Integração entre Polícia Militar e Polícia Civil: Algumas considerações

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

* Claudio Cassemiro Dias (pós graduado em criminologia)

Há certo tempo, a sociedade sempre indaga dos especialistas porque não existe apenas uma policia nos estados da federação que execute o policiamento ostensivo e também a investigação, ou seja, a dúvida que assola o cidadão que atônito espera por segurança pública eficaz e eficiente, acaba por maximizar essa falta de explicações prudentes.

As policias tem na Constituição Federal sua previsão legal para existirem, com determinação de competências, e estipulação de suas funções. Nos estados existem a policia militar e a policia civil, cada qual com sua competência executiva prevista e transcrita para a constituição estadual.

A Policia Militar tem a competência para realizar o policiamento ostensivo, preventivo e atuar nas prisões após a prática de um delito, que no caso, seria a competência para repreender o crime através da prisão e apresentação do deliquente a autoridade policial, qual seja, o delegado de policia civil, para a confecção do Auto de Prisão em flagrante e abertura de inquérito policial, que culminará no processo criminal que ao final levara a condenação ou absolvição do infrator da lei.

A Polícia Civil tem a competência judiciária, ou seja, após receber a noticia crime através do BO (Boletim de Ocorrência Policial) inicia o procedimento, qual seja, o inquérito policial e o encaminhamento para a Justiça, onde o Promotor de Justiça oferece ou não a denuncia ao Juiz, que recebe e segue os procedimentos do processo até a condenação do réu.

As investigações são procedidas pela Policia Civil que se utiliza dos meios disponíveis para elucidação dos fatos delituosos que lhe são levados.

Na confecção do BO os policiais militares relatam por escrito e no local do fato, tudo que for trazido a tona pelos envolvidos no fato, dentre outras informações relevantes.

O Boletim de Ocorrência é na maioria das vezes a peça mais importante, e informativa do Inquérito Policial e do Processo Criminal, ou de outra natureza.

As policias civil e militar tem envidado esforços para trabalhar em conjunto, tudo isso visando um melhor atendimento a população que tanto carece de segurança pública.

Cada uma das policiais tem sua historia e origem, e, apesar de ambas praticarem segurança pública, existem ainda nos dias atuais algumas divergências internas que maculam, às vezes, uma melhor prestação de serviços a sociedade.

Devemos analisar coma cautela devida, sobre a possibilidade ou não de unificação das duas policiais fundindo-se em uma só policia estadual.

Isso porque, existe um lobby a nível nacional no Congresso Nacional, para que não se unifique as corporações. Vez em quando o debate vem a tona e faz parte de debate no plenário da Câmara e do Senado, logo em seguida cai no esquecimento ou se protela tal discurso.

Com relação a integração, o estado de Minas Gerais é modelo para as outras policias do país, uma vez que, de certo tempo para cá, um esforço em integrar as ações policiais tem sido constante, inclusive integrando as áreas de atuação das companhias de policia, com as áreas de atuação das delegacias, e dos batalhões com as Seccionais. Polícia Civil e Militar trabalhando no mesmo espaço físico, e outras ações práticas de integração.

Em muitos países, a polícia é uma só, composta de grupamentos uniformizados, e grupamentos descaracterizados, ou seja, grupamentos “a paisana”.

Não podemos perder de vista que cada país tem seu modelo de polícia, e adequações de atuações policiais. No entanto, a sociedade nesses países tem um maior nível de satisfação no atendimento policial.

No Brasil, culturalmente, existem as policias federal, civil, militar, ferroviária, alfandegária, e outras com competências definidas em lei, em alguns momentos trabalham e realizam operações conjuntas, outros momentos cada qual cumpre sua função com autonomia e independência.

No caso especifico dos estados da federação, atuam as policias civil e militar, na prevenção a criminalidade. No entanto, o que o cidadão pergunta e não entende é o fato de existirem duas policias, e não uma policia única, fortalecida e com ações mais eficientes.

O debate ficou mais acirrado com um desentendimento ocorrido, na cidade de Contagem entre policiais civis e militares, quando policiais civis teriam se negado a se identificar aos policiais militares fardados, que foram chamados para averiguar uma denúncia de pessoas armadas em atitudes suspeitas, naquela região. O fato culminou em um desentendimento e discussão entre policiais civis e militares.

O ocorrido não deve servir de parâmetro para medir a competência de uma das melhores policias do país, porem, há que se ter cautela e isenção, ao analisar o ocorrido, possibilitando que as duas Corporações se entendam e continuem sempre agindo em prol da Sociedade Mineira. Aliás, a polícia existe para dar segurança, e assim deve ser.

Sejamos imparciais e busquemos sempre a melhor solução para os problemas que devemos enfrentar. A sociedade, como um todo, só tem a ganhar com policiais preparados e imbuídos em manter a boa imagem da Policia Civil e da Policia Militar, e comprometidos com a missão constitucional.


* CLAUDIO CASSIMIRO DIAS, Especialista (Latu Sensu) em Criminologia, Bacharel em Direito, Bacharel em Historia, Acadêmico Efetivo Curricular da Academia de Letras João Guimarães Rosa da Policia Militar de Minas Gerais, Cadeira 28, Ex-Diretor Jurídico do CSCS/PMBMMG, Conselheiro do CEPREV/MG, Pesquisador da Historia Militar e palestrante.



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

51 comentário(s):

Anônimo disse...

essa tal de integração não existe, nem existirá em pelo menos 100 anos. cada um tem que fazer seu tarbalho, na sua esfera e pronto. não se mistura água e óleo.

Anônimo disse...

o que é bom dos Estados Unidos, que é o modelo de polícia, o Brasil não copia.

Copia é Big Brother.

A polícia para ter unificação e respeito tem que ser somente uma.

Tem ainda os agentes penitenciarios, querendo instituir mais uma Polícia, pelo amor de Deus.

Quando vamos em ocorrências envolvendo PMs é muito mais tranquilo, mesmo se o polícia estiver dando alteração.

Quando vamos em ocorrências envolvendo PCs, estes quando dão alteração (é minoria das vezes), dão muito trabalho, pois chegam trocentas viaturas em cima, os caras ficam arrogantes, é muito difícil trabalhar.

Polícia integrada é uma só polícia, pena que daqui a muito tempo é que irão olhar de verdade para essa realidade.

Um abraço para todos!

Policial Militar Acreano disse...

Passamos à Democracia arrastando o modelo de polícia da Ditadura para o presente momento. Porque?
As diferenças entre PM e PC retroalimentam os discursos das diferenças entre esta e aquela ("água e óleo não se misturam...") e tornam tais instituições por seus privilégios e vícios seculares distantes da verdadeira segurança pública e, por consequência, da sociedade!
É preciso unificar as polícias, extinguir postos/graduações/funções, subordiná-las a um órgão de coordenação nacional, uma vez que os Estados dão mostras mostras diárias de incapacidade/incompetência para gerir/reformular/reformar as polícias estaduais.
Essas polícias são modelos falidos frente à atual "complexidade social" e funcionavam muito bem quando os cidadãos não podiam exigir nada do Estado e não havia diferença entre o criminoso e o opositor político.
Mas é preciso reformar a polícia também para extinguir privilégios e trazer os maior parte dos policiais (principalmente os militares) para apreciarem a luz da Democracia, uma vez que os seus regulamentos são oriundos da década de 60 do século passado, e tais regulamentos são criminosa e propositadamente assim mantidos, para evitar que os insatisfeitos (os subalternos) se levantem e exijam mudanças, melhorias, respeito, enfim JUSTIÇA!!!

Anônimo disse...

Tenho certeza que essa briga se arrasta porque não é interesse do governo intervir. Ate o presente momento, o governo não se pronunciou, evidenciando a afirmativa anterior. Os PCs acusam os PMs de usurparem as suas funções, porem nunca vi PMs investigarem nada. Fazer levantamentos e descobrir onde existe o crime é função da PM (policiamento ostensivo com prevenção e repressão). Ja os policiais civis atuam ostensivamente e abordam pessoas na rua. Que policia judiciaria é essa? A investigação é iniciada após a apresentação do BO na delegacia. Alguem ja viu a solução de um crime, após ser entregue atraves de BO na delegacia, ser conduzido por militares? Acredito que os PCs querem mais atribuições. Esta briga pode ficar pior, ja temos relatos de discussão de guarda municipais e agentes penitenciarios com PMs. Os policiais militares estão sofrendo um bombardeo de outras instituições e não tem ninguem por eles. Associações apenas procuram insentar-se de opiniões e fazem um jogo de boa vizinhança enquanto o pau quebra. Se o problema é a policia militar acaba com a instituição, se não é, vamos colocar cada qual em seu devido lugar. Não podemos tratar a policia militar como um mau necessário, são profissionais em constante capacitação que merecem respeito.

Anônimo disse...

Parabenizando-o pela matéria, venho expor o meu ponto de vista...Acho que o ponto crucial dos entreveros entre policiais civis e militares esta puramente no jogo de interesses.Sem citar insígneas (simbolo de posição,nobresa) e do outro lado mesmo não tendo tal simbologia mas tendo cargos ou posições.Eu na minha ignorancia toda percebo todo dia que alguns policiais tanto civis como militares se deixam levar com essas brigas de interesses onde os que estão sentado nas cadeiras confortaveis e não saem para dar um tiro se quer não estão nem ai para a realidade da segurança e se preocupam unica e exclusivamente com o seu umbigo,seus interesses pessoais, seu conforto e de sua familia, não estão sujeitos a dar tiro e levar tiro, mas quando um policial ( principalmente o militar) esta em serviço e para não morrer tem que matar, la vem os oficiais parecendo uns urubus loucos para encontrar um pézinho uma falha e com isso prejudicar aquele que colocou sua vida em risco para defender a sociedade.Resumindo em poucas palavras, para unificar teriamos que acabar com o oficialato ou pelo menos coloca-los nas ruas para trabalhar, ou ser oficial por merecimento, oficial que horasse suas insígneas com luta, sangue e bravura. Assim tambem digo do Judiciário, da Civil e de todos que se prestem a dar segurança ao cidadão e sobretudo se impor LIMITES a esse tal famigerado direitos dos manos, visto que o crime organizado esta infiltrado em todos os niveis das policias e quando alguns que se acham poderosos tomam certas decisões duvidosas, ridiculas e criminosas temos cada dia mais certeza que a luta contra o crime tem que começar em casa. Obrigado!!!

Bernadete Maia disse...

Conheço muito bem esse debate, entrentato é muito difícil que se efetive uma reformulação eficaz, posto que "todos querem postos, graduações, estarem no topo dessa ou daquela instituição. Assim gerou-se o caos que hoje é a POLÍCIA que deveria mesmo proteger todos os cidadãos que vivem nesse imenso país. Fui Policial Civil durante trinta anos e agora graças a Deus, solicitei aposentadoria e vou advogar e ensinar em Universidades. Nada é pior do que você, como cidadão precisar de uma ou de outra instituição e ver que sua necessidade de acolhimento não será efetivamente atendida. Sofri um "roubo" em minha residencia no dia 01 de fevereiro/2011, estiveram ali, horas depois do ocorrido três viaturas do agora mais atual "modelo de polícia", o RONDA. Nada fizeram apenas "olharam" literalmente. Quanto a minha instituição a Polícia Civil, NÃO POSSUI MAIS INVESTIGADORES, porque foram transformados em ENTREGADORES DE PAPEL NOS FORUNS. Quanto ao Escrivães, hoje são apenas DIGITADORES e os Delegados de Polícia, somente dizem AMÉM aos Políticos. Nossa! a Polícia Civil morreu no Estado do Ceará, sou totalmente a favor da UNIFICAÇÃO DAS DUAS POLICIAS, e que se transformem em Polícia Estadual, divididos em SETORES COM ESPECIALIDADES DISTINTAS, somente assim se fará SEGURANÇA PÚBLICA DE VERDADE!

Anônimo disse...

Acharia um grande avanço a desmilitarização das policias e criação de uma policia unica, poderia ser um efetivo uniformizado (ostensivo) e outras investigativos, mesmo modelo do EUA. Isso seria um grande avanço, ocasionaria a extinção de tribunais militares estaduais, auditorias e não estaria mais subordinados a cod. penal militar e outros.

Anônimo disse...

Entendo que cada Policia , deveria cumprir seu papel constitucional, creio que a parte de inteligência da policia ostensiva, foi criada somente para assessorar o seriviço operacional, e que tem saido dos limites previsto, isso gera transtorno para a policia judiciaria, tem que haver ugentementem, por parte do Governo, uma doutrina para tal regularização.

Anônimo disse...

Nos interiores as Policias são unidas, em prol da sociedade, suas ações são integradas, é comum maridos e esposas serem militares e policiais civis e vice versa, o que ocorreu recentemente são casos issolados, e que não devemos generalizar, esses deslizes, prejudica a imagem das duas corporações, e geram transtornos. Tem que haver uma doutrina criada pelo Governo, disciplinando as ações das policias qu estão prevista da CF/88. Seria um grande avanço, a criação de uma só policia estadual, com os mesmos padroes de paises europeu, porém com o controle total do poder judiciario.

Anônimo disse...

O que acho incrível é que dentro da Academia os oficiais superiores são tão nervosos, gritam com subordinados, tratam mal e na hora de defender um tenente de serviço, preso e algemado por policiais civis, eles se acovardam e saem com o rabo entre as pernas. Considero a relação PMXPC parecida com o antigo apartaid da Africa do sul onde uma minoria branca (PC), dominava uma imensa maioria negra (PM). A PM é um elefante de circo, preso a um toco por um barbante, não sabendo a força que tem. Graças a Deus estou na reserva do contrario, iria me envergonhar de andar fardado.

Anônimo disse...

DEVERIA PADRONIZAR AS AÇÕES DAS POLICIAS CONFORME A CONSTITUIÇÃO FEDERAL, AS VEZES SERVIÇOS DE INTELIGENCIA TEM ENTRADO NA AREA DA OUTRA POLICIA JUDICIARIA. ACHO QUE O GOVERNO TEM QUE DECIDIR QUE POLICIA ELE QUER E COMO PROCEDER. TANTO OFICIAL E DEMAIS POLICIAIS CIVIS SÃO SERVIDORES DA SEGURANÇA PUBLICA, TRABALHADORES, QUE AS VEZES NAQUELA DATA OCORREU UMA FALHA NA COMUNICAÇÃO NO ENTENDIMENTO, E QUE DEVE SER ISOLADO, TEM QUE HAVER UNIÃO UMA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO PARA COMUNIDADE DE BOA QUALIDADE, E LUTAR POR MELHORES SALARIOS.

Anônimo disse...

a unificação nunca ocorrerá bem como a PEC não sera aprovada.

Anônimo disse...

Boa tarde, sou Sd PM MG e acredito que o fato ocorrido recentemente seja um fato isolado, porem situações como essa tendem a se tornar frequentes, pois existe uma rivalidade velada entre PM e PC, eu quando ainda era sd 2ª classe em fase de curso estava em uma blitz de transito e ao abordar um veiculo, seu condutor identificou-se apenas dizendo que era policial civil, e quando pedi seu documento o nobre cidadão ficou bastante irritado, negando-se a mostrar seus documentos e tratando de forma desrespeitosa a todos os militares que estavam no local. Enquanto houver pessoas despreparadas e sem humildade como o cidadão do fato aqui narrado, sempre ocorrerá situações constrangedoras envolvendo PMs e PCs.

André disse...

Nao existem problemas entre as duas corporações e sim falta de ética e educação a algumas pessoas que estão nessas empresas, sou contra a unificação, a POLÍCIA MILITAR não pode unir, pois ainda devido ao militarismo existe organização, se unificar, será só corrupção, pode ter certeza, outra coisa nesse nosso país não tem ninguém que tem peito para unificar as polícias...

Anônimo disse...

Infelizmente os que os PMs aprende em salas de aulas, não colocam em pratica, não generalizando más existe alguns que trata mau a sociedade. As vezes durante uma fiscalização pode ocorrer desentendimento entre policiais, isso é uma falha na comunicação, depois querem envolver as corporações. Tanto na instituição PM ou na Civil, pode ocorrer falhas, más a maioria são servidores compromissados com o trabalho, excelentes profissionais.Fatos issolados devem ser apurados, e chegar a verdade, ser tomadas as providências cabiveis. A area Segurança Publica tem que ser unida, mostrar um trabalho para a sociedade, para podermos exigir junto ao Sr. Governador o reconhecimento.

Anônimo disse...

o episodio ocorido entre os policiais civis e policiais militares, ao contrario de depoimentos acima já vem se arrastando a decadas, este imprestavel governador deveria como agente politico e público dar explicações a sociedade, pois é inadimissivel que em pleno seculo 21 termos este tipo de comportamento em agentes públicos, a solução é muito simples apenas uma policia, policia do estado de minas sem a pelicula do militarismo, regime este contrario a democracia e organizacionalmente incompativel com qualquer força de segurança no mundo, deveria este que se diz governador levantar-se de sua confortavel cadeira e tomar uma atitude simnples enviar a assembleia projeto de lei para extinguir de uma vez estas duas policias e formar apenas uma, acabaria de vez com toda esta confussão, o chefe de policia seria aquele que tivesse mais competencia e nivel de escolaridade compativel com a função exercida, o governo tem que parar de por planos quentes e ter a coragem de corrigir este erro historico e canceroso que acomete o estado, a cura é simples estirpar o militarismo.

Anônimo disse...

A POLICIA MILITAR , POSSUI CREDIBILIDADE JUNTO A SOCIEDADE, AOS LONGOS DOS ANOS VEM PRESTANDO SERVIÇO DE QUALIDADE.A INSTITUIÇÃO É EXCELENTE, E OS CASOS QUE SURGE SÃO FATOS ISSOLADOS. ESTA MERECE MAIS ATENÇÃO DO GOVERNO, E VALORIZAÇÃO, CREIO QUE SEGURANÇA PUBLICA É POLICIA MILITAR, PRESENTE EM TODOS LOCAIS. PARABÉNS A TODOS POLICIAIS MILITARES, LEMBRE SE FAZEMOS A DIFERENÇA EM NOSSO ESTADO, PARABÉNS AO CORPO DE BOMBEIROS MILITARES.DEVEMOS ELEGER MAIS REPRESENTANTES POLITICOS, VAMOS TRANSFORMAR MINAS EM O MELHOR ESTADO PARA SE VIVER.

Anônimo disse...

A PM faz o serviço e sem a PC não haveria investigação, somos a ponta de cima da pirâmide a PM a base, uma estrutura perfeita, os delegados autoridade de policia, os oficiais coordenadores de pessoal, não acho que a unificação seria possível, o nosso serviço tem que ser executado com inteligência e não força bruta.

Anônimo disse...

Realmente no interior as polícias, Pm e PC, trabalham em conjunto, Claro! Em uma pequena cidade de cerca de dez a quinze mil habitantes, onde existem cerca de sete PMs e um delegado e um detetive/carcereiro, quando existem, representantes da PC, as polícias tem que trabalhar juntas, pois a PC precisa da PM, lógico! Sou PM, com muito orgulho, tenho conhecidos na PC, sei que lá existem, também, bons profissionais, contudo, sou contra a unificação. Acho que se a sociedade quer seguir o modelo Americano, ela tem que criar outra polícia e extinguir, a longo prazo a PM e a PC, pois não daria certo unificá-las, são duas coisas totalmente diferentes. Outra alternativa seria, também a longo prazo, extinguir uma das duas instituições, passando as atribuições de uma para a outra, gradativamente, enquanto que não haveriam mais concursos públicos para a instituição que seria extinta, Logicamente, seria mais fácil extinguir uma corporação que tem o menor efetivo. Sou contra a desmilitarização das PMs. O que mantém a imagem da PMMG é a hierarquia e a disciplina. Existem muitos maus profissionais que adorariam que a corporação fosse desmilitarizada, pois eles acham que sem o militarismo seria mais fácil cometer atos e ações ilícitas em benefício próprio. Eles não pensam que em toda empresa tem que existir hierarquia e disciplina ou então vira bagunça e a empresa fali. Quando um cidadão precisa da polícia, ele procura a PM, porque para ele o nome polícia está diretamente relacionada com o cara fardado. Quando um ou outro cidadão procura a PC, para registrar um BO, o que também é obrigação deles, o cidadão é orientado a procurar a PM, ou seja, procurar a Polícia. Se um delegado tem sua arma furtada, ele chama quem? A Polícia Militar! Por que ele não aciona diretamente a sua corporação? Eles também tem competência para registrar ocorrências. Por isto e muito mais eu me orgulho de pertencer a gloriosa Polícia Militar e sou contra a unificação ou desmilitarização. Temos sim que combater os abusos praticados por alguns comandantes, ainda nos nossos dias, mas ainda assim, me orgulho de ser MILITAR. Se a nossa sociedade quer copiar o modelo Americano, por que eles não copiam o modelo de constituição. Eles não querem isto pois mudaria toda a sociedade.

Anônimo disse...

Quanto a este babaca anônimo que disse a PM é a base da pirâmide, eis a resposta: Concordo com ele, realmente a PM é a base, mas é também o ápice. Veja bem. Quando a sociedade necessita da polícia, ela só se lembra do policial fardado. A sociedade não sabe o que vem a ser a polícia civil. O cidadão, na maioria das vezes não sabe que quem o avalia e “dá pau” nele nas provas de legislação e direção é policial civil, a maioria acha que é um funcionário público qualquer. A polícia militar atende as ocorrências, faz os levantamentos, localiza os autores, efetua a prisão em flagrante, o entrega na delegacia para o delegado apenas ratificar o flagrante e, este delegado, muitas vezes por preguiça, age com “inteligência”, solta o bandido para que ele retorne para a prática dos mesmos delitos. Quando a polícia militar não consegue prender os autores em flagrante, ela redige o BO e repassa para a PC, com tudo mastigado, com autores identificados, endereço deles, etc, é só a PC ir atrás no dia seguinte, quando o autor já vai estar tranqüilo, prendê-lo e ganhar os méritos. Quando não é possível a PM identificar os autores, o caso é arquivado, pois a PC não vai investigar para chegar aos autores, eles são muito “inteligentes” para perder tempo com pequenos crimes, que só afligem as camadas sociais mais baixas. Quando um delegado resolve ratificar um flagrante e o autor sobe pro cadeião, o preso, bem como o PM que o prendeu, devem ser ouvidos novamente pelo juiz de direito, quer dizer, o trabalho do delegado não serviu de nada. Bom, levando-se em conta essas e outras situações, pode-se chegar à conclusão de que a PC não faz falta alguma à sociedade. Tudo bem que os delegados são bacharéis em direito, mas o nosso CFO equivale ao curso de direito, quer dizer, nossos oficiais estão preparados para a qualquer momento assumir as funções dos delegados. Não vou dizer que os praças estejam preparados para fazerem o serviço dos detetives ou agentes porque aí é sacanagem né? Os agentes não fazem nada! É sacanagem com os PMs! Também pudera. O PM quando ingressa na corporação passa por um curso de formação de mais de nove meses e , depois de formados, passam por reciclagem a cada dois anos e o PC? O PC tem um curso de três ou quatro meses quando entram na corporação e depois nunca mais. Pois bem. Que falta para a sociedade faria a PC? Se ela fosse extinta hoje, a sociedade nem iria perceber.

Anônimo disse...

Senhores. Por que a Policia Federal não tem esses problemas? Porque eles são bem remunerados. Se nós PMs e PCs fosse-mos bem remunerados, garanto que não estaria-mos aqui, discuntido unificação ou não, na verdade estari-mos dando soluções para aquela e outra operaçao em conjunto, com certeza os oficiais e os delegados daquele evento estariam em sintonia com relação a operação mas, o que na verdade vemos é um querendo a tribuição do outro, querer mostrar-se na mídia pois, o reconhecimento hoje de um oficial ou delegado tem que ser de acordo com a mídia. Ora a referida está cada vez mais separando-nos, a mesma que te aplaude é a mesma que te derruba. Não concordo com a unificação. cada um com seu regimento. Agora o que temos de fato é mudar esse Código Penal o qual nos torna, policiais e cidadãos de bem, vulnerável nas mãos dos bandidos tanto da favela quanto de colarinho branco.

Anônimo disse...

Belas palavras nobre colega Claudio. Contudo não acrescentam nada no que todos já sabemos. Aliás, suas palavras soam mais políticas do que considerações. Traduzindo: "nesse assunto vou ficar em cima do muro, para que ninguém fique com raiva de mim". Este é o problema nesse país miserável. Ninguém! Eu disse ninguém quer se comprometer com um problema, pois é muito mais simples ficar assoprando a ferida do que ter a coragem de realizar a cirurgia. Sabem por que ? Por que a cirurgia é uma situação de risco. E NINGUÉM quer arriscar nada nesse mundo. Muito menos por uma instituição que não se arrisca por ninguém.
Quanto a essa falácia de unificação, é a maior utopia nesse quesito de segurança pública. Não se pode unir o que já está separado a muito, mas muito tempo. Quando uma empresa não está bem no mercado, a única solução é (e vai ser, é só uma questão de tempo) uma mudança radical na sua maneira de produzir resultados. Ou, sua falência é inevitável.
Enquanto existir a maldita vaidade de ambas as partes nada vai mudar. Solução? O fim das duas, para um novo começo. Muitos dizem que a Polícia não acaba. Concordo com a idéia de que a prestação de serviços para uma segurança pública nunca vá acabar,mas este conceito atual não está funcionando. O que fazer então? Mudar, renovar e ressuscitar dos mortos. Pois é assim que estamos: MORTOS! Só que muitos ainda não perceberam.
Ah! Quase me esqueci do nosso tão aplicado Ministério Público que também tem ( e acredito que até muito mais) responsabilidades na resposta a população quando o assunto é segurança pública. Prender bandido é nossa árdua missão, mas punir é uma responsabilidade que não estão fazendo e infelizmente NINGUÉM questiona. Quem se habilita? NINGUÉM....NINGUÉM....NINGUÉM...

Anônimo disse...

Por que questionar uma Policia, que sempre esta ligada 24 horas, enquanto a outra, descansa e descansa, Segurança Publica tem nome : POLICIA MILITAR, uma policia Bicentenaria, que sempre atua ao lado da sociedade.

Anônimo disse...

SUGESTOES; DEVERIA CRIAR UM ORGÃO ESPECIFICO PARA O DETRAN, OS INQUERITOS PODERIA SER COMPETENCIA DO MINISTERIO PUBLICO, AS PERICIAS PERTENCER EXCLUSIVAMENTE AO PODER JUDICIARIO.

Anônimo disse...

ISSO SERIA MTO BOM, TAMBÉM ACHO QUE DETRAN NÃO DEVERIA PERTENCER A POLICIA, E SIM ORGÃO NORMAL DO ESTADO , TALVEZ GERENCIADO PELA RECEITA ESTADUAL OU ALGO ASSIM. ACHO QUE AS PCS , DEVERIA FICAR SOMENTE COM AS INVESTIGAÇÕES, E AUXILIANDO O MINISTERIO PUBLICO. SUGESTÕES...

Anônimo disse...

Eu só não entendi bem qual é a posição do autor do artigo?
Nem tampouco o que ele pretende dizer. Na verdade não disse nada! Fica em cima do muro o tempo todo!

Anônimo disse...

Antigamente, Delegados eram indicados e na sua maioria eram militares que exerciam este papel, em bem!

É a mesma coisa hoje, vejam, para ser oficial era suficiente o ensino médio. E sempre tivemos bons oficiais.

hoje, tem um tanto de oficial com curso superior, bastante conhecimento e ainda ficam dando "manota" na televisão!

mauro da silveira chaves disse...

A unificação das policias é essencial. Se o Governo promover pesquisa de opinião entre integrantes das forças de segurança vai constatar que internamente os policias são favor da unificação, porém, dentro da PC e da PM existem outras policias: oficiais e o "resto" e Delegados e o "resto". O resto é maioria e a maioria quer unificação. A PMMG foi repaginada ao longo dos anos, mas a PCMG foi jogada às traças. A falta de investimento isonômicos faz uma ficar mais estruturada que a outra, não obstante jamais uma vai exercer plenamente a função da outra.Enquanto isto as policias e sociedade vão perdendo para os criminosos.
Ps. Em Minas Gerais ouve unoficação da PCMG(cheio de FIAT UNO) e PM cheio de FORD RANGER.

Anônimo disse...

veja só,não precisa unificar e so botar delegados competentes para comandar os batalhões,porque boneco tipo joão bobo tá cheio,com discursos hipocritas e que so deixam enclausurados os PMs.precisamos e de verdadeiros comandantes.

Anônimo disse...

A POLICIA MILITAR POR ESTAR PRESENTE EM TODO LUGAR, SEMPRE SERVINDO A SOCIEDADE, TEM QUE TER UMA ATENÇAO ESPECIAL DOS GOVERNANTES.

Anônimo disse...

A PM, POSSUI UMA ESTRUTURA COMPLETA, E SEMPRE PROCURA MAIS E MAIS APERFEIÇÕAR, É ORGULHO DO POVO MINEIRO, A MELHOR POLICIA DO BRASIL.

Anônimo disse...

Todo problema se resolve com a implantação do CICLO COMPLETO DE POLÍCIA , esse negócio de uma polícia investiga e a outra previne , é uma ficção jurídica criada para satisfazer interesses políticos e não ao interesse público.

Anônimo disse...

Não vou manifestar sobre o assunto acima, mas gostaria de destacar:

Não estou entendendo o "Universo Policial, com todas as coisas que andaram acontecendo nos últimos dias: "Aglomerado da Serra" "Suicídio do Cb Fabío", e não há matérias sobre o assunto na sua página. O que que motiva esta inércia e indiferença????
Que que está acontecendo????

BOBOS DA CORTE. disse...

ESTA UNIFICAÇÃO E BALELA, ALGEMARAM UM MILITAR FARDADO E NINGUEM DA PM VEIU A PUBLICO DEFENDE-LO, SE ESTE FATO FOSSE AO CONTRARIO, A GUERRA ESTARIA ARMADA EM MINAS. A BI- CENTENARIO NÃO TEM MORAL, A PC TEM.

Anônimo disse...

A unificação depende de um homem de pluso forte. Aqui no interior os delegados de plantões, escrivãos. ficam em casa. Já houve flagrante que foi quebrado porque não presidido por delegados. Policia não pode brigar. Sera que vai precisar sacrificar mais vidas de inocentes para resolver esta questão.

Anônimo disse...

o SINDPOL/MG lança campanha em todo estado " A unificação entre as POLICIA é uma farsa.
O seu presidente deveria ser preso.

Anônimo disse...

vejam bem recebi uma cartilha da sindipol, via email que gente eu fiquei de qeixo caido com algumas palavras desse presidente desse orgao, o que ele diz e que o comandante geral da policia militar aqui de minas tem vetado e dado palpite em algumas revindicaçoes da classe da pcmg, olha so oque ele coloca nessas cartilhas fotos de quarteia da pmmg e de delegacias onde se mostra uma estrutura dos quarteis em otimo estado e as delegacias em pessimos, e ele diz que temos que nos igualarmos, estranho aqui onde eu trabalho o predio do quartel e da prefeitura municipal, na cidade onde eu moro o predio da pc e dez vezes melhor do o quartel, ele diz que os predios da pmmg e estritamente de uso militar, que as delegacias e que ficam abertas 24 horas, aqui onde eu trabalho o atendimento ao publico e no quartel pm via 190, a delegacia so fica fechado so abre depois das 9:00 hs da manha as 18:00hs aconteça o que acontecer as portas sao fechadas tudo que se faz nos temos que entrar em contato com o plantao da policia civil na sua casa via telefone ou sair procurando pela cidade para ser passado para eles uma pessoa conduzida ate a depol, coisa que quando vc acha o plantao da pc e um milagre ele disse que as viaturas deles estao sucateadas, aqui a pc tem duas vituras zero km para ficarem paradas na porta da delegacia, enquanto quem faz o patrulhamento preventivo somos nos, sao nossos carros e que sao velhos, os moveis da delegacia local sao novos, queria que ele viesse aqui da uma olhada nos moveis do nosso quartel, da medo, ele ta reivindicando plano de saude abono que nos militares temos, que eu saiba o unico abono que nos temos e o auxilio fardamento, coisa logica nos trabalhamos fardados qual auxilio nos teriamos, referente a seu plano de saude tudo bem se ta ruim tem que correr atraz mesmo ma s nao fica falando coisas sem conhecimento de causa se ai na capital e diferente vem aqui no interior p verem eu tenho 16 anos de serviço nunca vi uma delegacia aberta apos as 18:00 hs,feriado finais de semana. acho que deveriam da uma voltinha nas dependencias das delegacias do interior, agora ele dizer esses comentarios sobre a pmmg deveria era correr atraz das melhoras pcmg e deixar de preocupar com a outra instituiçao. como pode haver unificaçao se o presidente do sindicado da corporaçao fica denegrindo a imagem da pmmg, enquanto isso a populaçao brasileira fica sofrendo com brigas entre as forças estaduais que deveriam esta prestando um bom serviço, prevenindo e envestigando.

Anônimo disse...

Essa unificação e ruim pra quem ??
Coroneis?? Delegados ?? ou para a Sociedade ??
faço parte da sociedade e sei que gente nada vai mudar, quando eu tiver um problema na rua vou chamar a policia, disse policia e não policia militar ou policia civil, pra mim tanto faz o que eu quero e ser atendido.

Amadadorei12 disse...

Infelizmente enquanto se discutem a unificação ou não da PM e PC outros assuntos vão ficando desapercebido pelas autoridades e sociedade; como a nomeação dos Agentes e Escrivãos da Policia Civil da Bahia, concursados desde 1997 e já treinados e formados pela Acadepol - Bahia desde abril de 2009 e até hoje não foram nomeados pela governador ou secretaria de segurança pública.
Quando o cidadão precisa de ajuda, ele vai recorrer a polícia mais próxima, e qual a competência de cada uma delas?
Polícia Civil, Militar ou Federal, se cada um fizer o seu trabalho dentro da ética e respeito a que são atribuídos com certeza todos sairão ganhando, sociedade,policia e governo.
Mas enquanto a injustiça prevalecer, como a nomeação dos agentes e escrivãos da policia civil da bahia, piso salarial, dentre muitas outras injustiças, veremos a filosofia da unificação entre PC e PM.

Anônimo disse...

Tinha que ser um BOSTA DE PM pra escrever esse tipo de merda mesmo! PÉ-DE-CHINELO!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

eles podem sim auterar a constiuçao e podem crer vao fazer isso como por exemplo nos pedagios a constituiçao nao permetia e tai o pedagio.Policia militar so existe em paizes atrazados e de terceiro mundo esse projeto vai ser levado a cabo com certeza .Ate melhor para vcs imaginem vcs serem policiais como nos estados unidos esse e o padrao que o governo quer adotar o projeto preve a retirada das guardas municipais das ruas e sera criada a policia estadual civil uniformizada e a paisando como ja aconteçe em 98%dos paizes do mundo.Enquanto vcs dicutem em querer viver do passado a criminalidade esta dominando o brasil vamos pensar no futuro desse pais vamnos lutar para melhorar a segurança militar somente podem ser integrantes das forças armadas federais vamos colaborar para fazer desse pais um melhorlugar e mais seguro para as futuras geraçoes .ELES SABEM O QUE ESTAM FAZENDO E COM CERTEZA VAO FAZER.OK.ABRAÇOS.

Anônimo disse...

A POLICIA DO FUTURO SEGUIRA OS PADROES AMERICANOS NAO VAI ALTERAR MUITA COISA O PODER DE POLICIA SERA O MESMO IMAGINEM VCS PMS NAO PRESIAZREM MAIS ABAIXAR A CABEÇA PRA TODOD ESSES OFICIAIS CABOS SARGENTOS TENENTES MAJORES CORNOEIS QUE SERAM CARGOS EXTINTOS E TER SOMENTE UM DELEGADO PARA COMANDAR VAI SER BEM MELHOR ASSIM COMO ESTA NAO DA E COMO DIZ AQUELE DITADO-MUITO CACIQUE PRA POUCO INDIO.DECULPEM SE OUFENDI ALGUEM.viva a nova policia que com certeza vira .

Anônimo disse...

Uma polícia unificada:
Se fizerem uma ampla pesquisa junto aos policiais do Brasil inteiro(desde que seja feita por uma empresa externa e independente para evitar INFLUÊNCIAS INTERNAS), vai ter gente que vai ficar de boca aberta,
TODOS OS POLICIAIS SÃO A FAVOR DA UNIFICAÇÃO DAS POLICIAS.... duvida? pergunte a qualquer policial e obtenha a resposta imedita....

Anônimo disse...

Ate quando os péssimos PMS,irão denegrir a imagem de
nossa querida Polícia Militar do Rio de Janeiro, re/
bendo propinas de céu aberto,sem se preocupar, que /
alguém esta vendo. Aqui no LINS,na Rua Pedro de Car/
valho, são vistos quase todas as quintas,formação de
blitz e recebimento em um ferro velho de propina.
Vamos moralizar nossa PM,lugar deste tipo de pessoa
e na cadeia.

Anônimo disse...

SIM SOU A FAVOR DA UNIFICAÇAO DAS POLICIAS CIVIS E MILITARES, É A POLICIA MILITAR SIM PRECISA UNIR A CIVIL , QUE TEM UMA AUTORIDADE, O DELEGADO, E TAMBEM PARA AMENIZAR OS EXESSOS GASTOS PUBLICOS DA POLICIA MILITAR , É PATENTE PRA NADA É OFICIAL TROMBANDO UNS NO OUTROS DENTROS DOS QUARTEIS, E GANHANDO MUITO SEM FUNÇAO, NO MEU QUARTEL TEM FUNCIONARO, DA PREFEITURA FAZENDO SERVIÇO DE OFICIAL, SDTEMP, EXECUTA DO O SERVIÇO ADMINTRATIVO OS CARAS (OFICIAIS),SO ASSINAM É UMA VERGONHA , MESMO, SEM CONTAR COM OS GASTOS PUBLICOS E VIATURA E MOTORISTA PARA CADA PATENTE , E ELES NAO FAZEM ATENDIMENTOS AO PUBLICOS NAO ATENDEM OCORRENCIAS , SO PASSEIAM OU FICAM TIRANDO PROVEITO DA FUNÇAO FQUANTO GANHA UM TEN CORONEL , E QUANTO GANHA UM DELGADO ? QUEM É AUTORIDADE? QUEM TRABALHA É O COITADO DO SOLDADO , QUE FAZ AS OCORRENCIAS E APRESENTA PARA A AUTORIDADE O DELGADO, ONDE ENTRA O TEN , CAPITAO , MAJOR TEN CORENEL, O CORONEL ONDE ESTALO NESTE MOMENTO?? EU SEI ESTAO DENTRO DE UMA GABINE COM TODAS AS MORDOMIAS ESPERANDO A HORA PASSAR , E CHAMAR SEU MOTORISTA PARA IR EMBORA OU IR ALLMOÇAR... ISSO PARA TODAS AS PATENTES É MUITO GASTO NÉ GOVERNO, TA NA HORA DE ACABAR COM A FARRA CADE ? ENTAO AS VIATURAS ESTAO SERVINDO OS OFICIAS.... A POPULAÇAO DE SE DANE E´ ASSIM NO MILITARISMO....

Anônimo disse...

Não existe problema de relacionamento entre instituições. O problema na minha opinião é entre seres humanos despreparados. Sou policial civil operacional há mais de vinte e cinco anos em MG e sempre soube driblar estas situações ainda na fase embrionária e isto se consegue não é com força, grito ou acusaçõs, mas com inteligência e sabedoria. Tenho um bom relacionamento tanto com policiais civís como militares observando e entendendo exatamente o espaço e estres de cada um.

Anônimo disse...

Sou policial civil em MG. Sofri um acidente de trânsito, e apesar de inúmeros telefonemas a central não disponibilisava uma viatura PM para fazer a ocorrência, mesmo após a presença da perícia e da seguradora. Sugerí então ao motorista do outro carro que solicitasse mais uma vêz a patrulha de trânsito dizendo que o outro motorista ( policial civil)estava aparentando nervosismo, etc. Isto feito a viatura chegou dentro de exatos 3 minutos.

Anônimo disse...

unificar jamais, gosto muito do que faço, é dar tonfada nos folgados!

Luis Cláudio disse...

A Poícia Militar é bem organizada, possui uma hierarquia invejavel, além de hospitais, planos de saúde, hoteis e um salário muito melhor que a polícia civil, falando de minas gerais. Basta ver hoje o plano salarial da pmmg ate 2015 e verão. Policiais militares tem um nivel de vida bem melhor que policiais civis, mas tambem possuem concursos, tanto para oficial como praça, mais concorridos e dificeis. A Pc tem inveja da pmmg

Anônimo disse...

Sobre o assunto, teria muito para falar, mas o que deveria ser levado em consideração não são o que ambas as corporações acham, e sim, o que a sociedade acharia após saber os prós e os contras da forma que é, e como poderia ser, levando em conta o que acontece na prática das duas corporações, onde só a sociedade é que perde com isso. Com certeza esta Unificação aconteceria.

Anônimo disse...

As DIRETAS JÁ OCORRERAM EM 1985. Os militares não foram contemplados com com a era da democracia, e sucumbiram ao poder dos democratas, que assumira o poder e sob forte chuva da corrupção, mantem as policias estaduais sob ferro e fogo de um regulamento que escraviza este servidor que foi banido da era democrática. Estão amordaçados pelos cargos de confiança e patronais que recebem seus lideres assim que se aposentam. São escravos da vaidade de poucos, da mina de ouro para poucos. Uma policia democrática precisa ser social, homogênea e contemplar os direitos humanos dentro da instituição. Rezam paz social, mas não dão paz para aqueles que precisam levar a paz.

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo