. MORREM DE MEDO DOS SUPERIORES E ATROPELAM SEUS SUBORDINADOS COM UMA CARGA HORÁRIA ANIMAL . O SGT RODRIGUES POR FAVOR EU LHE PEÇO CONTINUE NOS DEFENDENDO E NÃO NOS ABANDONE,VC SUMIU QUANDO MAIS PRECISAMOS, ME LEMBRO QUE NUMA TARDE LIGUEI A TV E O CANAL DA TV ASSEMBLÉIA MOSTRAVA O SR. DOS DEFENDENDO DESTA CARGA HORÁRIA ANIMAL, MAS ATÉ AGORA NADA MUDOU.

Anônimo disse...

Caros irmãos de farda!
muitos de nós estão conformados com o que ganham principalmente os Oficiais da pm. O SD PM é que sofre, eu sou um e posso falar. Não temos voz ativa, é só sim senhor e não senhor. Nínguém se preocupa conosco, como estamos vivendo, se nossa conta de agua e luz foi paga, se nossos filhos estão bem alimentados, se temos lazer e acima de tudo se nossas esposas são felizes nos vendo trabalhando como escravos não tendo tempo para elas e nossos filhos. Um dia ouvi um oficial dizendo que soldado não tinha nada que casar e constituir família. Isso me aborreceu realmente, me senti realmente escoria desta policia. Mas vejo tantas coisas boas que fiz, apreensões de drogas, recuperar carro para o pai de família que depois me agradeceu pessoalmente, pessoas que ajudei salvar nos diversos acidentes que atendi, e isso me conforta um pouco. Mas não espero muito reconhecimento por parte da PM.Hoje vivo trabalhando e cumprindo as leis e regulamentos. Estou revoltado com o que ganho isso não há duvida, mas o que fazer se nos somos desunidos, e creio também que só os SOLDADOS sozinhos não consiguiram mudar nada.

Anônimo disse...

É companheiro compartilho de suas palavras. Realmente a própria instituição nos descrimina. Te dou um conselho não coloque o seu na reta para nada. Trabalhe esperto e nada de ser herói pois sua familia como vc disse te espera de braços abertos embora em poucos momentos devido ao excessiva carga horária. Eu já fiz também muita coisa boa para essa PM, mas hoje vejo que dei sorte e por exemplo não bati nenhuma viatura. Hoje naõ corro atrás de ninguém e fico orientando os que estão entrando na PM que não façam isso, mostro os memorandos onde estão escrito " fica proibido os disparos intimidativos, as perseguições a veiculos, etc, é muito simples o que lhe digo, pois quando tudo dá certo todos batem palmas e se apenas uma vez der algo errado.........tudo de bom que você fez vai por água abaixo. Moral da história não temos nenhum amparo legal, lembre-se não estamos nos estados unidos onde policia tem poder de policia. lembre-se estamos no BRASIL ESSE PAÍS DE CORRUPTOS. Aqui os honestos são tidos como bobos.
Fica com DEUS AMIGO e procure ser feliz.

Anônimo disse...

A dilma vai ter uma surpresa no início do seu governo. Ela é contra a PEC300/446 e tudo mais.....já afirmou isso e os governadores também estão se juntando para não pagarem tal remuneração aos militares. Prepare-se vai ser uma paralização geral no seu primeiro dia de governo.

Anônimo disse...

Escravidão!!

Anônimo disse...

Caro anonimo 14 de Dezembro de 2010 06:34, boa tarde!

Já que você e tão militar assim, e fica se escondendo atrás dese "lenga lenga" de milico linha dura, dê baixa da polícia e faça um concurso para as forças armadas. Fico p... da vida quando ouço este papo de PSEUDO MILITAR. Se você quer ser militar vai para o exército, para marinha, ou para nobre aeronautica, onde prestei meu serviço militar obrigatório, lá você vai ficar aquartelado, lavando privadas e ouvindo este "lenga lenga" que tu tanto gosta!

Entrei na POLÍCIA porque queria ser POLICIAL, queria exercer a atividade de polica ostensiva de prevenção criminal. Desde criança quando eu via um POLICIAL fardado sentia admiração e vontade de pertencer a esta corporação, não pelo "lenga lenga" que tu disse, mas para ser um responsável pela aplicação da lei, para servir e proteger a sociedade mineira.

Já estou revoltado, não aguento mais alguns companheiros que vivem falando esse "lenga lenga" de militar, mas na hora do "pega pra capar" se mostram uns verdadeiros muxibas com "M" maiusculo.

Se querem ser militares vão para as forças armadas p... pois a atividade de policia ostensiva é uma atividade tipicamente civil. E não sou eu que estou falando isso não, é a ONU!

POLICIA é para quem quer ser POLICIAL, FORÇAS ARMADAS é para quem quer ser MILITAR!

Quer ser MILITAR vai para as FORÇAS ARMADAS!!!

POLICIA é para quem tem vocação para ser POLICIAL!!!

Observação faço minha estas palavras:

OBS: ANTES QUE ALGUM OFICIAL METIDO A DEUS VENHA ME DIZER QUE: "SE ESTIVER INSATIZFEITO PEÇA BAIXA". dEIXO BEM CLARO QUE EM PEIMEIRO LUGAR EU AMO SER POLICIAL, VEJAM QUE AMO SER POLICIAL E NÃO PSEUDO MILITAR E ESCRAVO DE UM SISTEMA ARCAICO QUE SÓ BENEFICIA O OFICIALATO EM DETRIMENTO DOS PRAÇAS; EM SEGUNDO LUGAR SOU CONCURSADO É JA TENHO ESTABILIDADE NA PM, ENTÃO COMO DISSE O ZAGALO: "VOCÊS VÃO TER QUE ME ENGOLIR!!!"

Anônimo disse...

começe por vc... a sociedade não tem nada a ver com nossa desunião, vamos fazer com que ela vire-se a nosso favor perante a causa. É simples... chegaremos no horário de serviço, armamos e equipamos, saímos a rua e vamos somente fazer o serviço que nos compete, prevenção e repressão...Nada além disso, não vamos ser heroís... quando o indíce de criminalidade começar a aumentar, seremos cobrados, mas não pela sociedade mas sim por nossos CMTs que serão cobrados pelos corruptos dos nossos repressentantes do Governo. Ai sim vão entender o que é prevenir(dispor com antecipação, ou de sorte que evite dano ou mal ) e repressão/repremir ( advertir ou sensurar com energia ). Nada além disso, vamos ver se não mudam as coisas.

Anônimo disse...

onde está nossas associaçoes representativas,sgt rodrigues, cb júlio, sub gonzaga, major marcio ronaldo.em 16 dezembro de 2010, nada foi feito sobre as promoçoes, sequer uma complementação.estamos sub julgados,desmerecidos,a hierarquia acabou? a antiguidade morreu,onde se concebe um militar mais moderno ser promovido em detrimento do militar mais antigo.estamos na pmmg uma organização séria pautada de grandes pessoas e valores. acordem estamos em uma democracia, nossos direitos tem e devem ser assegurados. reflitam representantes, até quando voces ficarão calados, nao estão dando conta ou já estao cansados ou tomando providências antes de 25 de dezembro de 2010.não estamos cometendo nenhum ato ofensivo a dignidade de pessoas, estamos querendo respeitosamente direitos. nossa corporação é digna e não pode coadunar com tais situações, injustiças, a pmmg é nossa enquanto nela estivermos ela estara dentro de nossos corações e até quando enquanto existirmos.força fé em deus e perseverança, somos ou não pessoas honestas e trabalhadoras nossos direitos são manifestados em um simples tudo bem, somos amparados por uma constituição.fizeram assembleia extraordinária para que? tudo bem ninguem prejudicado todos felizes.é estamos fadados ao insucesso estamos acomodados de nossos direitos somos só demagogos. é o final infelizmente.

Anônimo disse...

como diz boriz casoy: a policia esta uma vergonha!........

Anônimo disse...

é cb julio esta fazendo falta, o rodrigues esqueceu de nós,em seu blog nem atualizado está,ascobom-aspra o que falam sobre as promoçoes,ja esqueceram, estao em clima natalino. irmaos, falamos isto nao no intuito de desmerece-los,mas sabemos da capacidade de voces ajudem aqueles que mereçam os antigos os modernos, os que dao e deram sangue por esta maravilhosa corporação, temos grandes superiores devem ser alertados e assessorados nossa pm é forte é elite, temos um grande comandante geral, pessoa justa e atuante falta somente levarmos de fato a problematica a sua compreensao e certamente seremos atendidos.mas se acomodarmos 2011 chegara 2012, 2040 etc.

Anônimo disse...

Será
Legião Urbana.

Tire suas mãos de mim
Eu não pertenço a você
Não é me dominando assim
Que você vai me entender
Eu posso estar sozinho
Mas eu sei muito bem aonde estou
Você pode até duvidar
Acho que isso não é amor

(refrão)

Será só imaginação?
Será que nada vai acontecer?
Será que é tudo isso em vão?
Será que vamos conseguir vencer?
Ô ô ô ô ô ô ô ô ô ...

Nos perderemos entre monstros
Da nossa própria criação?
Serão noites inteiras
Talvez por medo da escuridão
Ficaremos acordados
Imaginando alguma solução
Pra que esse nosso egoísmo
Não destrua nosso coração

[refrão]

Brigar pra quê
Se é sem querer
Quem é que vai nos proteger?
Será que vamos ter
Que responder
Pelos erros a mais
Eu e você?

Anônimo disse...

O que se vê atualmente na PM tem nome: ESCRAVIDÃO!
A imprensa noticia amplamente - e com razão - casos de trabalhadores rurais submetidos a condições precárias, análogas à condições de escravidão. No entanto, nada se noticia a respeito da ESCRAVIDÃO dentro das PMs.

É absurda a carga horária dos policiais militares e com um salário incompatível com as horas trabalhadas. Quantas solenidades, instruções e chamadas desnecessárias!!! Instruções para ficar lendo memorandos.... solenidade para lançar Operação Natalina....
Pobres Sub Tens e Sgts... Sindicâncias, RIPs, escrivão de IPM, CEDMU, reunião de CONSEP, reunião de associação de bairro... Se o encarregado entrar de férias, deve prosseguir com os trabalhos da sindicância normalmente, para “não prejudicar as investigações”.

Se o PM estiver de férias, deve comparecer à Audiência na Justiça....

E nas ADMs também não tem sido fácil ... Batalhão Metrópole, Operação Natalina três vezes por semana. ... e o serviço parado na Seção, tem que sair da Op. Natalina ou chegar bem mais cedo no dia após empenho no Metrópole e fazer o serviço administrativo, porque se não fizer tem punição... descumprimento de prazo, desídia, etc...

Vi em outra postagem alguém apontar o modelo de administração militar como um dos melhores e mais eficientes. No entanto isso ocorreu na antiguidade ... quando existiam quase apenas os exércitos como Instituições.

Enquanto prevalecer a “CULTURA DO PATO”, muito bem exposta em outras postagens, iremos nos afogar na burocracia institucional... esse verdadeiro “LEVIATÔ do século XXI. Quem está na atividade operacional tem que fazer serviços administrativos, como sindicâncias, etc... quem está na Administração tem que fazer serviços operacionais ... (Natalina, Metrópole, Mineirão que vai voltar...).

A atividade policial-militar é complexa e exige especialização. A postagem sobre especialização e eficiência elucida e aponta soluções para esse problema dos encargos. Dentro da postagem citada há opinião muito coerente sobre a especialização, com criação de quadros de recursos humanos, informática, administradores, etc... a solução não é tão difícil assim, o que falta é vontade.

Na obra “OS 7 HÁBITOS DAS PESSOAS ALTAMENTE EFICAZES”, Stephen Covey fala sobre o equilibrio P/CP - equilíbrio entre P, a produção e a CP, capacidade de produzir. Para ilustrar, Covey conta a fábula da “GALINHA DOS OVOS DE OURO”; UM FAZENDEIRO DESCOBRIU UM OVO DE OURO NO NINHO DE SUA GALINHA. TODO DIA ELA BOTAVA UM OVO DE OURO. PORÉM, O FAZENDEIRO, EM SUA GANÂNCIA DE OBTER TODOS OS OVOS E FICAR MILIONÁRIO, MATOU A GALINHA, E NÃO ACHOU NENHUM OVO DENTRO DELA. É o que vem acontecendo na PM quando sugam o máximo de nossa produção com exaustivos encargos e chamadas... Isso reflete em queda no desempenho das demais atividades. Muitos se enganam ao supor que eficiência é tirar todos os ovos o mais rápido possível. Para ser realmente eficiente, precisa-se tanto dos ovos e como de cuidar bem da galinha que os produz. Ainda, se as máquinas precisam de manutenção, conosco não será diferente.


Finalizando, vivemos sob a tensão de uma junção de atividades e condições de trabalho extremamente estressantes: (militarismo + atividade policial) – descanso.

Anônimo disse...

Também acho que somos escravisados e trabalhamos como escravos, na cidade onde trabalho chegou mais dois policiais, o comandante do pelotão disse que não dá para adotar a escala de oito horas pq a estatística da Cia está no vermelho, numa cidade de nove mil habitantes que conta hoje com 16 policiais temos que trabalhar numa escala de 12 horas sem a grande folga e quando tem festa que geralmente ocorre nos finais de semana vai se embora a nossa folga, quando é reposta não é no final de semana, é sempreno meio da semana atrapalhando o seu planejamento com a família.O mais interessante é o que acontece com o auxiliar do pelotão que faz tudo sozinho e o Ten o empenha duas vezes por mês dizendo que é complemento de escala, o que não acontece com ele que só trabalha no horário adm, trabalha só em três eventos Carnaval, Cavalgada e Rodeo nos demais dias do ano goza suas folgas em todos finais de "Semana", quando há sugestão para melhora da escala sempre diz que a Cia não vai aceitar, mas as suas folgas principalmente em feriados prolongados a Cia aceita, tudo isto acontece no 4º/57ª/26° BPM.

Anônimo disse...

A grande maneira de acabar com a folga dos cmt's, (sgt's) em dst e só uma: ATESTADO, QUEBRA A ESCALA, O PLANEJAMENTO(SE A ALGUM), SGT'S EM DST ACHAM QUE OS POLICIAIS SÃO DELES, E ELES PODEM TUDO! SÓ QUE QUEM APREENDE ARMAS SÃO OS SOLDADINHOS DE CHUMBO, SOMOS A MAIORIA, TRABALHO O QUANTO RECEBE.
OBS: TENHO TRÊS ANOS DE POLÍCIA NÃO SOU MUCHIBA, MAS ELES FINGEM QUE PAGAM E NOS VALORIZAM E EU FINJO QUE TRABALHO, E AGORA ESTOU DISPENSADO............ATÉ JANEIRO!!!!!!

Anônimo disse...

MORTE FICTA AOS EXCLUÍDOS

Acusado
Por não ter jogado
Condenado, sem ser processado

Morte ficta, esta foi a pena
Transitada em julgada
Executada

Profissionalmente sepultado
Sem homenagens
Esquecido e não promovido

Frustração total
Corpo sem alma
Aguardando o juízo final.

(AUTOR: Fênix)
(Este poema é um singelo registro da profunda angústia daqueles injustiçados em suas carreiras profissionais).

Anônimo disse...

No inteior do Pará tem policiais militares trabalhando 7 dias conssecutivos para poder folgar 7 dias também conssecutivo.. é o chamado 7 x 7, mas no fritar dos ovos é um serviço desumano, em outros locais do Estado tambem tem pm´s trabalhando 24 horas de serviço, folgando 24 hr e para trabalhar + 24.. isso direto.. kara tá fodd...não temos folga

Anônimo disse...

caros companheiros!!
sou o autor do email recebido pelo site.
li todos o comentarios, e entendo tamanha indignação, porém o caminho é árduo, e só conseguiremos vencer estes obstáculos com união é perceverança. a minha intenção ao enviar este email foi a saber se alguem conhecia um meio institucional, para acabar com essa "escravidão", fortalecendo minha tese, o comentarios em sua maioria motra indignação, porem nenhuma solução, mas agradeço a todo que participaram com o comentarios que reflete a real inatifação do nobre POLICIAL e que fique claro que nao somos amparados legalmente. que devemos pensar muito antes de sotar pois quando chegam no poder esquecem de nós! acessem e vejam qual caminho as associações deveriam galgar..... http://sargentoricardo.blogspot.com/2010/09/tjrn-determina-que-carga-horaria-do-pm.html
Um forte abraço para a grande família POLICIAL

Anônimo disse...

olha pessoal, existe sim carga horaria na "pmmg", pro povo da administração.eles tem horario pra começar e para parar.sabado, domingo e feriados são sagrados. ja o ostensivo tem horario para começar, parar so DEUS sabe quando. façam as contas das horas trabalhas da administração pmmg e do ostensivo. veram a diferença gritante de horas. periculosidade/insalubridade, não vou nem comentar.

Anônimo disse...

Ao anônimo de 20/12/10 13:47...

A situação do operacional está difícil, mas da administração também não está fácil. Ao contrário do que se pensa, pelo menos aqui na capital, os sábados, domingos e feriados não tem sido sagrados não! Carnaval foram dois dias de trabalho. Operação Natalina engolindo os sábados e até domingos... Btl Metrópole ... motorista de supervisões... e o serviço acumulado na Seção e feito nas horas extras não remuneradas...

Sem mais.

Anônimo disse...

Caro anônimo 15 de dezembro de 2010, 10:13

É bom que se respeite a forma de pensar de cada ser humano.

Vivemos uma democracia. E devemos respeitar as outras

pessoas seja pela cor, raça, opção sexual ou idéias.

mesmo que eu não concorde com certas idéias, devo

respeitá-la. Tenho notado como você usa do anonimato e

de IP variados para destilar seu ódio, sua ignorância, e

frustração em cima dos comentários de alguns

participantes dos blogs policiais.

Engraçado ainda é que você se limita apenas a Ctrl-c e

Ctrl-v para enviar seus comentários.

Você é pobre de idéias, fraco em suas argumentações e

muitíssimo covarde. Em alguns comentários vc se

identifica com Sd Ronaldo, Sd Daniel, Sd Martins e

outros, mas sempre repete os mesmos IPs.

Será que vc não é uma bicha enrustida e nervosinha?

Vc aje como tal.

Anônimo disse...

a situação de carga horária na pm é complicado...

será que somos tão orgulhosos ao ponto de nos enxergar como super-homens da vida e que não precisamos de descanso? cumprimos escalas de dobras muitas das vezes sem questionar etc.

não nos esqueçamos que somos FUNCIONARIOS PUBLICOS como qualquer outro, e o "status" de Militar é como forma unica de nos controlar.

realmente, precisamos lutar por outros direitos alem de melhorias salariais...

Anônimo disse...

Quanto à desmilitarização, acho que não seria o caminho. É como o marido que traído pela esposa no sofá da casa, descobre e se desfaz do sofá dizendo: "-Maldito sofá, vou acabar com vc e não terei mais problema." Será que o problema é mesmo do militarismo? Talvez não. Há, uma série de fatores a serem considerados. Vejo que os colegas que realmente tem vocação para serem militares não tem tantas queixas sobre a Instituição. Poderia acabar o militarismo, mas continuaria existindo a hierarquia, como ocorre em toda empresa. E as empresas privadas não exigem disciplina? Muitas vezes são até mais rigorosas nesse sentido. A PM tem uma história e muitas mudanças tem ocorrido, muita coisa tem melhorado. A PRF funciona bem sem o militarismo, pois nunca o adotaram. É normal que queiramos cada vez mais, mas também temos que refletir sobre nosso papel. Vale polemizar, vamos lá!!!

Anônimo disse...

BOA NOITE!
AQUI FICA MEU VOTO DE PROTESTO CONTRA ESSE DESPARATE QUE ACONTECE NA MAIORIA DAS INSTITUIÇÕES MILITARES.
SOU POLICIAL MILITAR SOFRO MUITAS PRESSÕES POR ISSO SOU ESCRAVO DO REGULAMENTO PARA NÃO SER ESCRAVO DO HOMEM E NEM TER O TEMOR DA TIRANIA.
TENHO ACOMPANHADO OS COMENTÁRIOS POSTADOS NESTA MATÉRIA E VEJO QUE APESAR DE MUITOS DESCONTENTAMENTOS NINGUÉM TEM UMA SOLUÇÃO. PERGUNTO A TODOS ONDE ESTAO NOSSOS REPRESENTANTES "POLITICOS" QUE ENCHERAM OS DSTs, AS CIAs E OS BTLs DE PANFLETOS E PROPOSTAS???AS ASSOCIAÇOES QUE SOMENTE PEGA O DINHEIRO TODO MÊS????? AINDA DIGO MAIS PASSARAM SITUAÇÕES A QUAL NOS PASSAMOS ATÉ HOJE, E SE NÃO FOI PIOR, AGORA ELES TEM COMO MUDAR!! EM TESE TEMOS REPRESENTATIVIDADE NO PODER; ENTÃO POR QUE NÃO MUDAM OU PELO MENOS TENTAM, É FACIL! NAO MUDAM POR MEDO DE NAO TEREM MAIS COMO PEDIR OS MILHARES DE VOTOS. SAO ADEPITOS DE CESAR DA ANTIGA ROMA "DE AO POVO PAO E CIRCO, QUE NAO OS INCOMODARAM. USAM A PEC 300 PARA NOS ILUDIR, OQUE ADIANTA GANHARMOS BEM SE NAO TEMOS COMO GASTAR, NAO TEMOS ALEGRIA, NÃO É SÓ DE BOM SALÁRIO QUE PRECISAMOS, PRECISAMOS DE "VIVER"!!!! DESTA FORMA FAREI UM PEDIDO A TODOS OS LEITORES DESTE SITE, VAMOS UNIR FORÇAS PARA ACABAR COM ESSA ESCRAVIDÃO. LI NO SITE POSTADO POR UM DE NOSSOS COMPANHEIROS O BLOG DO SGT RICARDO E NELE DIZIA O SEGUINTE: QUE O TJRN CONCEDEU LIMINAR PARA QUE OS POLICIAS MILITARES TIVESSEM A CARGA HORARIA FIXADA EM 40 HORAS SEMANAIS COM ATÉ QUE SEJA FEITA UMA LEGISLAÇÃO ESPECIFICA, E QUE CADA HORA TRABALHADA A MAIS TERIA QUE SER PAGO HORA EXTRA. ESTE É UM GRANDE PASSO PARA TODAS AS CORPORAÇÕES, UM PASSO DADO POR APENAS UM, ESTE HEROI JÁ CANSADO DE TANTO TRABALHAR DEU "UM GRITO DE LIBERDADE" E QUE HOJE DEVE ESTA SOFRENDO COMO NOSSO PATRONO QUE É O ALFERES TIRADENTES. POR ISSO SEI QUE NOS NÃO TEMOS CORAGEM PARA COLOCAR A CARA A TAPA COMO O ILUUSTRISSIMO COMPANHEIRO DO RIO GRANDE DO NORTE FEZ, NO MEU CASO NAO TENHO DINHEIRO PARA TAL FEITO. PEÇO QUE MASSIFIQUEM OS COMENTÁRIOS, E QUEM POR VENTURA TIVER CONTATO COM ALGUEM INFLUENTE E POSSA NOS ORIENTAR MELHOR SOBRE ESSE FATO, DIVUGUE, POIS TENHO A ESPERANÇA QUE APARECERA ALGUEM POR NOS, E SINCERAMENTE ESPERO QUE NAO VIRE UM MARTIRE, E SIM, DESFRUTE COM AFINCO DO DIREITO CONQUISTADO. SOMOS FUNCIONARIOS PUBLICOS, ESTUDADAMOS PARA ISSO E NAO PARA SERMOS ESCRAVOS. COMO ESTA ESCRITO NA NOSSA AMADA BANDEIRA DO ESTADO "LIBERTAS QUAE SERA TAMEN"(LIBERDADE MESMO QUE TARDIA).
MEUS SINCEROS CUMPRIMENTOS AO GRANDE HOMEM QUE CONSEGUIU O FEITO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE O SR JANISELHO DAS NEVES SOUZA, MEUS PARABENS PARA A CORTE QUE DEMOSTROU TAMANHA SAPIENCIA EM SER UNANIME A FAVOR DESTE DIREITO NAO RESPEITADO PELOS ESTADOS FEREADOS.
ABRAÇO A TODOS E PERDOE MINHA INDIGNAÇÃO, ISSO TEM QUE MUDAR.

Anônimo disse...

BOA NOITE!
AQUI FICA MEU VOTO DE PROTESTO CONTRA ESSE DESPARATE QUE ACONTECE NA MAIORIA DAS INSTITUIÇÕES MILITARES.
SOU POLICIAL MILITAR SOFRO MUITAS PRESSÕES POR ISSO SOU ESCRAVO DO REGULAMENTO PARA NÃO SER ESCRAVO DO HOMEM.
TENHO ACOMPANHADO OS COMENTÁRIOS POSTADOS NESTA MATÉRIA E VEJO QUE APESAR DE MUITOS DESCONTENTAMENTOS NINGUÉM TEM UMA SOLUÇÃO. PERGUNTO A TODOS ONDE ESTAO NOSSOS REPRESENTANTES QUE ENCHERAM OS DSTs, AS CIAs E OS BTLs DE PANFLETOS E PROPOSTAS??AS ASSOCIAÇÕES QUE NAO LUTAM PELOS NOSSOS DIREITOS?????? AINDA DIGO MAIS, PASSARAM SITUAÇÕES QUAIS NOS PASSAMOS ATÉ HOJE, E SE NÃO FOI PIOR, AGORA ELES TEM COMO MUDAR!! EM TESE TEMOS REPRESENTATIVIDADE NO PODER; ENTÃO POR QUE NÃO MUDAM OU PELO MENOS TENTAM. PARA VOTAR O AUMENTO DO SALARIO DELES,VOTARAM EM TEMPO RECORDE, EM UMA SESSÃO EXTRAORDINARIA DE 5 MINUTOS, É FACIL! NAO MUDAM POR MEDO DE NAO TEREM MAIS COMO PEDIR OS MILHARES DE VOTOS QUE OS ELEGEM E LHES DAO VIDA BOA, SEM PREOCUPAÇÕES, NAO PRECISAM DE POR A CARA NA RUA PARA ENFRENTAR OS INFRATORES QUE NAO TEM NADA A PERDER, NAO VE OS OLHOS TRISTES DA ESPOSA OLHANDO QUANDO AGENTE VAI PARA MAIS UM DIA DE TRABALHO NAO SABENDO SE VAI VOLTAR OU NAO PARA O LAR. SAO ADEPITOS DE CESAR DA ANTIGA ROMA "DE AO POVO PAO E CIRCO, QUE NAO OS INCOMODARAM. USAM A PEC 300 PARA NOS ILUDIR, OQUE ADIANTA GANHARMOS BEM SE NAO TEMOS COMO GASTAR, NAO TEMOS ALEGRIA, NÃO É SÓ DE BOM SALÁRIO QUE PRECISAMOS, PRECISAMOS DE "VIVER"!!!! DESTA FORMA FAREI UM PEDIDO A TODOS OS LEITORES DESTE SITE, VAMOS UNIR FORÇAS PARA ACABAR COM ESSA ESCRAVIDÃO. LI NO SITE POSTADO POR UM DE NOSSOS COMPANHEIROS O BLOG DO SGT RICARDO E NELE DIZIA O SEGUINTE: QUE O TJRN CONCEDEU LIMINAR PARA QUE OS POLICIAS MILITARES TIVESSEM A CARGA HORARIA FIXADA EM 40 HORAS SEMANAIS, ATÉ QUE SEJA FEITA UMA LEGISLAÇÃO ESPECIFICA, E QUE CADA HORA TRABALHADA A MAIS TERIA QUE SER PAGO HORA EXTRA. ESTE É UM GRANDE PASSO PARA TODAS AS CORPORAÇÕES, UM PASSO DADO POR APENAS UM, ESTE HEROI JÁ CANSADO DE TANTO TRABALHAR DEU "UM GRITO DE LIBERDADE" E QUE HOJE DEVE ESTA SOFRENDO COMO NOSSO PATRONO QUE É O ALFERES TIRADENTES. POR ISSO SEI QUE NOS NÃO TEMOS CORAGEM PARA COLOCAR A CARA A TAPA COMO O ILUUSTRISSIMO COMPANHEIRO DO RIO GRANDE DO NORTE FEZ, NO MEU CASO NAO TENHO DINHEIRO PARA TAL FEITO. PEÇO QUE MASSIFIQUEM OS COMENTÁRIOS, E QUEM POR VENTURA TIVER CONTATO COM ALGUEM INFLUENTE E POSSA NOS ORIENTAR MELHOR SOBRE ESSE FATO, DIVUGUE, POIS TENHO A ESPERANÇA QUE APARECERA ALGUEM POR NOS, E SINCERAMENTE ESPERO QUE NAO VIRE UM MARTIRE, E SIM, DESFRUTE COM AFINCO DO DIREITO CONQUISTADO. SOMOS FUNCIONARIOS PUBLICOS, ESTUDADAMOS PARA ISSO E NAO PARA SERMOS ESCRAVOS. COMO ESTA ESCRITO NA NOSSA AMADA BANDEIRA DO ESTADO "LIBERTAS QUAE SERA TAMEN"(LIBERDADE MESMO QUE TARDIA).
MEUS SINCEROS CUMPRIMENTOS AO GRANDE HOMEM QUE CONSEGUIU O FEITO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE O SR JANISELHO DAS NEVES SOUZA, MEUS PARABENS PARA A CORTE QUE DEMOSTROU TAMANHA SAPIENCIA EM SER UNANIME A FAVOR DESTE DIREITO, NAO RESPEITADO PELOS ESTADOS FEREADOS.
ABRAÇO A TODOS E PERDOE MINHA INDIGNAÇÃO, ISSO TEM QUE MUDAR.CHEGA DE ESCRAVIDAO!!!!!!!!!!!!!!!!!

21 de dezembro de 2010 17:12

Anônimo disse...

BOA NOITE!
AQUI FICA MEU VOTO DE PROTESTO CONTRA ESSE DESPARATE QUE ACONTECE NA MAIORIA DAS INSTITUIÇÕES MILITARES.
SOU POLICIAL MILITAR SOFRO MUITAS PRESSÕES POR ISSO SOU ESCRAVO DO REGULAMENTO PARA NÃO SER ESCRAVO DO HOMEM.
TENHO ACOMPANHADO OS COMENTÁRIOS POSTADOS NESTA MATÉRIA E VEJO QUE APESAR DE MUITOS DESCONTENTAMENTOS NINGUÉM TEM UMA SOLUÇÃO. PERGUNTO A TODOS ONDE ESTAO NOSSOS REPRESENTANTES QUE ENCHERAM OS DSTs, AS CIAs E OS BTLs DE PANFLETOS E PROPOSTAS???????? AINDA DIGO MAIS PASSARAM SITUAÇÕES A QUAL NOS PASSAMOS ATÉ HOJE, E SE NÃO FOI PIOR, AGORA ELES TEM COMO MUDAR!! EM TESE TEMOS REPRESENTATIVIDADE NO PODER; ENTÃO POR QUE NÃO MUDAM OU PELO MENOS TENTAM, É FACIL! NAO MUDAM POR MEDO DE NAO TEREM MAIS COMO PEDIR OS MILHARES DE VOTOS. SAO ADEPITOS DE CESAR DA ANTIGA ROMA "DE AO POVO PAO E CIRCO, QUE NAO OS INCOMODARAM. USAM A PEC 300 PARA NOS ILUDIR, OQUE ADIANTA GANHARMOS BEM SE NAO TEMOS COMO GASTAR, NAO TEMOS ALEGRIA, NÃO É SÓ DE BOM SALÁRIO QUE PRECISAMOS, PRECISAMOS DE "VIVER"!!!! DESTA FORMA FAREI UM PEDIDO A TODOS OS LEITORES DESTE SITE, VAMOS UNIR FORÇAS PARA ACABAR COM ESSA ESCRAVIDÃO. LI NO SITE POSTADO POR UM DE NOSSOS COMPANHEIROS O BLOG DO SGT RICARDO E NELE DIZIA O SEGUINTE: QUE O TJRN CONCEDEU LIMINAR PARA QUE OS POLICIAS MILITARES TIVESSEM A CARGA HORARIA FIXADA EM 40 HORAS SEMANAIS COM ATÉ QUE SEJA FEITA UMA LEGISLAÇÃO ESPECIFICA, E QUE CADA HORA TRABALHADA A MAIS TERIA QUE SER PAGO HORA EXTRA. ESTE É UM GRANDE PASSO PARA TODAS AS CORPORAÇÕES, UM PASSO DADO POR APENAS UM, ESTE HEROI JÁ CANSADO DE TANTO TRABALHAR DEU "UM GRITO DE LIBERDADE" E QUE HOJE DEVE ESTA SOFRENDO COMO NOSSO PATRONO QUE É O ALFERES TIRADENTES. POR ISSO SEI QUE NOS NÃO TEMOS CORAGEM PARA COLOCAR A CARA A TAPA COMO O ILUUSTRISSIMO COMPANHEIRO DO RIO GRANDE DO NORTE FEZ, NO MEU CASO NAO TENHO DINHEIRO PARA TAL FEITO. PEÇO QUE MASSIFIQUEM OS COMENTÁRIOS, E QUEM POR VENTURA TIVER CONTATO COM ALGUEM INFLUENTE E POSSA NOS ORIENTAR MELHOR SOBRE ESSE FATO, DIVUGUE, POIS TENHO A ESPERANÇA QUE APARECERA ALGUEM POR NOS, E SINCERAMENTE ESPERO QUE NAO VIRE UM MARTIRE, E SIM, DESFRUTE COM AFINCO DO DIREITO CONQUISTADO. SOMOS FUNCIONARIOS PUBLICOS, ESTUDADAMOS PARA ISSO E NAO PARA SERMOS ESCRAVOS. COMO ESTA ESCRITO NA NOSSA AMADA BANDEIRA DO ESTADO "LIBERTAS QUAE SERA TAMEN"(LIBERDADE MESMO QUE TARDIA).
MEUS SINCEROS CUMPRIMENTOS AO GRANDE HOMEM QUE CONSEGUIU O FEITO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE O SR JANISELHO DAS NEVES SOUZA, MEUS PARABENS PARA A CORTE QUE DEMOSTROU TAMANHA SAPIENCIA EM SER UNANIME A FAVOR DESTE DIREITO NAO RESPEITADO PELOS ESTADOS FEREADOS.
ABRAÇO A TODOS E PERDOE MINHA INDIGNAÇÃO, ISSO TEM QUE MUDAR.

21 de dezembro de 2010 17:12

Anônimo disse...

AMIGO ANONIMO DE 20/12/2010"17:10 HS" IMAGINO QUE A ESCALA ESTA DIFICIL PARA TODOS NOS. POREM TEMOS QUE CONSIENTIZAR QUE SOMOS PROFISSIONAIS E NÃO ESCRAVOS. COM A IMPLANTAÇÃO DESTA METAS, SOMOS OBRIGADOS ATRAVES DE ESCALAS COM DOBRAS, A REALIZAR OPERAÇ~ES PARA MOSTRAR PARA A SOCIEDADE QUE A POLICIA TA TRABALHANDO. COMO RESPEITAR OS DIREITOS DOS CIDADAOS, SE OS NOSSOS E DE NOSSOS FAMILIARES NOS SÃO TOMADOS( ISTO MESMO, TOMADOS). A PMMG PREGA UMA COISA, NOS COBRA , POREM NÃO NOS PROPICIA ( DIREITOS FUNDAMENTAIS).

Anônimo disse...

Amigo a indignação é grande!!

Nem falo oq já passei e ainda passo em Destacamento, sem nada fazermos contra eles, eles já tiram nossas vidas, não tenho medo, só tenho uma familia pra cuidar!!!

Feliz Natal a todos!!

Anônimo disse...

caro amigo anonimo 23 dezembro14:24
as familias tem nós!! nós nao temos elas!! a os manda chuva nao permitem que curtimos essa essa dadiva de deus,
creio eu que são tao infelizes quem nao desfruntam dessa graça!!!
temos que lutar!!!!
Ba$ta!!!!!

Anônimo disse...

Infelizmente tem coisas que ainda acontecem na PMMG que nos deixa mto triste. Os abusos prevalecem, um desrespeito total a nossa vida particular, a nossa saúde. Vou dar o meu exemplo, ano passado tive 10 dias de férias cassadas, por inabsoluta necessidade do serviço! Verdade! Vulgarizaram o termo "absoluta necessidade do serviço", cassam férias assim conforme a vontade deles. Férias-prêmio?! - Nem pensar! Ah não ser que vc chore mto na frente do chefe e ainda vai ter de ouvir mta bobagem. É mta humilhação! São mtos os desafios da nossa PM para que possamos ser uma empresa de qualidade na prestação de serviço público.

Anônimo disse...

boa noite, breve comentario, estou gostando muito de ver as participações de muitos colegas neste site sinto que estamos acordando de vez para esta ferramenta tão necesssaria e util a nossos propositos, quero apenas neste breve comentario dizer que alguns dos colegas, estão dizendo coisas sem nexo, por exemplo "melhor ser escravo do regulamento do que ser escravo do homem" pelo amor de deus colegas não queira ser escravo de regulamento e muito menos de homens algum seja apenas livre para viver sua vida da forma que você quiser, outro topico os policiais civis men de perto vivem a angustia que nos vivemos, não a parametro de comparação, querendo ou não eles são comandados por delegados que sabem da lei e da sua justa aplicação, por outro lado nos fomos comandados por coroneis que mal sabem ler e escrever, ditam regulamento que não derivam da lei maior "a constituição" mas da sua propria vontade e desejos, pasa governo entra governo e coisa vai se mantendo, é hora de dar um basta neste modelo de gestão.

Anônimo disse...

ANDAR SEM FARDA? UAI!!! COMO É QUE VOU PEGAR AS MARIA BATALHÃO? PELO MENOS DEIXEM O TIRADENTES ESTAMPADO NO UNIFORME; ESSE TIRADENTES DÁ UMA SOOOORTE.

Anônimo disse...

CAROS COMPANHEIROS!!!
LI TODOS OS COMENTARIOS, E NAO VI SOLUÇÃO ALGUMA, ATE QUANDO VAI SER ASSIM?
ABRAÇOS

Anônimo disse...

O ART. 5° DA CF É BEM CLARO, TODOS SAO LIVRES PARA SE LOCOMOVEREM EM TERRITORIO NACIONAL, QUALQUER ADVOGADO DE PORTA DE CADEIA QUE UMA CAUSA DESSA É GANHA FACIL, FACIL!!!

Anônimo disse...

Companheiros,

Francamente, acho que para sermos escravos ainda temos que ser melhor tratados.

Os senhores gastam mais com os seus escravos, pois, são obrigados a providenciar a senzala, comida (lavagem), tratamento médico - quase veterinário (de graça), segurança para os escravos, arrumar companheira para tirar a cria, e outras obrigações que, no final, não ficam baratas.

Para os "Senhores do Poder" é mais inteligente (barato) pagarem um salário de fome ao empregado (deixar que o quase escravo se vire para comer, pagar moradia, cuidar de saúde, etc), explorarem ao máximo em troca de recompensas imaginárias (elogios, registros positivos, medalhinhas, etc.), fingirem que os empregados são importantes e, vez por outra, deixarem comer algumas migalhas.

Existem muitas formas de escravização, imaginem, piores do que a própria escravidão, acho que a "servidão" é pior, é não ter direito a quase nada e ser submetido, em troca de nada (de mentiras) para morrer de trabalhar - é como servir um a "semi-deus" como a história já nos mostrou.

Servir cegamente a um "semi-deus" em troca de uma falsa salvação é pior do que a escravidão.

Será que estamos sendo enganados?

Anônimo disse...

Amigos,

se o militarismo for abolido nas IMEs, muito possivelmente, não teremos mais:

1) IPSM - que é gerido por Oficiais da Reserva, em sua grande maioria, empregando ainda algumas pessoas bem intencionadas e "muito bem selecionadas"(todos com boa remuneração;

2) A JUSTIÇA MILITAR - que possuem vagas para coronéis juízes (cargos vitalícios com salários de desembargadores);

3) A "estrutura administrativa clássica militar" com gabinetes e certas prerrogativas de determinadas autoridades;

4) O controle externo dos atos administrativos disciplinares pela Justiça Militar que, como sabido, possui em sua segunda instância, dentre os sete Juízes, quatro "Coronéis Juízes";

5) Acabando o IPSM - poder-se-a contratar uma UNIMED, ou outra empresa, e como ficariam os agregados da estrutura de saúde das IMES? (os contratados, conveniados, aderentes, etc.);

6) Aposentadoria - acho que ninguém perde a aposentadoria por não ser militar (sabe-se da existência de policiais civis aposentados que percebem os mesmos proventos e garantias do pessoal da ativa), então, este discurso de comprometimento da aposentadoria se desmilitarizar as IMEs não procede).

O BINÔMIO HIERARQUIA E DISCIPLINA SERVE DE JUSTIFICATIVA PARA A MANUTENÇÃO DO MILITARISMO E, DE FATO, O MILITARISMO SERVE PARA MANTER MUITA COISA.

A POLÍCIA FEDERAL NÃO É MILITARIZADA E, NO ENTANTO, PODE SER CONSIDERADA A ELITE DAS POLÍCIAS (EM ORGANIZAÇÃO, DISCIPLINA, HIERARQUIA, VENCIMENTOS, VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL, ETC.).

Anônimo disse...

este comentário acima foi o melhorzinho ate agora...

Anônimo disse...

O MILITARISMO É O ALTEREGO DO ESTADO, OU SEJA, É TUDO AQUILO QUE O ESTADO GOSTARIA DE SER COM TODA A POPULAÇÃO.

ASS.: CEL DREXLER

Anônimo disse...

FODA-SE ATESTADO NO GATO É O CAMINHO,E NO MAIS ADMINISTRAR......

Anônimo disse...

Caro companheiro, após estudar a legislação especifica cheguei a que, a carga horaria da PM é de quarenta horas semanais, tendo em vista legislação apenas proibe trabalhar menos de quarenta horas,alguns comandos interpretam de forma errada a legislação, dizendo que o militar nao tem carga maxima obrigando-os a trabalharem muitas vezes até setenta horas semanais contando com instruções.
Pois bem, vamos a interpretação de alguns pontos polemicos RESOLUÇÃO Nº 3542, DE 07 DE JULHO DE 2.000.
O capitulo I destina-se a todo e qualquer militar sendo ele da area operacional, administrativa ou qualquer outra area.
Art.1
a) Regime de tempo integral, considerando que o servidor deve estar disponível para o serviço a qualquer hora do dia ou da noite, onde o imponha o interesse da corporação, no cumprimento de suas missões institucionais. (entende que o militar deverá esta pronto para agir a qualquer circustancia qual traga perigo para terceiros e/ou ameace a paz social, devendo este agir de oficio representando o interesse da corporação, mesmo estando no horario de folga,descanso,ferias.
Com este argumento voce tem como contestar seu superior estas escalas abusivas, mas entenda ele tem o direito de cassar sua folga uma vez que haja necessidade do serviço e o dever em lhe repor em momento oportuno. Enquanto aos encargos que sao atribidos aos Sgt e Oficiais serao feitas dentro das quarenta horas semanais de empenho.
Notaram que no Art.6º § 2 e Art.13 referem-se a observação do Art 2º,no qual preve que o militar nao pode trabalhar menos que quarenta horas semanais.
Tendo em vista que a Adminstração Publica só pode realizar atos quais a lei determina" principio da Legalidade".
A unica carga horaria permitida maior que quarenta horas semanais é em:
Art. 11 – Para o Policiamento Ostensivo de Guardas deverá ser
observado o seguinte:
I - Em estabelecimentos prisionais e guarda de quartel: deverá ser
utilizada a escala de 6x18 horas, de acordo com disposto no art. 8º, inciso IV, a),
podendo ser utilizada, se estritamente necessária, a jornada de 24x48 h, mediante
autorização do Comando Regional de Policiamento.
II - Nas cadeias públicas, em sedes de Comarca, os Comandantes
Intermediários adequarão as escalas em função do efetivo disponível, do grau de
periculosidade dos presos, da população carcerária e da segurança da
comunidade, observado o que preceitua o art. 2º, desta Resolução.
Parágrafo único – A folga na escala de 24x48 horas deverá ser
considerada incluída no descanso.
Conforme previsao na resolução discutida.
Enfim vejo a ação do escalante completamente arbitraria.
espero que o esclarecimento tenha sido util, pois fiquei intrigado quando li este artigo porem nao sabia da legislação existente. Legislação referente a PMMG.

Anônimo disse...

TRABALHO EM UM DESTACAMENTO DO 7ºRPM E MINHA ESCALA E SIMPLESMENTE 48X48, NUNCA VI UMA ESCALA COMO ESSA, SE ALGUEM CONHECE ALGUMA FAVOR POSTAR - ENTRO DE SEVIÇO AS 08:00HS TRABALHO NO PLANTÃO ATÉ AS 08:00 DO OUTRO DIA, VOU EM CASA TOMO BANHO/CAFÉ E VOLTO PRO POLICIAMENTO BANCARIO AS 09:30 E DEIXO O SERVIÇO NO OUTRO DIA AS 08:00HS, É MOLE E QUANDO CHEGA SUPERVISÃO E AS VEZES AGENTE VAI EM CASA FAZER UM LANCHE PO QUE NINGUEM E ROBOCOP COSTUMAM FAZER COMUNICAÇÃO DISCIPLINAR..

Anônimo disse...

Realmente somos escravos,por sermos regidos por estatuto proprio,a constituição federal não nos alcança;dos direitos sociais em seu artigo IX fala do trabalho noturno, a remuneração e superior ao trabalho diurno,em seu artigo XIII da contituição federal fala da carga horária não superior a oito horas,esses dias fui obrigado a escutar um oficial falar que se os indicies de violencia no municipio não diminuirem as operações continuaram,o art.XXIII fala do adicional de insalubridade ou perigosas;precisa falar mais alguma coisa.

Anônimo disse...

...OFICIAL É TUDO MOCEGOS. VIVEM NA ABA DOS PRAÇAS. PRINCIPALMENTE OS DE MG. NAO FAZEM NADA. SEUS SALARIOS E FRUTO DO TRABALHO DOS PRACAS. "CLARO QUE EXISTE UMA PEQUENA EXCESSÃO, NÉ"... VAMOS LUTAR PARA A DESMILITARIZAÇÃO DA PMMG..

Anônimo disse...

Esta matéria foi feita em 2010, pois bem já estamos em 2012 e continuam acontecentendo as mesmas coisas até hoje, na cidade onde trabalhamos, somos que nem super soldados, iguais aqueles do filme do Van Damme, pois trabalhamos dois serviços de 12 horas seguidos e se conseguimos escapar da instrução na terça-feira ou na quinta, somos obrigados a trabalhar mais umas quatro ou cinco horas de blitz para pagar o dia da instrução a qual faltamos devido estarmos de serviço naquele dia. Se estamos escalados no policiamento a pé, não temos direito também a um descanso e folga por mês, a escala é de seis horas, quando chega na sexta-feira, em vez de voce trabalhar seis horas voce trabalha 12 para ter direito a seu descanso e folga, ou seja aquela seis horas a mesis voce já paga o trabalho do descanso, e aí seu CMT diz que ti deu descanso e folga. Se voce ficar doente, voce terá que sair do médico e é obrigado a comparecer na unidade de saúde SAS mesmo passando mal. Até quando continuaremos a ser escravos. Somos transferidos de uma cidade ou seja de um batalhão para outro sem nenhuma punição administrativa, e a bem da disciplina a bel prazer de oficiais e ninguém faz nada nem comenta nada nas assembléias, cadê nos Direitos Humanos Senhores Deputados, a tropa pede SOCORRO.

ronaldo brandok disse...

companheiros estar na hora de nós pegar o bornal e irmos para o campo de batalha lutar pelos os nossos dereitos ,vamos a guerra .

Anônimo disse...

Realmente não era assim, quem é mais antigo se lembra que antes dava pro PM ter uma vida social e não tinha tanta cobrança como agora ao meu ver parece que estamos voltando para o antigo e massacrante RDPM mas de uma forma dissimulada ( ISSO MESMO, MAS ISSO OS CMTS NÃO VÃO ASSUMIR NUNCA). As reclamações estão geral em quase TODOS batalhões e cias, destacamentos etc..

O que os comandantes não querem assumir é que o preço que nós praças atualmente estamos pagando é pela alta defasagem de militares, muitos estão MORRENDO em acidentes, SUICIDANDO por não aguentarem as humilhações e cargas excessivas escalas DESUMANAS e absurdas, fora os que estão SAINDO pelo tempo, e que estes levantem as mãos para os céus, pois estamos a beira de um colapso do sistema militar. PM não é máquina, vamos todos acabar adoecendo se continuar nesse ritmo, quem puder sair que saia logo. Ninguém mais quer ficar na PM, vamos falar a verdade,

VIRAMOS ESCRAVOS DO SISTEMA. E A VOCÊ QUE ESTÁ LENDO E TEM A VONTADE DE ENTRAR TE DIGO DE CORAÇÃO NÃO ENTRE. TENTE QUALQUER OUTRA COISA EXISTEM VÁRIOS OUTROS CONCURSOS POR AÍ. NÃO DEIXEM QUE ELES TIREM SUA VIDA COM A SUA AUTORIZAÇÃO.

Anônimo disse...

Esta matéria foi feita em 2010, pois bem já estamos em 2012 e continuam acontecentendo as mesmas coisas até hoje, na cidade onde trabalhamos, somos que nem super soldados, iguais aqueles do filme do Van Damme, pois trabalhamos dois serviços de 12 horas seguidos e se conseguimos escapar da instrução na terça-feira ou na quinta, somos obrigados a trabalhar mais umas quatro ou cinco horas de blitz para pagar o dia da instrução a qual faltamos devido estarmos de serviço naquele dia. Se estamos escalados no policiamento a pé, não temos direito também a um descanso e folga por mês, a escala é de seis horas, quando chega na sexta-feira, em vez de voce trabalhar seis horas voce trabalha 12 para ter direito a seu descanso e folga, ou seja aquela seis horas a mesis voce já paga o trabalho do descanso, e aí seu CMT diz que ti deu descanso e folga. Se voce ficar doente, voce terá que sair do médico e é obrigado a comparecer na unidade de saúde SAS mesmo passando mal. Até quando continuaremos a ser escravos. Somos transferidos de uma cidade ou seja de um batalhão para outro sem nenhuma punição administrativa, e a bem da disciplina a bel prazer de oficiais e ninguém faz nada nem comenta nada nas assembléias, cadê nos Direitos Humanos Senhores Deputados, a tropa pede SOCORRO.


Pois é caro amigo estamos quase chegando em 2015 e NADA MUDOU muito pelo contrário só PIOROU. Onde estão os nossos representantes? Foram todos reeleitos e o que fizeram por nós? NADA.

Anônimo disse...

SEMPRE FALEI QUE O SISTEMA DE PROMOÇÕES E UM SISTEMA QUE ESCRAVISA, PORQUE QUANDO NOS PASSARAM O MODO QUE SERIAM AS PROMOÇÕES, DIVIDIDAS EM TURMAS, NÃO FALARAM QUE QUEBRARIAM A HIERARQUIA, UMA VEZ QUE MILITARES MAIS MODERNOS TRÊS ANOS ESTÃO SENDO PROMOVIDOS E OS MAIS ANTIGOS FICANDO PARA TRÁS, UMA TOTAL FALTA DE RESPEITO COM AQUELES QUE DEDICARAM SUAS VIDAS NO PASSADO PARA ENGRANDECER O NOME DA NOSSA PMMG, SENDO ASSIM ACABANDO COM A HIERARQUIA UM DOS PILARES QUE NOS FALARAM A ANOS ATRÁS, FICANDO AQUI A NOSSA INDIGUINAÇÃO COM ISSO, FORAM MANDADOS VÁRIO PEDIDOS AOS NOSSOS DEPUTADOS E NADA FOI FEITO, ATÉ QUANDO ISSO VAI DURAR.

Anônimo disse...

Quando se sentirem abusados vcs podem buscar efetuar denúncias anônimas junto ao Ministério Público Estadual. O Código Penal Militar é anterior à Constituição Federal de 1988 e muitas aberrações são praticadas dentro das Instituições pelo país afora. Não aceitem esses abusos. Denunciem indicando detalhes, horários, exigencias absurdas e o Ministério Público saberá o que fazer.

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo