Mesmo com o risco da própria vida

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

 *Texto escrito por Esther Soares,filha de um Policial Militar.

                                                                           O que dizer de um policial?
  Ele é aquele que é julgado pela sociedade hipócrita em que vivemos,até porque não são todas as pessoas que sabem o valor de um desses heróis da vida real.
  Nem todos sabem que um policial, também tem uma família que ele ama, assim como você também ama a sua família . As pessoas que julgam um policial,esquecem que ele também é um ser humano e , assim como todos nós ele também tem defeitos, erra,sofre ,chora, ama,aprende ,ensina,enfim tem sentimentos.
 Mais ao contrario dos que são contra e falam mal dos policiais , eu vim aqui , através deste para falar quem são eles no meu ponto de vista.
  O policial é aquele que vive o seu dia-a-dia em uma busca implacável,contra o crime,a violência,e contra aquele que lhe fez sofrer,quando matou seu filho na porta de sua casa assim que ele chegava do serviço,contra aquele que lhe causou angustia quando seqüestrou sua filha assim que ela chegou na esquina de casa,contra aquele que roubou o carro que o senhor conseguiu comprar com o suor do seu trabalho.
  O policial é aquele que quando acerta ninguém vê, mais quando erra ninguém esquece,ele é aquele que nas noites de temporal , abandona sua casa,sua esposa , seus filhos,para cuidar e proteger a SUA família , sim senhor cidadão a SUA família,o policial arrisca sua vida todos os dias,para proteger a SUA vida,isso mesmo a SUA vida,agora me diz quais são os motivos que o senhor tem para falar mal desse que muitas vezes o senhor julga como, monstro, preguiçoso e até mesmo vagabundo? Muitas pessoas os julgam,quando eles demoram alguns minutos para atender o seu chamado,até mesmo se eles param para tomar uma só xícara de café,mais vejam só...Qual é a pessoa na terra que por opção escolheu trabalhar,sempre com um só lema ; MISSÃO DADA PARCEIRO É MISSÃO CUMPRIDA’ e cumprir o juramento que fizeram ‘MESMO COM O RISCO DA PRÓPRIA VIDA’?
  Escrevi isso para que todos possam refletir,antes de pensarem em querer julgar alguém.



Gostou desta postagem? Então cadastre-se AQUI para receber as atualizações do Universo Policial no seu e-mail ou no seu agregador de Feed/RSS.

27 comentário(s):

Paulo Fernando M de Souza disse...

Cara jovem.
Parabéns!
Sou policial civil aposentado e durante minha jornada na ativa, bem como, na inatividade, sempre sofri e sofro com a devida falta de reconhecimento do povo e com a ingratidão que a maioria faz a classe.
Único alento é a irmandade dos que realmente fazem POLÍCIA, bem como, o reconhecimento de nossos familiares.
Sabemos dos desvios de conduta, que é lamentável, mas nenhuma classe está isenta desse mal, logo, o povo deveria aprender a amar seus defensores, todavia, isso parece uma utopia. Então, pelo menos, espera-se um muito obrigado, quando a missão foi devidamente cumprida.
Abraços no seu genitor, meu irmão camarada.

Junior disse...

Acho que descreveu o que eu penso, ou pelo menos metade, amo meu irmao policial, muitos o julgam, mas julgar é facil.. Quero ver quem se oferece a passar 1 dia na pele de um policial.
Parabens pelo texto

Anônimo disse...

Obrigado Paulo Fernando M de Souza e uma abraço pra ti também,eu tenho 12 anos mais esse reconhecimento pelo trabalho desses heróis é uma coisa que tá no sangue é assim,eu venho de uma família de PM meu vô era,meu pai é tenho 2 tios que são e um outro tio que trabalha nos presidios.

Anônimo disse...

Junior é bem assim,as pessoas gostam de julgar o policial,mais é ele que vai quando tem alguém em perigo,e assim como tu ama e sente orgulho do teu irmão eu amo e sinto orgulho do meu pai,alias de todos os Policiais Militares.

Anônimo disse...

A Silva Junior Escritório Juridico (www.silvajr.com.br) possui equipe sempre pronta ao atendimento de situações que demandem a presença de defesa juridica, desde flagrantes em sede de policia judiciária/militar, à simples oitivas correicionais, abrangendo como área geografica toda grande São Paulo e Baixada Santista.

Atuamos de forma preventiva, bem como na defesa de casos concretos, a favor da vítima ou em defesa do acusado, em todas as esferas, instâncias e tribunais dos estados de São Paulo e Brasília, em qualquer área do Direito Penal, Cível ou Militar.

Além disso, o Escritório possui equipe em regime de atendimento Emergencial 24 horas por
dia, inclusive finais de semanas e feriados, para Acompanhamento em Delegacias, Acompanhamento de Prisão em flagrante, Prisão Preventiva, Pedido de Liberdade Provisória, Relaxamento de Flagrante, Habeas Corpus, Oitiva em instituições militares e corregedoria; abrangendo as regiões de São Paulo, Guarulhos, Grande ABC, Mogi das Cruzes, Osasco, bem como a baixada santista: Santos, Guarujá, Praia Grande.

A solicitação emergencial pode ser feita a qualquer hora do dia ou da noite, através do número 11 95804 8633.

acacioalgusto@hotmail.com disse...

Isto deve ser algo para que todos cidadãos vejam e passem a pensar de forma diferente sobre o que falam dos Policiais Militares,ou mesmos de agentes judiciarios civis,que ao depararem com situação de risco não medem esforços as vezes com risco da propria vida tambem.

Anônimo disse...

Eu assino em baixo uma vez que meu pai foi Policial Militar durante 30 anos e sempre tive orgulho dele porque sempre horrou o seu trabalho.Deixo claro que tambem nunca deixou de ser um pai para mim e minha familia.

Anônimo disse...

Parabéns Esther, palavras como a sua, nos enaltece.

Mulher na Polícia disse...

O sistema é bruto, parceiro...

: )

Abraços!

Anônimo disse...

Concordo plenamente com os comentarios positivos acima,e fico feliz por saber que gostaram do texto.ESTHER SOARES

Anônimo disse...

FICO ORGULHOSO EM LER UM DEPOIMENTO TÃO SENSATO E COERENTE ACERCA DA DESTA DIFÍCIL E BRIOSA MISSAÕ. ESTA MENINA É DE OURO E EM NOME DE TODOS QUE EXERCITAM ESTE MISTER, JÁ AGRADEÇO IMENSAMENTE. PARABÉNS...EU GOSTARIA DE TER UMA FILHA ASSIM....VALEU. FICO MAIS FORTE AO PRESENCIAR COISAS DESTE TIPO. ARNALDO FILHO. PMBA.

Anônimo disse...

Bah,fico sem palavras pra agradecer ao Arnaldo Filho,por essas palavras citadas acima...É de um orgulho sem tamanho receber elogios assim...A paixão que tenho pela polícia é inexplicável,mais isso não substitui a vontade e a certeza de que vou me formar em direito e ser juiza,concerteza vai ser uma longa caminhada,mais concerteza vai valer a pena,e elogios como estes citados por todos acima,só me fazem acreditar que a justiça ainda não está perdida,e ainda tem gente que faz o seu serviço com competência e com o coração.Obrigada...Esther Soares

Unknown disse...

sou policial de bhte, fico emocionado quando leio este tipo de elogio, são poucos os que reconhece, mas estes poucos é que nos fortalece,muito obrigado, sinto cada vez mais orgulho de vestir minha farda.

Anônimo disse...

se lermos e colocarmo - nos na vida real de um Policial, veremos que esse profissional, é o mais importante do planeta.

Anônimo disse...

Vc só disse a verdade...E eu vou incluir uma nova verdade dos novos tempos...Cômico e trágico :


"MESMO COM O SACRFÍCIO DA PRÓPRIA VÍTIMA !!!!"

DE AGORA PARA FRNTE SERÁ ASSIM..

SOCIEDADE HIPÓCRITA!
MINISTÉRIO PÚBLICO HIPÓCRITA!
jUDICIÁRIO HIPÓCRITA!
POLÍTICOS HIPÓCRITA!
DIREITOS HUMANOS HIPÓCRITAS!!

SALVE-SE QUEM PUDER!!!

SGT VÉIÃO

Anônimo disse...

Esther Soares, eu fiquei durante 10 minutos tentando escrever algo, pois, não estava conseguindo conter a emoção e o arrepio. Gostaria de dizer o quão vc foi feliz em expor este sentimento que te tomas. É uma pena que as pessoas "comuns" não tenham essa visão e talvez a oportunidade de ler a sua mensagem. Tenho muito ogulho de ser Policial Militar e peço muito a Deus que abençoe a mim, todos os meus irmãos de farda e todos os policiais deste país, sobretudo os do estado de São Paulo que estão sofrendo com estes atentados. Vagner

Anônimo disse...

Pois é Vagner o jeito o qual eu melhor me expresso é através da escrita,infelizmente não são todas as pessoas que sabem oq sente e como é ser policial,te parabenizo por seres PM,já escrevi outra coisa aqui que fala sobre as mortes de PMs em SP,está logo acima deste texto,e agora já enviei outro texto cujo titulo é:CARTA DE UMA FILHA DE UM POLICIALAOS GOVERNADORES DOS ESTADOS,bem interessante,e uma triste realidade,se puderes dá uma lida.Abraço,te cuida,Esther Soares.

CARVALHO NETO disse...

ESTHER SOARES, BOA NOITE. EU SOU O SGTPM/BAHIA-CARVALHO NETO, EU ESTOU AQUI E AGORA,MUITO EMOCIONADO COM ESTA SUA DECLARAÇÃO,ONDE EU QUERO NESTE MOMENTO,LHE PARABENIZAR E DIZER ASSIM:QUE DEUS TE GUARDE E TE ABENÇÕE POR TODAS ESTAS PALAVRAS,EU SGTPM/BAHIA,FILHO TBM DE PM,TENHO 30 ANOS DE PM/BA,SÓ DE RÁDIO PATRULHA,SEMPRE NA CHUVA,NO SOL E NO SERENO,SEMPRE TRABALHO SENDO COMANDANTE DE CIDADES PEQUENAS NO INTERIOR DA BAHIA E NÃO TENHO HORÁRIO DE ENTRAR E SAIR DE SERVIÇO,SAÍMOS PRA RUA SEM A MÍNIMA CONDIÇÃO PARA TRABALHAR,COLOCAR A CARA E OS PEITOS NA MIRA DOS BANDIDOS, OS QUAIS ESTÃO ARMADOS COM ARMAS QUE SUPERAM A DA PM/BA,TANTO COM CARRO COMO ARMAMENTO. É VERDADE,SAÍMOS COM A CARA E A CORAGEM PRA DEFENDER ESTA SOCIEDADE DESONESTAS,POLÍTICOS DESONESTOS,EMPRESÁRIOS E COMERCIANTES DISONESTOS E AINDA QUEREM COBRAR DOS PMs. AQUILO QUE ELES NUNCA TEVE DIREITO. TODA ESSA SOCIEDADE, SAO UNS "VERMES", SAO UM CANCER, SÓ CORROE. EU ESTOU AQUI EM LAGRÍMAS. EU SOU FILHO,SOU PAI, SOU AVÔ E "AMO" OS MEUS FAMILIARES E OS MEUS COLEGAS DE FARDA E MEUS AMIGOS NÃO PMs. MINHA AMIGA,EU ODÊIO POLÍTICO LADRÃO E BANDIDOS QUE NAO SAO POLÍTICO,EU CENTO O DEDO N'ELES,É BANDIDO?ENTÃO "BALA" N'ELE(S), PQ BANDIDO BOM NA BAHIA, É BANDIDO MORTO E BEM MORTINHO. PARABENS MESMO PELO O SEU MARAVILHOSO COMENTÁRIO, VIU? QUE DEUS CONFORTE TODOS AÍ EM SÃO PAULO, QUE EU AQUI FICO REZANDO PRA TODOS VOCES PMs E NÃO PMs. ABRAÇOS A TODA FAMILIA POLICIAL MILIATAR E NAO MILITAR.

Anônimo disse...

Carvalho Neto,obrigada pelas palavras.
ESTHER SOARES

Anônimo disse...

Cada dia mais me apaixono por esse BLOG . Está me ajudando muito, e me fazendo ficar cada vez mais apaixonada pela PM e com mais certeza ainda de que é isto que quero MUITO OBRIGADA ...

Anônimo disse...

Olá querida amiga Esther Soares! Se me permite escrever assim, pois não a conheço mas pelo belo e excelente texto o qual pubica-se nesta revista amiga do PM,vejo que vc também faz parte do nosso time,mas corroborando com esse belissimo texto, digo e afirmo que a sociedade infelizmente é hipócrita, nada reconhece do dia a dia do PM, mas quando tem seus direitos violados pela malacada ai eles lembram de nós PMs, ao caro amigo Sgt Carvalho Neto, concordo plenamente com o que o senhor publicou, ainda digo que: "Bandido bom é bandido morto e de preferência enterrar em pé, para ocupar menos espaço"... Quero aqui desejar a autora do texto e a todos os irmãos Papa Maike um FELIZ ANO NOVO....


Cabo Almeida
PMRv/SC

Anônimo disse...

Parabens Esther, sou Sargento em Minas Gerais e estou lendo seu texto agora. Estou de serviço e atendendo chamadas da população que necessita da Policia.

Anônimo disse...

Fico muito feliz,pelas mensagens positivas,que TODOS os Policiais tenham um bom seviço,e se cuidem parceiros,pq o sistema é bruto,e todos querem voltar pra casa,seja PM ou vago,então façam o seu serviço bem comodeve ser feito,e voltem seguros para suas famílias,abraços aos PMs..Esther Soares

Anônimo disse...

Cara amiga Esther, sou PM há quinze anos, quando vi seu artigo fiquei emocionado e tive a vontade de publicar em toda forma de rede sociais, murais no quarteis, e outros, pois você falou a realidade pura do dia-a-dia do policial. Mais publiquei relatando a fonte desse artigo. Só tenho a dizer, muito obrigado pela sua sinceridade.
Por: Sd Antonio-PM/RN

Anônimo disse...

Caro Sd Antonio,meu pai levou esse texto para o batalhão onde trabalha,e lá foi colado na porta,e me alegrou muito,pois alguns brigadianos me viram na rua e vieram me dar os parabéns,e outros mandaram parabéns para mim,atravéz de meu pai,e isso é muito gratificante,e fiquei muito feliz pelas palavras que tu me disse.Abração Esther

Anônimo disse...

Ao contrario dessa moça eu não tenho tais motivos para enaltecer a classe. Tambem sou filha de militar. Desde de criança que o convivio com meu (milico) pai, foi uma tragédia, eu ,minha mãe e meu outro irmão sofremos a tirania do convivio com um militar. Eramos constantemente humilhados sempre com a desculpa de que era para formação do nosso caratér, apanhavamos quase todo dia, minha mãe que se metia no meio para nos defender da correção moral como ele mesmo dizia. O respeito virou medo. Não tinhamos o menor contato com ele, eu e meu irmão com 6 e 8 anos respectivamente. Quando vejo esses textos "humanizando" a raça sinto um ódio tremendo porque tudo não passa de uma grande mentira, amigos e amigas que tem pais militares relatam a mesma coisa: maus tratos, indiferença, ignorancia etc. A melhor coisa que fizemos foi nos afastar daquele demente, minha mãe pediu o divorcio e fomos morar em outra cidade. Já tem 5 anos que não sabemos nada dele, tentou uma reaproximação mas minha mãe não quis. O estopim da separaçao foi quando ele deu uma surra que beirou o espacamento em meu irmão. Motivo: Um simples corte de cabelo. Uma vida marcada pela demencia e brutalidade aprendida na Pm e usada em casa. Sinto muito mais não da pra ficar calada com esse texto perfeitinho e mentiroso.

Gaspar Cunha disse...

Esta garoinha falou tudo em pucas palavras.Eu recordo de uma acao que aborrecia e muito.Se voce chorar eu vou chamar o soldado para ti dar uma sura,para ti pegar... quem nunca ouviu isso??? diante deste preconceito nao poderia ser diferente o preconceito da populacao.

Postar um comentário

Comentários - Regras e Avisos:
- Nosso blog tem o maior prazer em publicar seus comentários. Reserva-se, entretanto, no direito de rejeitar textos com linguagem ofensiva ou obscena, com palavras de baixo calão, com acusações sem provas, com preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com a legislação nacional.
- O comentário precisa ter relação com a postagem.
- Comentários anônimos ou com nomes fantasiosos poderão ser deletados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem a opinião deste blog.
- Clique aqui e saiba mais sobre a política de comentários.

 
Os pontos de vista aqui publicados são de responsabilidade dos respectivos autores, não representando versões oficiais de quaisquer instituições.
© 2007 Template feito por Templates para Você - Deformado por José Ricardo
▲ Topo